12 Cidades da Hungria Que Você Deve Conhecer

Compartilhar

Se você está planejando uma viagem para a Europa e pretende visitar um país encantador tanto pelas suas paisagens como pelas suas belíssimas construções históricas, eu te indico firmemente as cidades da Hungria, que é com certeza um dos países mais legais que já visitei!

A Hungria é um dos países mais antigos do Leste Europeu, e Budapeste, sua capital, é destaque nessa questão, possuindo uma arquitetura incrível.

Além disso, todo o país possui uma história riquíssima, o que faz despertar o interesse dos turistas. 

A história do país é longa: os primeiros habitantes da região em ele está localizado foram os celtas, cerca de mil anos A.C., mas depois desses povos, vieram diversos outros, como os eslavos, hunos, romanos, otomanos, ávaros, gépidas e em anos mais recentes, comunistas. 

A despeito de tantos anos de habitação, o território tomou forma como um país somente a partir do século IX, e após o ano 1000 d.C., passa a ser um importante centro europeu, mesmo após parte do seu território ser ocupada pelos otomanos durante o século XV.  

Após a Primeira Guerra Mundial a grande potência perdeu 70% do seu território, o que fez com que o país entrasse em crise.

Quando se inicia a Segunda Guerra Mundial a Hungria apoia a Alemanha, o que faz com que passe por mais uma derrota, e então fica sob o comando da União Soviética, em um regime socialista. 

O regime causou revoltas populares, que começaram por volta de 1956 e se estenderam por décadas, sendo que em 1988, a Hungria se torna o primeiro país a abandonar o sistema de esquerda. 

A partir de então é que o turismo começa a ser incentivado, e esse vem crescendo a cada ano e tornando a Hungria um dos pontos mais procurados da região em que está localizada.

E não é por menos, todos os povos que passaram por esse país deixaram marcas e vestígios que hoje podem ser vistos tanto enraizados em sua cultura, quanto em monumentos e estruturas históricas.

Dessa forma, elencar as cidades para visitar na Hungria é criar um roteiro extremamente enriquecedor, cheio de história e tradições. 

O idioma húngaro é bem diferente do que estamos acostumados, sendo muito difícil de compreender, no entanto, isso nem chega perto de afetar a experiência surreal que é visitar o país. 

Inclusive, quero destacar a hospitalidade com que os turistas são recebidos, seja em grandes cidades como Budapeste ou em pequenas vilas, apesar da compreensão das línguas não ser das mais fáceis, os húngaros tratam todos muito bem, possibilitando a inserção dos visitantes em sua cultura.  

A moeda oficial da Hungria é o Florim, moeda essa que não está disponível nas casas de câmbio brasileiras, devido ao fato de ser uma moeda fraca.

Então eu recomendo que leve o euro, e no país troque ele pela moeda oficial da Hungria. 

Menor que alguns estados brasileiros, a Hungria conta com uma grande concentração de pontos turísticos (realmente incríveis) em meio aos seus 93 mil km².

Por isso, sem mais delongas, vou falar sobre as cidades para conhecer na Hungria, todas elas reúnem tanto belezas naturais como uma história rica e muita cultura:

Budapeste

Praça dos heróis
Praça dos Heróis

Se você pensa nas cidades para conhecer na Hungria logo vem a sua cabeça Budapeste, a incrível capital do país é considerada por muitos uma das cidades mais bonitas de toda a Europa, sendo também um destinos mais buscados no continente. 

É praticamente impossível elencar o ponto mais bonito de Budapeste, já que ela possui inúmeros patrimônios históricos que impressionam qualquer um que os avista, além disso, ela possui o maior sistema de água termal de todo o mundo.

Localizada as margens do rio Danúbio, a história de Budapeste é antiga e muito rica. A região era habitada desde o século I a.C., onde começou o desenvolvimento de duas cidades distintas, uma em cada margem do rio, chamadas Buda e Peste. 

Buda se desenvolveu como capital do Império austro húngaro após o século IX, e somente no ano de 1873 ela e a cidade de Peste foram unificadas, originando, dessa forma, Budapeste, que continuou sendo a Capital da Hungria. 

A cidade passou por períodos de crise, principalmente durante a Segunda Guerra Mundial e o regime comunista, no entanto, após a Revolução Húngara ela se desenvolveu, focando de maneira bem forte no turismo. 

Além dos pontos históricos, você irá encontrar em Budapeste paisagens naturais incríveis, diversos jardins, praças, parques, bons restaurantes e um povo muito animado, o que faz com que essa seja a principal das cidades turísticas da Hungria. 

O interessante é que a união entre Buda e Peste acabou criando uma cidade que mistura locais históricos (no lado de Buda), com pontos mais modernos e animados (no lado de Peste). 

Enfim, Budapeste tem tantas atrações que fica até mesmo difícil falar sobre quais são as indispensáveis no seu roteiro, por isso irei falar sobre alguns dos pontos turísticos dessa que é uma das cidades para visitar na Hungria mais interessante de todo o país:

Castelo de Buda

Castelo de buda
Castelo de Buda

Essa construção imponente do século XII é um dos pontos mais famosos de Budapeste. Considerado Patrimônio da Humanidade, a construção se destaca em meio à cidade, localizada no topo de uma montanha.

A visita aqui é imperdível e recheada de atrações, como exposições, teatros, museus, uma igreja e o seu incrível Labirinto, que conta com mais de 10 km de extensão.

Além de ser uma construção incrível e proporcionar uma vista surreal da cidade, o castelo é extremamente relevante para a história da Hungria. 

Parlamento Húngaro

Capa - pontos turísticos de budapeste
Capa – Pontos Turísticos de Budapeste

Esse é o maior edifício do país e o segundo maior Parlamento do mundo. Dentro do prédio há mais de 700 salas.

É possível fazer um tour guiado por algumas das suas salas, onde você irá encontrar uma arquitetura incrível, com detalhes ricos e muitos artigos de luxo. 

Conheça as Igrejas da cidade

A Basílica de Santo Estêvão é a igreja mais importante de Budapeste, contando com uma arquitetura muito bonita e um acervo enorme de arte sacra. Além dela, a Igreja de Matias e a Igreja Rupestre são pontos muito interessantes. 

Centro de Budapeste

Na região central da cidade há a Praça dos Heróis, que possui um monumento em homenagem aos chefes magiares. Ao redor da praça há diversos pontos turísticos, como Museu Finas Artes, o Parque Municipal e a Avenida Andrassy, onde você poderá fazer compras. 

Águas termais

Termas de széchenyi
Termas de Széchenyi

Budapeste é bem famosa por suas águas termais, sendo o seu maior parque o Termas de Széchenyi, que possui diversas piscinas e uma área ampla, rodeada pela natureza.

Além dele há as Termas Gellért, que é menos movimentado, e o Rudás, que é o complexo de termas mais antigo da Hungria, sendo possível nele curtir as águas curativas totalmente nú. 

Caso o seu período em Budapeste seja extenso, há diversas outras atrações que irão te proporcionar uma experiência muito enriquecedora, como:

  • O Museu do Terror, que retrata o papel da Hungria durante a Segunda Guerra Mundial, localizado no prédio que era sede do partido fascista;
  • O Jardim Botânico e o Castelo Vajdahunyad, localizados dentro do Parque Municipal.

Além do mais, eu recomendo curtir uma noite de balada em Budapeste assim como passear de barco pelo rio Danúbio. 

Debrecen

Continuando a lista de cidades para conhecer na Hungria temos Debrecen, a segunda maior cidade do país, que está localizada a cerca de 200 km ao leste de Budapeste. 

Considerada um grande centro cultural, científico e artístico, vale muito a pena incluir Debrecen na sua lista de cidades turísticas da Hungria para visitar. 

Em Debrecen é possível apreciar a sua parte histórica, curtir um dia relaxante em um spa, visitar os seus pontos turísticos e aproveitar da sua ótima gastronomia, tudo isso em meio a pessoas educadas e hospitaleiras e preços atrativos. 

E falando um pouco mais sobre a sua importância histórica, foi em Debrecen que Lajos Kossuth declarou a independência da Hungria do reino da Áustria.

Sendo uma viagem até acidade muito relevante para quem gosta de conhecer mais sobre a história dos países que visita. 

Além de ser uma cidade muito encantadora, Debrecen está próxima da fronteira da Hungria com a Romênia, sendo uma boa opção visitar o país vizinho a partir da estadia nela. 

Repleta de pontos turísticos, irei falar sobre os mais visitados:

Grande Igreja Reformada

Grande igreja reformada em deceben - hungria
Grande Igreja Reformada em Deceben – Hungria

O centro de Debrecen está repleto de atrações, sendo uma delas essa Igreja, que já passou por duas reconstruções já que as anteriores foram incendiadas.

A atual data de 1821, possuindo uma arquitetura incrível, além de possuir um artefato bem interessante, uma cadeira que pertenceu a Lajos Kossuth. 

Aquaticum Debrecen

Esse é um dos spas da cidade, que possui um parque aquático, piscinas de termas, saunas e uma praia artificial. 

Grande Parque Florestal

Grande parque florestal em deceben - hungria
Grande Parque Florestal em Deceben – Hungria

Esse parque é perfeito para quem deseja relaxar em meio à natureza. O local oferece um lagos, pontos para caminhada, quadra de esportes, dentre outras atividades. 

Floresta Redonda

Um parque bem interessante, principalmente para quem viaja com crianças, já que possui muitas atividades voltadas para os pequenos, no entanto, também é chamativo para os adultos pela sua paisagem. 

Eger

10254 eger 1 1
Vista da cidade de Edger – Hungria

Eger é considerada uma das principais cidades turísticas da Hungria, sendo escolhida principalmente por aqueles que desejam um destino mais aconchegante com cara de cidade do interior. 

Localizada a cerca de 140 km de Budapeste, nessa cidade com pouco mais de 60 mil habitantes você irá encontrar tudo o que atrai os turistas para a Hungria: diversas construções históricas, locais para se banhar em águas termais, paisagens incríveis, além de um castelo e ótima produção de vinhos. 

Conhecida como “joia do barraco”, Eger chama a atenção e encanta aqueles que a visitam, sendo indispensável para a sua lista de cidades para conhecer na Hungria. 

Quem visita Eger vai encontrar uma cidade alegre e tranquila, com moradores bem receptivos e atrações para todos os gostos. Se você pretende visitar Eger, considere fazer os passeios abaixo:

Centro Histórico

10254 eger centrohistorico 1 1
Centro Historico de Edger – Hungria

É aqui que você irá encontrar os pontos mais interessantes de Eger, como a fortaleza que foi construída no século XVI, e a segunda maior basílica da Hungria – Catedral Metropolitana da Basílica de São João Apóstolo e Evangelista, São Miguel e a Imaculada Conceição – dentre diversas outras construções, a maioria delas no estilo barroco, o que transforma o passeio em um verdadeiro deleite arquitetônico. 

Visitar os vinhedos

Eger é famosa pelos seus vinhos, como o Egri Bikavér, Sauvignon Blanc, Egri leányka, e outros.

É possível encontrar esses vinhos em lojas do produto espalhados pela cidade, em seus restaurantes, bem como nos vinhedos que eles são produzidos, o que, diga-se de passagem, é bem mais interessante!

Além desses passeios, Eger está repleta de outros entretenimentos, como museus, igrejas e praças com monumentos importantes, como o Liceu e o Minarete.

É possível aproveitar também apresentações artísticas, que ocorrem em teatros e até mesmo nas ruas da cidade. 

Na cidade também é possível aproveitar as casas de banho em águas termais, onde é oferecido o banho turco, uma espécie de sauna. 

Esztergom

Basílica em esztergom
Basílica em Esztergom

Se você curte turismo histórico e religioso, Esztergom tem que estar entre as suas cidades para conhecer na Hungria. 

A maior atração da cidade é com certeza a sua basílica, que é a maior de toda a Hungria. Essa foi erguida próxima ao rio Danúbio formando uma paisagem incrível que impressiona qualquer pessoa que visita o local. 

Esztergom foi o centro do catolicismo no país por séculos, sendo também a capital da Hungria entre os séculos X e XIII.  

É fato que tal cidade possui uma enorme relevância histórica para a Hungria, e consequentemente, é um local muito interessante para explorar tal história, sendo assim, se torna uma das principais cidades turísticas da Hungria. 

Em Esztergom você poderá apreciar construções históricas, museus e belas paisagens, tudo isso a cerca de 50 km de distância de Budapeste, e apenas uma ponte de distância até a Eslováquia, mais precisamente a cidade de Stúrovo no país vizinho. 

Para falar sobre as atrações de Esztergom é preciso evidenciar que apenas dentro da Basílica de Esztergom você irá encontrar um número imenso de atividades, sendo o ideal reservar um dia inteiro para explorar esse prédio. 

Na Basílica você poderá apreciar a construção totalmente detalhada desse prédio, com esculturas feiras em pedra e diversos entalhes que transformam o prédio em uma verdadeira obra de arte. O tesouro da Basílica conta com vários artefatos sacros. 

É possível explorar também as criptas da Igreja, assim como a sua cúpula, após subir 400 degraus. Ao lado dela está a Capela de Bakócz, que possui um belíssimo altar de mármore. 

Outros pontos interessantes em Esztergom:

Museu Keresztény

É o Museu Cristão da cidade, que conta com uma coleção bem extensa de arte religiosa, a maioria data da época medieval no país. 

Museu do Castelo

Esse museu já é interessante somente pela sua arquitetura, que misturou pedras modernas com materiais medievais. Está localizado em um antigo Palácio Real e reúne peças arqueológicas de grande importância histórica para a Hungria. 

Víziváros

Nessa região você poderá apreciar diversos prédios históricos, construídos no estilo barroco. A maioria deles possui jardins incrivelmente bem cuidados. 

Esztergom é uma cidade muito tranquila, perfeita para fugir um pouco da agitação de Budapeste, oferecendo um clima aconchegante em meio a belas paisagens e muita história. 

Gödöllő

Palácio de gödöllő - hungria
Palácio de Gödöllő – Hungria

Com pouco mais de 30 mil habitantes, Gödöllő é uma das cidades para conhecer na Hungria que reserva uma atração incrível: o Palácio de Gödöllő. 

Apesar de a sua principal atração ser o Palácio, a cidade é pequena e ao mesmo tempo encantadora, as suas ruas são extremamente bem cuidadas, repletas de jardins em meio a prédios históricos, tudo muito harmonioso e chamativo. 

Ela carrega uma característica comum de muitas das cidades turísticas da Hungria, que consiste em um clima muito agradável e tranquilo, semelhante a cidades do interior. 

O Palácio, sua atração turística mais chamativa, foi construído no século XVIII para servir como residência da família Grassalkovich. É considerado um dos mais importantes monumentos barrocos da Hungria. 

Nas dependências do palácio há um jardim extremamente bem cuidado, um estábulo, um teatro e também uma capela, além disso, mais recentemente foram construídas uma lanchonete e uma loja de souvenirs. É possível visitar as suas salas, onde há descrições dos objetos expostos.

Além desse ponto turístico, há também outros locais interessantes, como:

  • Parque Erzsébet: Esse parque foi construído em homenagem a Rainha Elisabeth, que habitava o Palácio e era considerada a Rainha dos Húngaros. O parque possui uma grande área repleta de árvores, e nele está localizado o túmulo da Rainha. 
  • Gongo da Paz Mundial: Pode até parecer uma atração simples, mas esse Gongo tem grande importância mundial, sendo o quinto desse estilo no mundo. É um presente da Indonésia para a Hungria, representando a amizade mundial. 

O mais interessante em Gödöllő é caminhar pelas suas ruas, apreciar a arquitetura presente na cidade, conhecer seus restaurantes e lojas, descansar em suas praças e apreciar o clima de um país totalmente diferente do Brasil. 

Gyor

10254 gyor 1 1
Vista da cidade de Gyor

Gyor é a sexta maior cidade em tamanho na Hungria, mas, levando em consideração seus pontos turísticos, quase se compara a Budapeste no número de atrações, portanto, é uma das principais cidades para conhecer na Hungria. 

 Assim como grande parte do país, há vestígio de povos que habitaram a cidade desde o século V A.C., e por ela passaram inúmeras culturas diferentes. 

Localizada no local em que os rios Rába, Danúbio e Rábca se encontram, a cidade é um grande centro cultural e artístico, que combina uma arquitetura mais moderna com grande importância histórica. 

Além da sua relevância histórica, Gyor é um dos centros indústrias e econômicos mais importantes da Hungria. 

No seu Centro Histórico você irá encontrar inúmeros prédios que são considerados monumentos individuais, alguns deles são: 

  • Catedral Basílica da Assunção de Nossa Senhora: Essa é a principal igreja da região, considerado o monumento mais importante, e também o mais antigo de Gyor. Na Catedral você irá encontrar diversas relíquias nacionais da Hungria, assim como uma arquitetura encantadora, no estilo neoclássico e gótico. 
  • Castelo dos Bispos e Palácio Episcopal: Essa construção impressionante é também um dos prédios mais antigos de Gyor, servindo como residência do Bispo da cidade. 
  • Igreja Beneditina: Construída pelos jesuítas após o ano de 1627, foi inspirada na Igreja de Jesus, localizada em Roma. Possui belas torres e uma arquitetura muito chamativa. 

Em Gyor você pode ainda encontrar outras atrações, como:

  • Museu de Gyor: Nele você poderá apreciar diversos itens arqueológicos e obras de arte, que contam mais da história tanto da cidade como da Hungria em si.
  • Vastuskós Ház: Diversas peças vindas do Tibete, Índia, Vietnã e África Ocidental, colhidas durante viagens de Imre Patkó, um jornalista e historiador húngaro. 
  • Rowing Camp: Perfeita para quem quer se aproximar mais da natureza, além de praticar esportes. Consiste em acampamentos localizados em pontos remotos, distante da cidade. Normalmente não há nem internet no local, assim você poderá aproveitar a experiência completa, realizando atividades como remo, trilhas que possibilitam a apreciação da fauna e flora local, dentre outras. 

Hévíz

10254 heviz 1 1
Lago Térmico em Hévíz

Como eu já havia falado, a Hungria é conhecida pelas suas reservas de água termal, e Hévíz é considerada uma cidade termal, que está localizada perto de um grande lago termal que é o segundo maior do mundo. 

A maior parte das atrações dessa cidade turística da Hungria gira em torno das águas medicinais do lago.

O Lago é abastecido por águas de várias nascentes, sendo a principal uma caverna de primavera. Ele possui 38 metros de profundidade. A temperatura muda ao longo das estações, mas nunca fica abaixo de 24 °C, chegando a 37 °C em alguns períodos do ano. 

Os banhos de águas termais são tradicionais e muito relevantes para a cultura húngara, e o lago de Hévíz é considerado um dos seus maiores tesouros naturais quando se trata desse assunto. 

Os benefícios medicinais dessas águas são diversos, além disso, a paisagem no lago é incrível e vale muito a pena curtir um dia na região, se banhando em suas águas quentes.

Além das atrações relacionadas às águas termais, Hévíz conta com outras bem legais, como:

  • a Igreja da Era da Arádia
  • a Igreja do Coração de Jesus,
  • o Museu de Egregy,
  • o Jardim da Ruína Romana,
  • o Túmulo do Soldado Romano. 

Hollókő

10254 holloko 1 1
Cidade de Hollókő

Dentre as cidades para conhecer na Hungria temos a pequena vila de Hollókő, que possui um pouco mais de 300 habitantes e é considerada Patrimônio Mundial da UNESCO desde o ano de 1987. 

Esse local é realmente encantador, sendo um exemplo único de povoamento dos Palócz.

Ao longo da rua principal da vila é possível encontrar construções do século XVII, sendo o destaque as ruínas de um castelo que data do século XIV. 

Hollókő manteve as tradições agrícolas que existiam antes da Revolução Agrícola do século XX. Ao passear pelas ruas da cidade você irá se sentir realmente no século passado.

Localizada a cerca de 100 km de Budapeste, é um passeio muito diferente e que te possibilita o contato com um local histórico totalmente preservado, onde é possível encontrar construções residenciais, prédios focados no trabalho agrícola e uma igreja. 

O castelo está situado no topo de uma colina acima da vila, esse foi abandonado durante o Império Otomano, assim como o restante das habitações ao seu redor, com a população se estabelecendo na vila abaixo.

A maior parte das casas da vila eram construídas em madeira, o que fazia com incêndios a atormentasse ao longo dos anos. 

No ano de 1909 um desses incêndios destruiu várias casas, o que fez com que elas passassem a ser construídas no estilo enxaimel, com base de pedras, tradicional do povoado Palóc.

Desde então ela mantém essa arquitetura preservada. 

Caminhar entre as ruas de Hollókő, subir até a colina para apreciar as ruínas do castelo e também a vista da cidade, compõe a lista de passeios imperdíveis para fazer na Hungria. 

Szeged

10254 szeged 1 1

Próxima a fronteira com a Sérvia, Szeged é uma das cidades turísticas da Hungria, sendo também a terceira maior cidade do país. 

Conhecida como “Cidade do Sol”, Szeged está localizada a cerca de 174 km de Budapeste, tendo esse nome devido ao fato de possuir o maior número de dias ensolarados do país durante o ano. 

As atrações dessa cidade são diversas, conta com uma das universidades mais antigas da Hungria, com isso, possui um grande número de estudantes que fazem com que as noites em Szeged sejam bem agitadas. 

Conta ainda com uma arquitetura muito charmosa, repleta de construções antigas como Igrejas e museus. Algumas das suas atrações:

Szegedi Szabadtéri

Esse é um festival de teatro que é realizado ao ar livre durante o verão. É bem famoso e tradicional, já que ocorre há mais de 70anos, atraindo pessoas do mundo todo.

É realizado na Praça Dóm, recebendo mais de 70 mil pessoas durante a duração do evento, que apresenta teatros, danças, ópera, produções musicais, apresentações de prosa, dentre outras atividades. 

Igreja Votiva

Localizada na Praça Dóm Tér, é uma igreja muito bonita, com uma cúpula de 54 metros e torres que atingem 91 metros de altura. Sua construção se iniciou no ano de 1913 e é um prédio muito importante de Szeged. 

Ilha das Bruxas

Uma península que carrega uma história bem assombrosa: em 1728, 13 mulheres foram consideradas bruxas e queimadas em fogueiras nessa ilha. 

Recomendo também caminhar pelas ruas centrais de Szeged, onde você irá encontrar ótimos bares e restaurantes, que servem pratos típicos da culinária húngara. 

Szentendre

10254 szentendre 1 1

Outra das cidades para visitar na Hungria é Szentedre, famosa pelas suas galerias de arte e museus, sendo um destino indispensável para quem quer uma viagem repleta de atividades culturais. 

Assim como muitas das cidades para conhecer na Hungria, a região de Szentendre é habitada há mais de um milênio, e durante meados do ano de 1500 se tornou um grande centro do povo sérvio no país, após o ano de 1700 recebeu imigrantes de outros países, como Grédia, Dalmácia, Eslováquia e Alemanha. 

Essa mistura de culturas acabou criando uma cidade única e muito ávida.

Localizadas às margens do rio Danúbio a cidade com pouco mais de 25 mil habitantes encantada a todos que a visitam, e ao longo dos anos, se tornou uma das cidades turísticas da Hungria mais procurada. 

Alguns pontos turísticos de Szentendre:

Praça Principal

Bem no centro da cidade, você pode apreciar a sua Praça Principal, que é muito bonita, além de aproveitar as diversas lojas, bares e restaurantes localizados ao seu redor. 

Museu dos Doces

Em Szentendre você irá encontrar mais de dez museus, todos muito interessantes e que contam mais da história da Hungria.

Mas esse é um museu diferente e por isso atrai muitos turistas ao longo do ano.

Nele você irá encontrar uma loja de doces que vende uma infinidade de produtos diferentes, além de várias exposições de famosos personagens de desenhos e edifícios criados em chocolate.

Ilha das Aventuras

Aqui você irá encontrar algumas aldeias que refletem a forma típica do povo húngaro que viveu ali há tempos atrás. Consiste em uma ilha de cerca de 31 metros. 

Além desses pontos, gastar algumas horas do seu dia passeando pelas margens do Rio Danúbio irá te deixar relaxado e apresentar uma paisagem encantadora em meio a um cenário romântico. 

Tihany

Vista da cidade de tihany
Vista da Cidade de Tihany

Outra península com forte importância histórica, Tihany é incluída na lista de cidades para conhecer na Hungria tanto por esse motivo quanto pelas belas paisagens que ela apresenta. 

O local está localizado às margens do Lago Balaton, onde o Rei André I mandou construir um mosteiro beneditino no ano de 1055.

O documento onde ele determina a criação do mosteiro e também a sua vontade de ser enterrado no local é o mais antigo na língua húngara que já foi encontrado. 

Tihany também é famoso pelo seu enorme campo de lavanda, assim como o festival inspirado na flor. Confira algumas das atividades para realizar em sua visita:

Mosteiro de Abadia de Tihany

Essa é uma construção histórica imponente e muito instigante. Nela é possível encontrar uma réplica do documento feito pelo Rei André I.

Aqui também esta a cripta do rei, uma construção muito bonita, com três frentes, sendo ela considerada o único cemitério real da Hungria.

Há também pequenas celas e uma igreja que foram esculpidas em rochas pelos monges que viviam ali. 

Museu Etnográfico ao Ar Livre

Nesse complexo de casas você irá encontrar várias construções do século XIX. 

Parque Nacional Balaton

Uma grande área verde localizada ao redor do que era uma cratera de vulcão, no local é possível fazer caminhadas, apreciar a paisagem e chegar a um campo de gêiseres. 

Campo de lavanda

É uma plantação industrial que foi iniciada no ano de 1920 e que acabou se tornando muito importante para a vila de Tihany.

Essa plantação aflora durante os meses de junho e julho, quando é possível curtir o Festival da Lavanda, evento organizado nas margens do Lago Balaton, onde há vários artesões da região vendendo seus produtos. 

Visegrád

Vilarejo de visegrád - hungria
Vilarejo de Visegrád – Hungria

E para terminar a lista de cidades para conhecer na Hungria: Visegrád, o famoso vilarejo que vai te levar diretamente ao período medieval no país. 

Considero Visegrád uma das cidades para conhecer na Hungria realmente indispensável, já que as ruínas do castelo do Rei Matias Corvino e a cidadela ao seu redor são verdadeiramente incríveis e valem muito a viagem. 

Localizada a apenas 43 km de distância de Budapeste, a cidade já foi, há muitos séculos atrás, a capital da Hungria, no entanto, após a divisão do país entre o Império Otomano, Império Habsburgo ela perdeu sua relevância para o cenário nacional. 

Apesar de ser um lugar muito importante para a história do país, Visegrád não é tão procurado pelos turistas que vão até ele, o que é um erro, já que certamente é um local muito agradável e merece estar na sua lista de cidades para visitar na Hungria. 

Tanto as ruínas do castelo medieval como a cidade em si promovem um turismo tranquilo, em meio à natureza e muito atraente. 

A construção do castelo foi iniciada em 1325, às margens do rio Danúbio, e foi nele que ocorreu uma reunião de extrema relevância histórica para a Hungria, quando o rei Carlos I se encontrou com o Rei Casimir III, da Polônia e o Rei da Boêmia para criarem uma estratégia contra o Império Habsburgo. 

As ruas de Visegrád são muito tranquilas e reservam belas construções e bons restaurantes para aproveitar mais da culinária húngara. 

Com isso, finalizo a lista de cidades para conhecer na Hungria, e reitero que mesmo esse país não sendo muito procurado pelos turistas brasileiros quando vão até a Europa, é um local encantador, repleto de muita história e cultura, e que vale muito a viagem. 

Daniel Gualberto
Daniel Gualbertohttps://ficaativoeviaja.com.br
Oi! Sou o Daniel. Sabe, lá em 2019, quando o mundo parecia um pouco louco, criei este blog. Por quê? Para “re-viajar”, mesmo estando parado no mesmo lugar. Maluquice, né? Mas acompanhe comigo. Já imaginou acordar com os pés na areia em uma praia isolada da Tailândia? Ou talvez tropeçar em uma pedra (e em sua própria história) enquanto se perde nas ruelas de Roma? Pois é, viajar não é só uma forma de matar o tempo. É um jeitão de viver, meu amigo! E adivinhe? Não é tão complicado quanto parece.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia Mais

Mais Noticias