O Que Fazer em Buenos Aires Com Chuva: 15 Opções Para Se Divertir

América do Sul Argentina O Que Fazer em Buenos Aires Com Chuva: 15 Opções Para Se...

Ficar durante meses planejando uma viagem e chegar ao destino embaixo de chuva, pode ser uma das maiores frustrações para um viajante, mas se seu destino é a capital portenha, você não precisa se preocupar, pois Buenos Aires é intensamente prazerosa, indiferente da condição climática.

É bem verdade que alguns passeios se tornam mais interessantes com dias calorosos e secos, mas pensando pelo lado positivo, a chuva te proporciona outras oportunidades nesta hermosa cidade e neste desse post vou te apresentar alguns desses passeios que irão te tirar desse marasmo, afinal de contas, Buenos Aires é a capital mais charmosa da América Latina e respira cultura, arte e entretenimento.

É quase impossível listar todas as opções que a cidade oferece, pois assim como São Paulo, a cidade cresce constantemente e não para, e a cada dia surgem novas atrações.

Não sabe o que fazer em Buenos Aires com chuva?

Vem comigo saber sobre os passeios mais interessantes da capital argentina!

Fundação PROA

Fundação PROA
Fundação PROA

Se você acha que após ter passado por El Caminito em La Boca, seu passeio pelo bairro acabou, tenho mais uma dica pra você.

A Fundação PROA é uma espécie de museu e centro cultural, fundada em 1996, bastante jovem para os padrões do bairro.

Mas não se engane, o edifício de três andares, com a fachada metade antiga metade moderna, possui quatro salas de exposições, uma livraria e um auditório multimídia, e tem a intenção de promover artistas de várias vertentes, dos séculos XX e XXI.

E no último andar, você encontra um café/restaurante com uma bela vista para o Rio Riachuelo. A Fundação PROA fica Av. Pedro de Mendoza, e abre de terça a domingo, das 11 às 19h.

A entrada para o café e a livraria é livre, você só paga se for entrar no museu, mas o local tem valores acessíveis.

Uma ótima pedida para fazer em dias de chuva em Buenos Aires, pois na PROA você pode passar uma tarde inteira entre livros, cafés e artes de qualidade. 

Ciudad Cultural Konex

Ciudad Cultural Konex
Ciudad Cultural Konex

Instalado em um antigo galpão que abrigou por muitos anos um depósito de azeite, o Ciudad Cultural Konex (ou também Centro Cultural Konex) entrou de vez para o circuito cultural portenho.

Preservando grande parte da estrutura do antigo galpão – reza a lenda que foi pelo baixo orçamento no início da reforma – e que dá toda identidade ao local, onde a ideia é popularizar e aproximar o acesso da comunidade à cultura, em suas diferentes áreas.

Com nove salas e um espaço externo bem grande, o CCKonex oferece apresentações teatrais, dança, cinema, design, desfiles de moda, exposições fotográficas e artísticas e shows musicais de diversos segmentos.

O mais famoso show em cartaz permanente há mais de dez anos é La Bomba de Tiempo, onde vários percussionistas tocam os tambores e agitam os espectadores.

O show é realizado toda segunda, a partir das 20h, e acontece abaixo de chuva, quando mesmo assim, a plateia lota!

Mas se você preferir não se molhar vale a pena conferir a programação do CCKonex nas redes sociais, e escolher um dos inúmeros eventos são oferecidos, sempre com valores de ingressos bem acessíveis, mas é interessante comprá-los antecipadamente pelo site, pois quase sempre há filas.

Programa perfeito se você ainda não sabe o que fazer em Buenos Aires com chuva ou se apenas procura um programa alternativo e cheio de cultura na cidade.

O Ciudad Cultural Konex fica na Rua Sarmiento, 3131, Bairro del Abasto, e tem fácil acesso tanto por ônibus quanto por metro.

La Usina del Arte

La Usina del Arte
La Usina del Arte

Mais um local muito interessante e que foge do convencional no Bairro La Boca. La Usina del Arte é um centro cultural multidisciplinar, onde acontecem exposições artísticas, shows de tango e apresentações de orquestras.

Aliás, foi pensando nesse tipo de apresentação, que a Sala Sinfônica foi reformada, hoje tendo capacidade para mais de mil pessoas e com uma acústica que faz inveja aos melhores teatros.

O prédio que abriga o centro cultural foi uma antiga usina de energia elétrica (daí seu nome) e funcionou até os anos 90.

Além de toda a diversidade e riqueza cultural oferecida, é possível conhecer um pouco da história do local, através das suas visitas guiadas gratuitas, que acontecem nos fins de semanas e feriados.

Ali se encontra a mistura de história e atualidade, pois o edifício tem uma arquitetura muito bonita e interessante, e após a reforma para abrigar o centro cultural, seu interior ganhou salas modernas e contemporâneas.

Se você estiver no Bairro La Boca e a chuva cair em Buenos Aires, já sabe para onde correr.

La Usina del Arte fica na Augustín R. Caffarena, e você pode conferir a programação da casa pelas redes sociais.

The Break Club

The Break Club
The Break Club

Se você fica chateado ou frustrado porque não sabe o que fazer em um dia de chuva em Buenos Aires, o The Break Club é escolha certeira.

Com esse nome bem sugestivo, a casa oferece uma experiência única, que até para os viajantes mais experientes é algo incomum de se encontrar. O clube iniciou em 2012, e desde sua inauguração coleciona admiradores e frequentadores assíduos.

A proposta da casa é quebrar tudo (com limites, é claro) e você ainda pode escolher a melhor música para esse momento, além de poder registrar tudo em vídeo.

Funciona assim: você escolhe um combo do que quer destruir, pode ser televisores de tubo ou plasma, computadores e garrafas (muitas garrafas!), e a sua ferramenta vai ser um taco de beisebol – além da devida proteção para que você possa desfrutar desse momento com a devida segurança.

Os valores dos combos são acessíveis, claro que dependendo do que deseja destruir, o pacote mais econômico sai em torno de R$40 por pessoa e da direito a 30 garrafas.

Mas se deseja algo mais intenso, o pacote mais caro que dá direito a uma tv de plasma e 40 garrafas e sai por R$150.

Ao todo são seis opções de combos, e se quiser levar uma fotografia de alguém que te desperta sentimentos indesejados, eles oferecem um porta-retratos para você colocá-la e destruir.

O ambiente é underground e faz certa alusão ao filme “Clube da Luta”, e além da quebradeira dentro de uma sala específica para isso, o espaço também é um bar muito legal, seja para descontar sua frustração ou se simplesmente busca um lugar descolado para tomar uma gelada.

Você só consegue participar da brincadeira se fizer uma reserva antecipada, com no mínimo dois dias durante a semana e três nos finais de semana, que podem ser feitas através do whatsapp +54 11 3228-3353 ou pelo e-mail reservas@thebreakclub.com.

O bar abre das 16h às 22h, de quarta a domingo, e fica na Rua Moldes, 673, Bairro Colegiales.

As maravilhas arquitetônicas e culturais de Buenos Aires

Caminhar pelas ruas da cidade, principalmente na parte central é um deleite para quem gosta de apreciar construções históricas e com fachadas que são verdadeiras obras de arte.

Até mesmo os leigos nessa área como eu, se impressionam, pois a beleza arquitetônica da cidade é fascinante, porém um dia chuvoso pode não parecer ser a melhor opção.

Mas não desanime, pois muitos desses monumentos estão abertos para visitação e você estará abrigado da chuva.

Assim como suas belezas arquitetônicas, a capital argentina é referência em arte e cultura (a nível mundial!), e se você ainda não sabe o que fazer em Buenos Aires com chuva, essas dicas vão te ajudar a montar um roteiro bem interessante!

Palácio Barolo

Palácio Barolo
Palácio Barolo

Com uma arquitetura imponente e rica em detalhes, o Palácio Barolo é um dos (se não o mais) lindo edifício da capital Argentina e é sem dúvida um dos passeios mais encantadores para fazer em Buenos Aires nos dias de chuva.

O edifício foi construído em 1923, a pedido do empresário argentino Luís Barolo, e a sua intenção com esse monumento arquitetônico era guardar e proteger as obras do intelectual italiano Danti Alighieri – que entre suas obras primas está o famoso livro A Divina Comédia.

O receio de Barolo é que uma guerra ainda mais intensa do que foi a Primeira Guerra Mundial (que durou até 1918) pudesse reduzir as obras às cinzas.

Apesar de nunca ter concretizado o seu sonho, o legado é uma obra de arte arquitetônica. O projeto foi idealizado pelo arquiteto italiano Mario Palanti, que seguiu a risca os desejos de Luis Barolo.

O edifício já foi o mais alto de Buenos Aires, com 100 metros de altura e 22 pavimentos, e possui muitas referências da arquitetura européia da época – como neo romântico e neogótico – e a principal delas é justamente o livro A Divina Comédia.

Um bom exemplo é o fato da construção ser divida em três partes: inferno, purgatório e o céu.

Em 1997 o edifício foi tombado como patrimônio histórico, hoje funciona como um centro comercial e está aberto para visitas guiadas, que custam R$40 (abril/20) e duram em torno de 1h30. As explicações são feitas em espanhol e inglês e rolam de segunda a sábado, das 9h às 20h.

As reservas são feitas pelo e-mail info@palaciobarolotours.com ou pelo whatsapp +54 911 6915 2385, ou se quiser mais informações acesse o site oficial.

Outro detalhe interessante de visitar o Palácio Barolo é conhecer o Bar 1923 que fica no 16° andar, um lugar aconchegante e cheio de charme onde servem panini (um tipo de pão com recheio), além de cervejas, drinks e sucos.

Palácio Piccaluga

Palácio Piccaluga
Palácio Piccaluga

Outra jóia arquitetônica de Buenos Aires, dessa vez localizado no Bairro Recoleta, na Rua Marcelo T. de Alvear, 1560.

O edifício não é tão imponente quanto o Palácio Barolo, porém seu status histórico é de suma importância na memória portenha, sendo uma ótima opção de distração nos dias de chuva em Buenos Aires.

Construído no início do século XX, sua arquitetura é inspirada nas construções francesas conhecidas como petit hotel, que eram as residências dos aristocratas e burgueses europeus.

Francisco Piccaluga é o nome do empresário italiano que se mudou para Argentina com sua família, foi quem idealizou (e bancou) a construção do palácio, e era proprietário de uma importante empresa do ramo têxtil e um dos principais produtores de algodão do país no início do século XX.

O arquiteto italiano Domingo Donati foi quem projetou a construção, são 2 mil metros quadrados cobertos de puro luxo e bom gosto.

Além de um lindo jardim, seu interior é fascinante, com muitos vitrais originais da época, escadas com mármore e corrimãos de ferro, lustres de cristais, entre outros requintes que serviam basicamente para demonstrar o poder da Família Piccaluga.

Hoje o espaço é usado para eventos e também visitas guiadas, as quais são realizadas mediante a reserva, feitas através do e-mail visitas@palaciopiccaluga.com, também pelo telefone (54 11) 5217-6405 ou através do site oficial do Palácio.

Há opções durante o dia e a noite, ambas duram em torno de 90 minutos e custam cerca de R$20 (abril/20). A visitação inclui degustação de doces, queijos e vinhos no jardim, além de uma apresentação musica instrumental no salão principal.

Os horários de visita durante o dia são 15h e às 17h e a noite às 20h.

Ofertas para ficar em Buenos Aires

Booking.com

Teatro Colón

Teatro Colón
Teatro Colón

Visitar esse centenário e lindíssimo teatro é opção certeira para fazer em Buenos Aires com chuva!

O edifício inaugurado em 1908 tem uma arquitetura belíssima e uma acústica perfeita, um dos motivos que o colocam entre os cinco melhores teatros do mundo.

Você pode optar por assistir alguma apresentação de ópera ou teatro realizadas lá – que infelizmente não têm valores tão acessíveis – ou fazer uma visita guiada e conhecer seu interior, suas salas e sua história.

As visitas acontecem diariamente, inclusive nos domingos e feriados, das 9 às 17h, com saída a cada quinze minutos, com grupos em espanhol e inglês (confira antes o idioma que será sua visita) e se você conseguir encaixar no seu passeio, pode realizar a visita no horário de alguma apresentação, o que será um plus inesquecível.

O Teatro Colón fica bem no coração de Buenos Aires, na Rua Cerrito, 628, bem próximo ao Obelisco. 

Café com torta

Tendo passado por outras cidades argentinas além de Buenos Aires, aprendi que os nossos hermanos não são referência na produção e no consumo de café.

Se você estiver em um hostel, por exemplo, e decidir ir ao supermercado e comprar um café para passar, vai certamente se decepcionar com o sabor, a não ser que dê sorte de encontrar um café tupiniquim ou colombiano.

Mas não se preocupe, se o seu programa favorito em dias chuvosos, assim como o meu, é tomar um café com torta em Buenos Aires você terá sorte.

Diferente de qualquer outro lugar do país, a cidade tem a maior distribuição de panaderias e confiterías por metro quadrado da Argentina e talvez da América Latina. Os doces e massas argentinos são deliciosos e inesquecíveis.

Em qualquer confeitaria que entrar, ou padaria – na Argentina costumam ser dois negócios diferentes – você certamente vai se deliciar com os sabores e a qualidade.

Mas a intenção aqui é facilitar a sua busca nesse “mar” de delícias, que ficam perfeitos quando o café está à altura.

Selecionei alguns cafés que são muito requisitados da capital argentina, deixando seu dia de chuva em Buenos Aires muito mais saboroso.

Café Tortoni

Café Tortoni
Café Tortoni

É praticamente um monumento da cidade com mais de 150 anos de história. Além da gastronomia deliciosa (uma dica é começar pelo churros) o espaço é encantador e é um dos que tem o melhor custo-benefício, porém dependendo do dia e horário chega a ter fila.

O Café Tortoni fica na Avenida de Mayo, 825 e fica aberto das 8h à 1h.

Café Havanna

Café Havanna
Café Havanna

Se um dos seus objetivos em conhecer a capital argentina é experimentar um legítimo alfajor argentino, o Café Havanna pode ser uma ótima escolha.

Além de poder adquirir o famoso doce, você desfruta de um ambiente aconchegante e de um café excepcional.

Existem mais de vinte unidades Havanna espalhadas pela cidade, então sugiro escolher a que esteja mais próxima a sua hospedagem, pois a qualidade dos produtos será a mesma e o transporte ficará mais fácil.

Fique atento também aos horários de abertura e fechamento de cada café, que pode mudar um pouco dependo da unidade. 

Confitería Las Violetas

Confitería Las Violetas
Confitería Las Violetas

Nesse café, você já se encanta aos entrar: belos vitrais e uma ainda mais bela (e apetitosa) vitrine de doces.

A Confitería Las Violetas está um pouco fora do roteiro turístico, na Av. Rivadavia, 3899, Bairro Almagro, por isso lá você encontra mais moradores locais do que turistas.

Quer uma dica perfeita para o que fazer em Buenos Aires com chuva?

Vá ao Las Violetas e confira o menu de  chá da tarde da casa, e surpreenda-se com a qualidade e quantidade, vá com bastante apetite.

Apesar de estar um pouco distante do Centro, você pode chegar lá facilmente de metrô, pela linha A, a mais antiga da América do Sul.

Café La Biela

Você está saindo do histórico do Cemitério da Recoleta, começa a chuva em Buenos Aires e você não sabe o que fazer?

O Café La Biela é uma ótima escolha para comer uma deliciosa merienda e fugir da chuva.

O café é mesmo um lugar muito procurado pelos turistas, mas deixa seu passeio pelo bairro ainda mais completo.

A dica aqui é provar o cortado (café com um pouquinho de leite) e a meia lua (seria parecida com um croissant).

O La Café Biela abre diariamente das 7 às 2h da madrugada. 

Café San Bernardo

Nesse café, sua tarde de chuva em Buenos Aires vai ser muito mais divertida! Além de ser um local muito tradicional na cidade, o local oferece, além de suas delícias, uma sala de jogos com sinuca, dominó, cartas e outros jogos de mesa.

O Café San Bernardo fica na famosa Av. Corrientes, 5436, e abre das 9 às 5h da manhã.

Por último, mas não menos importante

A cidade de Buenos Aires já foi eleita como a Capital do Livro pela Unesco, e como vimos nesse post o que fazer de graça em Buenos Aires, além de maravilhosa livraria El Ateneo Grand Esplendid, a cidade possui centenas de livrarias, concentradas principalmente na Av. Corrientes, uma boa pedida se você ainda está em dúvida sobre o que fazer em Buenos Aires com chuva, afinal ali elas estão bem próximas e você não precisa se molhar!

Nesse post tivemos uma amostra dos cafés mais requisitados e imperdíveis da cidade, mas as opções são inúmeras, e se você quer fugir da chuva e de locais muito turísticos, vale a pena conferir se não há um café próximo do seu local de hospedagem, assim você pode curtir uma tarde chuvosa e tranquila em Buenos Aires, além de provar os deliciosos cafés, claro.

A capital argentina tem o clima subtropical úmido, ou seja, não vai ser tão difícil assim a chuva aparecer nos dias que você estiver visitando a cidade.

Porém se você quiser evitar mesmo a chuva, vá para Buenos Aires no mês de maio, que é o menos chuvoso.

Já os meses de outubro a março, são os que têm maior incidência de chuva na cidade.

Apesar de ser uma metrópole, se locomover em Buenos Aires não é tão complicado. Muitos dos pontos turísticos ficam próximos às estações de Subte, o metrô portenho.

Mas você pode utilizar também os táxis, que tem aos montes pelas ruas da cidade, ou ainda transportes como Uber, é só desativar o pagamento com cartão e ativar a opção pagar em dinheiro, assim você foge das altas taxas do cartão de crédito.

A moeda argentina é o Peso Argentina, ainda continua desvalorizada se comparada ao nosso Real, por isso é interessante pagar com o Peso, já que por enquanto está nos sendo vantajoso.

Mas não se esqueça de sempre perguntar o valor dos itens que deseja comprar, como toda cidade acostumada a receber turistas, há lugares em que o preço para estrangeiros é outro. 

Esteja sempre com uma capa ou guarda chuva na mochila, em Buenos Aires o clima pode mudar repentinamente, e boa viagem!

Planeje aqui sua viagem para Buenos Aires

Após um turbilhão de informações no decorrer desse post, vou te dar a última dica: Em viagem, tempo é dinheiro. Esse ditado pode parecer comum, mas te garanto que nunca fez tanto sentido. Para economizar seu tempo, agrupei todos os sites que sempre utilizo em minhas viagens, Fica Ativo e Planeje-se.

Para planejar uma viagem, começo sempre pela hospedagem. Se for um passeio onde quero aproveitar todas as experiências da cidade, prefiro o Booking, mas quando é uma viagem em família já corro atrás mesmo é do AirBnb.

É tão recomendável que chega a ser obrigatório. O seguro viagem tem muitos pontos positivos, mas o principal para mim são os cuidados relativos à saúde assim como a cobertura em caso de acidentes, bagagem extraviada, entre outros. Para a cotação eu utilizo o Seguros Promo, ele tem a opção de forma de pagamento no cartão de crédito em até 12 vezes ou no boleto bancário.

#FicaAtivoNoCupom: até o dia 18/11/2020 o Seguros Promo está com uma promoção única de 15% de desconto em todos os planos de seguro viagem usando o cupom BNOVEMBER. Ah! E pagando via boleto bancário você tem mais 5% de desconto.

Tenho certeza que você não está lembrando de um detalhe, mas America Chip e eu temos a obrigação de te alertar. Ao chegar ao seu destino será necessário chamar um UBER, para isso a America Chip se faz presente com conexão de internet ilimitada em mais de 130 países pelo mundo. #FicaAtivoNoCupom: Utilizando o cupom FICAATIVO você ganha 5% OFF!

Experiência única e exclusiva, sua viagem dificilmente vai ser igual de outro viajante. O aluguel de carro garante essa oportunidade incrível. Através da RentCars, você consegue comparar preços entre as 37 locadoras ao redor da Argentina.

Para evitar os famosos perrengue chique, eu prefiro fechar todos os meus passeios com antecedência, reservando eles pela nossa parceira GetYourGuide.

O momento em que vou bater o martelo da data da próxima viagem, utilizo o site que encontro os melhores preços e promoções de passagens áreas: Passagens Promo.

A Resolvvi te ajuda a solucionar problemas de voos atrasados, cancelados, overbooking ou perda de conexão. Você só precisa contratá-la quando de fato passar pelo perrengue e só paga se ganhar a ação. Até o momento não tive problema em minhas viagens nesse sentido, mas é sempre bom Ficar Ativo caso isso aconteça.

Buenos Aires 2016 4K

Daniel Gualberto
O desejo de poder sempre viajar e compartilhar minhas dicas com a maior quantidade de pessoas, me levou a entrar no mundo dos blogs e mídias sociais, e um dia ter o Fica Ativo e Viaja (#FAV) como um das mais respeitadas referência em blog de viagens do Brasil.

Post relacionados

Daniel Gualberto

O desejo de poder sempre viajar e compartilhar minhas dicas com a maior quantidade de pessoa!

16FansLike
176FollowersFollow
40FollowersFollow
- Propaganda -
- Propaganda -
- Propaganda -
- Propaganda -

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.