Pontos Turísticos de Aracaju: 24 principais lugares para visitar

DestinoBrasilPontos Turísticos de Aracaju: 24 principais lugares para visitar

Uma cidade paradisíaca, com todo o conforto e tranquilidade que você sonha. Assim é Aracaju, a capital de Sergipe. Considerada a menor das capitais nordestinas e uma das menores do Brasil, a cidade conta com uma variedade de atrações digna de uma metrópole. Não acredita? Para provar, segue abaixo os 23 pontos turísticos de Aracaju mais incríveis, para você curtir de montão a capital sergipana.

Aracaju é uma cidade que aposta na qualidade de vida. Possui uma infraestrutura de dar inveja a muita capital brasileira, e brinda seus moradores e visitantes com parques, áreas de lazer, limpeza e organização.

Apesar disso, Aracaju não é um destino super turístico, como suas vizinhas do Nordeste. Pode-se dizer que, se o Nordeste brasileiro é uma região muito disputada, Sergipe é um refúgio, que permanece pouco visitado.

Isso faz com que Aracaju seja uma cidade bem tranquila. Ainda mantém um pouco daquele clima de cidade do interior, onde o tempo parece passar mais devagar.

Aqui, você vai poder ver as mais belas atrações sem ficar se acotovelando numa multidão de turistas.

Outra vantagem é que isso faz com que os preços na cidade sejam bem mais em conta do que em outras capitais do Nordeste.

Num rápido passeio pela cidade, no entanto, é possível ver o tanto de atrações novas que surgem a cada ano. A infraestrutura turística só cresce.

A cidade, que já era sinônimo de bem estar e qualidade de vida para seus moradores, se adequa para fornecer muito conforto para o número de turistas cada vez maior. Sim, ainda que Aracaju não seja um destino muito popular, essa realidade vem mudando rapidamente.

Cada vez mais turistas descobrem os encantos dessa cidade. Então, se você quer curtir uma Aracaju tranquila, com cara de cidade do interior, não perca tempo. A hora é agora.

É uma cidade tranquila, mas não se engane. Quem num primeiro momento vê essa cidade comportadinha, muito bem organizada, com cara de cidade pequena, não imagina a energia dela.

Aqui, o som tranquilo das ondas se mistura com o som animado das sanfonas, e o forró corre solto pelas ruas. E sem hora para acabar: em alguns pontos da cidade, que veremos abaixo, o baile vai até altas horas da noite.

É uma festa para os olhos também: o artesanato da região, uma das mais belas manifestações artísticas do estado, oferece um show de cores e de texturas. Aracaju é uma cidade vibrante, cheia de vida, de energia. 

Vamos então conhecer os pontos turísticos de Aracaju, para você ver que aqui você descansa, relaxa e desestressa, mas também curte a noite e se diverte para valer.

 1.  Praia de Atalaia

Orla da Praia de Atalaia

A primeira coisa a se fazer na cidade é visitar a Praia de Atalaia, sem dúvida o mais famoso de todos os pontos turísticos de Aracaju.

E, além da praia, que por si só já seria suficiente, os bairros dessa região, Atalaia e Coroa do Meio, concentram vários outros pontos turísticos, fazendo dessa uma das regiões mais visitadas da cidade.

Essa região fica entre o mar e os mangues, entre os rios Sergipe e Poxim, formando uma paisagem repleta de água e de vegetação. Vou falar primeiro da praia, e depois vamos explorar essa região de grande beleza natural.

A Praia de Atalaia é a mais famosa de Aracaju. São 5 quilômetros de extensão, banhada por um mar relativamente calmo, ótimo para banhos. Apesar de ser a praia mais famosa da cidade, não é muito cheia.

Em alguns pontos, fica quase vazia. Por isso, você pode curtir a praia mais central da cidade, com uma infraestrutura turística ótima, como se fosse uma praia quase deserta.

A faixa de areia é bastante larga, e em alguns pontos possui muitos coqueiros, dando toda aquela ambientação tropical, tão esperada quando se pensa em praias nordestinas.

A Praia de Atalaia possui uma ótima estrutura turística. Conta com pistas para a prática de exercícios físicos, ciclovias, quadras esportivas, parquinhos e até mesmo um kartódromo.

Se você estiver com seus filhos, eles vão adorar o Mundo Maravilhoso da Criança, um parque de diversão incrível. Mas talvez a maior atração da praia seja os Arcos de Atalaia, uma escultura que virou símbolo da cidade.

Perto dos Arcos, fica o letreiro com o nome da cidade. Se você ama Aracaju (e com certeza vai amar) não pode deixar por nada de tirar uma foto na frente do letreiro e dos Arcos de Atalaia, dois dos principais símbolos da cidade.

CLIQUE AQUI para agendar o City Tour Em Aracaju

 2.  Passarela do Caranguejo

Passarela do Caranguejo

A Passarela do Caranguejo é um trecho, mais ao sul, da orla de Atalaia. Nesse lugar, se encontram alguns dos principais restaurantes da cidade, todos especializados na mais típica gastronomia do estado.

Os pratos principais, é claro, são os frutos do mar. É muito fácil encontrar a Passarela, uma vez que, logo na entrada, há uma enorme escultura de um caranguejo.

Os restaurantes da Passarela do Caranguejo seguem aquele estilo bem despojado. Não espere glamour por aqui: muito movimento e muito forró (nos fins de semana há música ao vivo), mas os pratos servidos aqui estão entre os melhores da capital sergipana. E, é claro, tudo acompanhado com deslumbrantes vistas do mar e da praia de Atalaia.

Aqui, o clima de festa não tem hora para acabar. A Passarela do Caranguejo é uma das principais zonas boêmias da cidade e um dos melhores lugares para curtir a noite. A vida boêmia em Aracaju é diferente.

Nada de discotecas, música eletrônica, coisas assim. Se você quer uma noite legitimamente Aracajuana, você vai se embalar ao som do legítimo forró pé de serra.

Para isso, o estabelecimento mais indicado na Passarela do Caranguejo é a Casa de Forró Cariri, um misto de casa de baile e restaurante, onde você vai comer pratos deliciosos, dançar e, acima de tudo, se divertir.

Melhores ofertas: Hoteis e Pousadas em Aracaju

 3.  Feira do Turista

Feira do Turista

Não é novidade que uma das marcas do Nordeste é o artesanato. E em Sergipe, é claro, não poderia ser diferente.

Quando você estiver na orla de Atalaia, não pode deixar de conferir a Feira do Turista. Nela, você encontra o tradicional artesanato sergipano: rendas, tecidos, bordados, acessórios, chapéus, roupas de banho, pinturas, esculturas e muito mais.

Aqui, você vai se encantar com a criatividade sem fim dos artesãos e a beleza de suas criações. É tudo muito colorido, muito festivo, cheio de vida.

Visitar essas feiras de Aracaju é uma ótima oportunidade para comprar lembrancinhas da cidade, para você e para todos os amigos e familiares.

A Feira do Turista abre no fim da tarde e funciona durante a noite. Nos fins de semana, como não podia deixar de ser, há apresentações de forró ao vivo.

 4.  Oceanário TAMAR

Oceanário TAMAR

Também na orla de Atalaia, fica outro dos mais importantes pontos turísticos de Aracaju, o Oceanário do Projeto TAMAR. Primeiro oceanário de Sergipe e um dos primeiros do Brasil, foi aberto em 2002.

Com dezenas de espécies de peixes e outros animais aquáticos, por aqui você vai conhecer melhor a fauna típica de Sergipe. Com animais marinhos e de água doce, especialmente do Rio São Francisco, o Oceanário de Aracaju garante momentos de diversão e muita aprendizagem.

O TAMAR conta com 18 aquários, cada um dedicado a uma espécie ou grupos de espécies diferentes. O maior deles, que é a principal atração do oceanário, abriga tubarões-lixa, uma espécie que pode alcançar até meia tonelada e aproximadamente quatro metros de comprimento.

Outras espécies também são destaque no oceanário, como as tartarugas, as arraias e inúmeros tipos de peixe de todos os tipos que você imaginar.

O Projeto TAMAR é também um espaço de pesquisa e de preservação dos ecossistemas marinhos e fluviais. Ao ver os lindos animais que habitam as águas, seus visitantes saem mais conscientizados sobre a importância de preservar esses espaços.

O oceanário é particularmente interessante para crianças, mas não deixa de ser uma visita legal para todas as idades. Localiza-se numa curiosa construção em forma de tartaruga, que chama a atenção na paisagem de Atalaia.

A entrada custa R$ 24.

 5. Parque dos Cajueiros

Parque dos Cajueiros

Às margens do Rio Poxim fica o Parque dos Cajueiros, um dos mais visitados da cidade. Por ficar a apenas alguns minutos ao norte da Orla de Atalaia, esse parque é muito frequentado por turistas.

O parque foi reinaugurado em 2012, contando com uma moderna infraestrutura para esportes e lazer.

O espaço conta com quadras esportivas diversas, pistas, ciclovias, academias ao ar livre e parquinhos para as crianças. Mas o rio Poxim é o que rouba a cena no parque.

No rio, é possível praticar esportes aquáticos, como canoagem e remo, por exemplo. E, ainda nas margens do rio, há um deck de observação com uma linda vista para as águas calmas do Poxim e para a verde paisagem circundante.

O parque homenageia a fruta que dá nome à cidade. Aracaju significa, em tupi, “cajueiro das araras”, ou “caju das araras”.

A melhor forma de explorar um novo destino é com a liberdade total!

Faça um cotação na RentalCars, a maior empresa de comparação de Aluguel de Carro, além de você poder pagar em 12 vezes sem juros.

Reserve Agora!!

 6.  Parque da Sementeira

O Parque da Sementeira fica pertinho do Parque dos Cajueiros, e é considerado um dos principais pontos turísticos de Aracaju. O parque tem muito verde e é um dos recantos mais sossegados da capital sergipana.

Conta com dezenas de árvores de espécies diferentes, áreas gramadas para relaxar, pistas de corrida, ciclovias e parquinho para as crianças. Isso sem falar do lago com pedalinhos, que é muito bem vindo nos dias quentes.

E, se você quer lindas fotos da cidade, o Parque da Sementeira é o lugar perfeito. Primeiro, porque o parque é lindo e super bem cuidado.

E, segundo, porque daqui é possível ter uma vista incrível do skyline da cidade, com os prédios da região sendo emoldurados pelo verde do parque.

 7.  Calçadão da Praia Formosa

Calçadão da Praia Formosa

Perto de onde o Rio Poxim encontra o Rio Sergipe há uma praia, chamada Praia Formosa. Essa praia não é adequada para o banho, mas a paisagem é tão bonita que não podia simplesmente ser deixada de lado.

E, para isso, a prefeitura de Aracaju construiu o Calçadão da Praia Formosa, em 2016. O Calçadão conta com uma infraestrutura muito boa, com pistas de corrida, ciclovias, parquinho, bancos e quiosques.

Desde sua inauguração, se transformou num ponto de lazer para os moradores e um dos pontos turísticos de Aracaju mais visitados.

Tudo isso emoldurado por uma vista dos rios Sergipe e Poxim de tirar o fôlego. O Calçadão da Praia Formosa fica alguns minutos ao norte do Parque da Sementeira.

 8. Museu da Gente Sergipana

Museu da Gente Sergipana

Se você subir um pouco mais em direção ao norte, vai chegar ao centro histórico de Sergipe. Depois da região de Atalaia, o centro histórico é a segunda região mais visitada da cidade. Aqui você vai conhecer casarões antigos, monumentos históricos e alguns museus bem legais.

O museu mais famoso de Aracaju e um dos mais famosos do Brasil fica aqui, no centro histórico: o Museu da Gente Sergipana. Esse museu é uma verdadeira homenagem à cultura de Sergipe.

Ao visitá-lo, você vai conhecer um pouco mais da arte, da linguagem, dos modos de vida e dos biomas do estado.

Bom, tudo isso poderia estar presente num museu normal, como qualquer outro. Mas o que faz do Museu da Gente Sergipana um lugar tão legal é a sua interatividade. 

O museu conta com muitas instalações multimídia, onde você pode aprender se divertindo. Por exemplo, há uma feira virtual, em que, além de você conhecer os produtos típicos do estado, você pode conversar com o feirante (também virtual).

Nas instalações de repente e sobre cordel, você pode fazer sua própria poesia e disponibilizá-la para todo mundo através das redes sociais do museu.

Há também instalações sobre os biomas do estado, sobre a culinária regional, sobre as expressões de linguagem e muitos outros temas, tudo seguindo a proposta de interatividade que é a marca registrada desse museu.

O Museu da Gente Sergipana é um dos pontos turísticos de Aracaju mais visitados. É considerado um dos museus mais importantes do Brasil.

O trabalho de curadoria é impecável, e sua infraestrutura é fantástica, mesmo localizado num prédio do início do século XX.

Por sua pegada interativa, o Museu da Gente Sergipana encanta sobretudo as crianças. Mas por ser um ambiente lúdico e super divertido, todos da família vão adorar.

A entrada é gratuita. Ônibus – linhas 003 e 007.

CLIQUE AQUI para agendar o City Tour Cultural Em Aracaju Com Museu da Gente Sergipana

 9.  Largo da Gente Sergipana

Largo da Gente Sergipana

Na frente do Museu da Gente Sergipana fica o Largo de mesmo nome. É composto por um trecho da orla do Rio Sergipe, uma espécie de píer, onde foram instaladas oito esculturas.

Representam festas típicas, danças e manifestações culturais de Sergipe, como por exemplo o reisado e a festa de lambe-sujos e caboclinhos.

As esculturas, muito bonitas e coloridas, integram de uma forma muito harmônica a paisagem do rio e do centro histórico da cidade.

São muito fotogênicas e sem dúvida merecem uma visita. A instalação urbana foi inaugurada em 2018, e desde então se tornou um dos mais procurados pontos turísticos de Aracaju.

 10. Praça Olímpio Campos

Praça Olímpio Campos

Se tem um lugar em Aracaju que pode ser considerado mesmo o centro, esse lugar é a Praça Olímpio Campos. Fica na região do centro histórico da cidade, um pouco ao norte do Museu da Gente Sergipana.

É uma das regiões mais antigas da cidade e, a princípio, essa região era a sede do poder político. No entanto, apesar de ser o centro do centro, essa praça tem um clima de interior, um ar de cidade pequena.

O que traz esse clima bucólico de cidadezinha do interior é a mistura entre natureza e arquitetura antiga. A praça possui muitas árvores, o que é sempre muito bem vindo no calor de Aracaju.

Ao seu redor, há diversas construções antigas, que trazem um clima nostálgico. No centro da praça, no meio das árvores, fica a imponente Catedral Metropolitana, construída em 1862.

Principal templo católico da cidade, a Catedral, construída em estilo neogótico, chama a atenção por suas altas torres pontiagudas e a beleza de sua fachada.

Não perca tempo e evite filas da rodoviária!
Compre online sua passagem de ônibus para qualquer lugar do Brasil.

Reserve na ClickBus

 11.  Museu do Artesanato de Sergipe

Bem na praça Olímpio Campos, no prédio onde antes funcionava a Escola Normal, fica o Museu do Artesanato, um dos mais interessantes pontos turísticos de Aracaju.

Nesse museu, você vai apreciar diferentes tipos de artesanato, como os tecidos e bordados, as tradicionais esculturas de barro e as de madeira, cestaria, objetos de decoração e muito mais.

Uma das marcas dos artesãos de Sergipe é trabalhar com materiais encontrados na natureza. Em suas mãos, o barro, a madeira, a palha e outros elementos se transformam em verdadeiras obras de arte.

Você não precisa se contentar em apenas ver a exposição não. Anexo ao museu tem algumas lojinhas que vendem artesanato, o que é uma ótima oportunidade para você levar um pouquinho do museu e um pouquinho do estado para sua casa.

Ao comprar essas obras, você contribui com a renda dos artesãos e valoriza esse trabalho que, além de lindo, faz parte da história dessa região. 

A visita ao Museu do Artesanato é gratuita.

 12. Palácio Olímpio Campos

Palácio Olímpio Campos

Um dos mais interessantes pontos turísticos de Aracaju, o Palácio Olímpio Campos fica pertinho da praça de mesmo nome.

Esse nome é uma homenagem a Olímpio de Sousa Campos, um religioso e jornalista sergipano, que ficou conhecido sobretudo por sua carreira política.

Olímpio Campos exerceu cargos de deputado, senador e, de 1899 a 1902, foi governador de Sergipe. O palácio que leva seu nome sediou, por mais de um século, o governo do estado.

O Palácio Olímpio Campos foi construído por volta de 1860. É uma construção de muito luxo, em estilo neoclássico. Foi sede do governo estadual até 1995 e, em 2010, tornou-se um museu.

Aqui, você vai poder conhecer o palácio por dentro, e se surpreender com a beleza da construção. Verá também objetos do século XIX, que compunham a mobília e a decoração original.

No decorrer da visita, vai também conhecer os aposentos que eram ocupados pelos governadores, bem como as salas onde decisões importantes foram tomadas.

Considerado parte do patrimônio da cidade, o Palácio Olímpio Campos é uma parada obrigatória. É um dos mais tradicionais pontos turísticos de Aracaju, e fica muito bem localizado.

A oeste do palácio fica, como eu já te mostrei, a Praça Olímpio Campos. A leste, como vou te mostrar abaixo, fica a Ponte do Imperador e, um dos personagens principais da cidade, o Rio Sergipe.

A entrada é gratuita.

 13.  Ponte do Imperador Dom Pedro II

Ponte do Imperador Dom Pedro II

A Ponte do Imperador é um dos principais marcos do centro histórico de Aracaju. Apesar do nome, não é uma ponte, e sim um píer, que foi construído originalmente para receber o imperador Dom Pedro II.

Foi construída em 1860, e era feita de madeira. Depois, foi reconstruída em metal e vidro. Só em 1920 ganhou sua aparência atual, sendo refeita em cimento. 

A Ponte do Imperador é composta, na entrada, por duas grandes colunas, em cima das quais há duas esculturas homenageando os povos indígenas. Atravessando essa entrada triunfal, do fim do píer, é possível ter vistas belíssimas do Rio Sergipe.

 14.  Mercados Municipais

Sim, Mercados Municipais, no plural. Os Aracajuanos gostam tanto de um mercado que não se contentaram com apenas um, fizeram logo três. E os três ficam um ao lado do outro, formando um complexo de mercados que vende de absolutamente tudo. 

O primeiro mercado é o Antônio Franco, especializado em artesanato. Por aqui, você vai encontrar as mais belas criações dos artesãos da cidade.

São utensílios para a cozinha, como panos de prato e toalhas, bonecas, bordados, esculturas, cestos e mais uma grande diversidade de produtos artesanais, todos naquele encantador estilo hiper colorido típico do Nordeste.

Além disso, por aqui você encontra roupas e as tradicionais sandálias de cangaceiro. Os cordéis também roubam a cena por aqui. Considerado um patrimônio cultural de Sergipe, a literatura de cordel é um símbolo de Aracaju.

No mercado Antônio Franco, você encontra diversas bancas expondo os livrinhos pendurados num varal. São bastante acessíveis e muito agradáveis de ler; vale a pena comprar vários.

Para completar, no Antônio Franco você ainda encontra vários restaurantes. O mais famoso deles, o Caçarola, já virou quase um símbolo da cidade. Nesse e nos outros você poderá fazer suas refeições com uma impagável vista do Rio Sergipe.

Os dois outros mercados são o Thales Ferraz e o Albano Franco. No primeiro, você vai encontrar iguarias da culinária típica, como queijos, manteigas, tapiocas, bebidas e doces.

No outro, você encontra alimentos in natura, como frutas, verduras e vegetais. Não deixe de experimentar os cajus da região.

Esses dois mercados são menos visitados por turistas, tendo como frequentadores os moradores da cidade. Mas se você é uma pessoa curiosa e gosta de experimentar os sabores das cidades que visita, não pode deixar de conhecer os três.

Esse complexo de mercados é um dos pontos turísticos de Aracaju que você precisa visitar. A região onde eles ficam é conhecida como Praça dos Mercados.

Fica onde era o antigo porto da cidade, às margens do Rio Sergipe, um pouco ao norte da Ponte do Imperador.

Ônibus – linhas 001 e 007.

 15.  Orlinha do Bairro Industrial

Juntamente com a Passarela do Caranguejo, a Orlinha do Bairro Industrial é um dos melhores lugares da cidade para experimentar a culinária sergipana.

A orlinha, como é carinhosamente chamada, fica onde antigamente era o porto, nas margens do Rio Sergipe. Daqui, é possível ver uma privilegiada paisagem do rio e da Ponte João Alves, que liga Aracaju ao município de Barra dos Coqueiros.

Ou seja, na Orlinha você vai poder se deliciar com o melhor da culinária sergipana enquanto aprecia o melhor da paisagem Aracajuana.

São muitos os estabelecimentos dessa região. Os mais famosos são o Bar e Restaurante do Peixe, o Gordo Restaurante, o Bar Yemanjá e o Restaurante Maré Mansa. Todos esses ficam na Avenida General Calazans, a avenida que margeia o rio Sergipe. 

Mas a orlinha não é só para quem está com fome. O projeto de revitalização dessa região incluiu pistas de caminhada, ciclovias, parquinhos e academia ao ar livre, além de banquinhos com vistas incríveis para o rio.

Depois de almoçar ou jantar num desses restaurantes, não deixe de relaxar alguns minutos por aqui. Também na orlinha fica o Centro de Artesanato Chica Chaves, mais uma opção para apreciar e comprar os criativos artesanatos da cidade.

 16.  Colina do Santo Antônio

Igreja do Santo Antônio

Santo Antônio é um bairro não muito distante do Bairro Industrial, conhecido por ser o lugar mais antigo de Aracaju. Foi aqui, ao redor da igreja, que nasceu, em 1855, Santo Antônio de Aracaju, a pequena vila que deu origem à cidade atual.

Dessa época, pouco resta no bairro, além da igreja e de algumas construções antigas. Mas mesmo assim vale a pena a visita. A Igreja de Santo Antônio é simples mas muito bonita, e está em ótimo estado de conservação.

Não por acaso, a Colina do Santo Antônio é também o local mais elevado da cidade. Assim, do antigo povoado, era possível vigiar os arredores e se proteger em caso de ataques.

Daqui é possível ver, ainda hoje, grande parte da cidade, do rio Sergipe e da Ilha de Santa Luzia. Ao fundo, os prédios dos bairros 13 de julho, Coroa do Meio e Atalaia se destacam. 

Ônibus – linhas 002 e 007.

 17.  Parque da Cidade

Parque da Cidade

Esse é talvez o mais famoso e maior parque da cidade. Localiza-se na região norte, perto da Colina do Santo Antônio e do Bairro Industrial.

O parque é uma área de proteção da Mata Atlântica de grande beleza, com árvores frondosas, um lago e convidativas trilhas para caminhada.

Por sua vegetação exuberante e pela fauna, o Parque da Cidade é considerado um refúgio em Aracaju. O parque conta com uma ótima estrutura turística. É um dos mais procurados pontos turísticos de Aracaju para um passeio de fim de semana, um piquenique ou, talvez, apenas para curtir um pouco da natureza.

A principal atração do Parque da Cidade é o teleférico. O parque se localiza numa região elevada, e para subir até lá, uma das alternativas é o teleférico.

Se você optar por esse meio de transporte, durante o trajeto vai se deliciar com vistas incríveis da cidade. Do teleférico e de alguns pontos do parque, é possível avistar grande parte da cidade, do rio Sergipe, da Ilha de Santa Luzia e até mesmo do mar.

O parque é gratuito. O teleférico custa R$ 16.

 18.  Ilha de Santa Luzia

A ponte João Alves, que fica na orlinha do Bairro Industrial, liga Aracaju ao município de Barra dos Coqueiros. Esse município fica na Ilha de Santa Luzia, do outro lado do Rio Sergipe.

Por lá, você vai encontrar belas paisagens e um ambiente típico de cidade do interior. Barra dos Coqueiros tem aproximadamente 30 mil habitantes, é uma cidade pacata, onde o tempo parece passar bem devagar.

Se você quer algumas horas de tranquilidade em sua viagem a Sergipe, não deixe de desfrutar de uma tarde na Ilha de Santa Luzia. A regra aqui é deixar o tempo passar enquanto relaxa, apreciando as belas paisagens e tomando ou banho de sol ou de mar.

Atalaia Nova é um vilarejo ao sul da Ilha de Santa Luzia. Com cara de vila de pescadores, nesse povoado não tem como não sentir que você voltou no tempo. O povoado fica perto da Praia da Costa, a mais famosa da ilha.

Possui uma boa infraestrutura, contando com pousadas e diversos restaurantes. Seguindo a orla mais para o norte, fica a enorme praia de Atalaia Nova, um dos mais legais pontos turísticos de Aracaju e arredores. Essa praia é quase selvagem, e por isso mesmo paradisíaca. Se você quer uma praia deserta só para você, Atalaia Nova é o lugar perfeito.

Caso você queira um pouco de adrenalina, Barra dos Coqueiros também tem uma atração especial para você. A praia de Capuã é famosa por suas ondas, e atrai aficionados por esportes aquáticos, notadamente o surf.

Se você também é fã de esportes radicais, não pode deixar de passar por Capuã. Além disso, essa é uma das praias mais bonitas da ilha, e o entardecer daqui faz os surfistas mais inquietos sentarem-se na orla para contemplar o pôr do sol.

Para chegar em Barra dos Coqueiros, a maneira mais fácil é pela ponte João Alves, como eu disse acima. Mas se você quer uma maneira legitimamente sergipana, pode optar por fazer travessia do rio Sergipe num catamarã ou num tototó, as poéticas embarcações locais, que saem das proximidades da orlinha do Bairro Industrial.

 19.  Praia de Aruana

Voltando agora para Aracaju, é hora de conhecer a parte sul da cidade, onde ficam as praias mais afastadas do centro. Seguindo a orla ao sul, a partir de Atalaia, há uma sequência de praias lindas até chegar na foz do Rio Vaza-Barris. 

A praia que vem logo depois de Atalaia é a de Aruana. Essa praia consegue juntar a tranquilidade de uma praia deserta com a equipagem de uma praia central.

É bem pouco movimentada, principalmente se você for fora do fim de semana, mas conta com restaurantes, bares e toda uma estrutura turística suficiente para que você se sinta confortável.

A praia é bem extensa, possui um mar calmo e de um azul bem clarinho. Coqueiros margeiam a orla, criando aquelas cinematográficas paisagens tropicais.

Ônibus – linha 600.

 20.  Praia do Refúgio

Praia do Refúgio

Depois da Araúna, vem outra praia imperdível: a Praia do Refúgio. Charmosa e super relaxante, essa praia com cara de resort conta com toda a estrutura necessária para receber bem seus visitantes.

Por aqui, há muitos bares e restaurantes, que servem o melhor da gastronomia regional. Há também muitos quiosques, que oferecem uma sombra convidativa para contemplar a paisagem e fazer as refeições.

Se o que você mesmo é curtir o sol, areia é o que não falta por aqui. A Praia do Refúgio é bem extensa e possui areia macia, águas cristalinas e calmas, e um clima de paraíso tropical.

Os cênicos coqueiros estão por toda parte, deixando a paisagem ainda mais fotogênica. A praia do Refúgio fica entre a praia de Arauna e a praia do Mosqueiro, às margens da Rodovia José Sarney.

Ônibus – linha 600.

 21.  Praia do Mosqueiro e Orla do pôr do Sol

Praia do Mosqueiro

Mais uma praia para você curtir, a Praia do Mosqueiro segue o mesmo estilo das outras da cidade. A areia é macia, o mar, um pouco agitado, mas mesmo assim bom para banhos; o ambiente é tranquilo e com uma boa oferta de serviços.

A Praia do Mosqueiro é famosa entre praticantes de esportes aquáticos, como surf e, principalmente, windsurf e stand up paddle.

Nas proximidades da Praia do Mosqueiro, fica a Orla do Pôr do Sol. Essa orla fica entre o mar e o rio Vaza-Barris, e possui um lindo deck de observação. Daqui, é possível observar o mais belo pôr do sol de Aracaju.

O sol se põe por trás dos manguezais, formando um espetáculo de luz e cor simplesmente inesquecíveis. Depois de curtir as praias da cidade, nada melhor que vir para cá ao entardecer, para receber mais esse presente da natureza.

A Praia do Mosqueiro e a Orla do Pôr do Sol estão entre os mais conhecidos pontos turísticos de Aracaju. Por isso, são bastante movimentadas. Mas também por outro motivo: é daqui que saem os catamarãs para a Croa do Goré e para a Ilha dos Namorados, nossos próximos pontos de parada.

Ônibus – linha 600.

CLIQUE AQUI para agendar o Tour A Croa Goré E Ilha Dos Namorados

 22.  Croa do Goré

Croa do Goré é o nome de uma espécie de ilha, um banco de areia, que fica perto da foz do Rio Vaza-Barris. Nesse banco de areia, há um bar e diversos quiosques, onde os turistas podem comer e beber.

O que faz da Croa do Goré um lugar tão visitado é o fato de que esse banco de areia só fica acima da superfície do rio na maré baixa. A medida que a maré vai subindo, a ilha desaparece, e os clientes e os quiosques começam a submergir.

Mas fique tranquilo, ninguém morre afogado. A água não sobe muito, chega até a altura da canela ou do joelho, no máximo.

No calor de Aracaju, nada melhor que beber sentado na água. Se a cerveja ou os refrigerantes não forem suficientes para refrescar, a água do Vaza-Barris completa o serviço.

Além do movimento da maré, a Croa do Goré é um lugar muito bonito. O rio Vaza-Barris possui água a uma temperatura agradável e é cercado por uma densa vegetação.

Considerada um dos principais pontos turísticos de Aracaju, a Croa do Goré reúne muito verde, água refrescante e um clima super descontraído.

Para chegar aqui, é preciso contratar uma empresa que forneça os passeios, ou alugar um barco por conta própria. Sobre as empresas que fornecem os passeios, eu vou falar um pouco mais abaixo. Se você quer ir por conta própria, é possível alugar barcos na Orla do Pôr do Sol.

CLIQUE AQUI para agendar o seu passeio no Crôa do Goré

 23.  Ilha dos Namorados

A ilha dos Namorados fica próxima da Croa do Goré. Também é feita de areia, mas é bem maior. A Ilha dos Namorados tem a particularidade de ficar localizada bem na foz do rio Vaza-Barris.

De um lado, a ilha é banhada pelas águas tranquilas do rio; do outro, é margeada pelo mar, com direito a ondas.

A paisagem é de tirar o fôlego. Uma vastidão de areia, uma infinidade de água e um céu azul incrível formam o cenário da ilha, um dos pontos turísticos de Aracaju mais difíceis de esquecer.

Como o nome já indica, a Ilha dos Namorados é um dos lugares mais românticos da já romântica Aracaju. Reza uma lenda local que, há muitos anos, um casal foi de barco curtir a ilha.

Deslumbrados com a beleza da paisagem, se esqueceram de amarrar o barco e nem se deram conta de que a maré levou ele embora.

Os dois namorados ficaram presos na ilha. Não se sabe se a história é real, mas uma coisa é certa: quando você estiver aqui, vai pensar que ficar preso num cenário desses não é nenhuma tragédia. 

A Ilha dos Namorados fica perto da Croa do Goré. Geralmente, os passeios de catamarã na região incluem os dois pontos.

 24.  Cânions do Xingó

Cânions do Xingó

O Rio São Francisco é um dos mais famosos, mais amados e mais importantes rios brasileiros.

E dos mais bonitos também, é claro. Ao longo da história do Brasil, esse rio inspirou artistas, escritores e poetas, ajudando a formar parte da cultura brasileira, em especial da nordestina.

O Velho Chico é um verdadeiro patrimônio do país, e além de abastecer a região nordeste de água, abastece também de beleza e inspiração para sua arte. E, já que você está em Sergipe, por que não visitar esse rio tão especial?

O Rio São Francisco deságua no mar ao norte de Aracaju. Por lá, ele divide os estados de Sergipe, ao sul, e o de Alagoas, ao norte. E, nessa região, os Cânions do Xingó são a atração mais importante.

Formados em 1994, quando uma usina hidrelétrica na região represou as águas do São Francisco, os Cânions impressionam pela beleza e pela grandiosidade. As águas incrivelmente verdes do São Francisco correm entre os paredões agrestes como uma miragem.

No passeio de catamarã pelos cânions, você vai poder ver de perto toda a imponência dessa paisagem. A parte mais legal é o cânion mais estreito.

Neles, os paredões de pedra são tão próximos que por vezes é preciso se abaixar para não esbarrar neles.

Nessa parte, as águas são mais tranquilas, e ainda mais verdes. A luz do sol, que penetra do topo dos paredões, cai sobre a água formando um espetáculo inesquecível.

A cidade sergipana mais próxima dos cânions é Canindé do São Francisco. Você pode contratar um bate-volta de Aracaju ou, se preferir, pode ir por conta própria para Canindé e, de lá, contratar o passeio de catamarã pelos cânions.

Como os cânions do Xingó ficam a 200 quilômetros de Aracaju, um bate-volta pode ser cansativo. Caso você queira ir por conta própria para Canindé (e passar uma noite lá), saiba que os passeios para o cânion saem do píer do Karranca’s Bar.

Mas se você prefere contratar o passeio em Aracaju mesmo, abaixo eu te dou mais informações sobre as empresas que você pode procurar.

CLIQUE AQUI para agendar o seu tour pelo Cânion Do Rio São Francisco

 Dicas para todos os viajantes de Aracaju

Uma ótima forma de conhecer os pontos turísticos de Aracaju de uma forma super divertida e alto astral, é fazer um passeio na Marinete do Forró.

A Marinete é um ônibus turístico, que percorre as principais atrações da cidade ao som de muito forró. Isso mesmo, é quase um baile em movimento.

Dentro do ônibus, uma animada banda toca os principais sucessos desse estilo musical, enquanto os tripulantes se divertem dançando, cantando e conhecendo as belezas da cidade.

O trajeto começa na Orla de Atalaia, perto do oceanário, e passa por diversos pontos do centro histórico, retornando depois ao local de partida.

O passeio acontece nas sextas feiras, por volta das 14 horas. E, o principal: é gratuito! Mas fique esperto, porque há limite de vagas.

Sobre os locais mais distantes, como (os Cânions do Xingó,) a Croa do Goré e a Ilha dos Namorados, há diversas maneiras de conhecê-los. Uma delas é ir por conta própria, de ônibus, carro ou táxi.

As festas juninas são uma grande atração na cidade. Se você estiver em Aracaju em junho, ou se pretende viajar neste mês, saiba que tem festa que não acaba mais a sua espera. O São João sergipano é animado, e Aracaju não fica de fora dos festejos.

O Forró Caju é o maior evento da cidade, e dura metade do mês de junho. Acontece na Praça dos Mercados, e reúne diversas atrações musicais e uma multidão de pessoas.

Dentre as atrações, estão desde cantores e bandas regionais, até nomes da música nordestina que conquistaram todo o Brasil. Mas não é só o Forró Caju.

No mês de junho a cidade se transforma, e a folia toma conta de toda a cidade. A orla de Atalaia e o centro histórico são outros locais onde a festa acontece.

Com as informações dadas, o texto vai ficando por aqui. Ao ler sobre os pontos turísticos de Aracaju, você já teve uma ideia de como a cidade é. Se você gostou, não deixe de agendar a sua viagem.

Os Aracajuanos são muito hospitaleiros e receptivos, cheios d e animação e cordialidade. Tenha certeza que você será muito recebido na cidade e que, provavelmente, não vai querer mais ir embora.

 Planeje  sua viagem para Aracaju

Após um turbilhão de informações no decorrer desse post, vou te dar a última dica: Em viagem, tempo é dinheiro. Para economizar seu tempo, agrupei todos os sites que sempre utilizo em minhas viagens.

Para planejar uma viagem, começo sempre pela hospedagem. Quando minha intenção é descanso e curtir o hotel vou de Zarpo. Se for um passeio onde quero aproveitar todas as experiências da cidade, prefiro o Booking.

É tão recomendável que chega a ser obrigatório. O seguro viagem tem muitos pontos positivos, mas o principal para mim são os cuidados relativos à saúde, você pode entender mais sobre o assunto no artigo “Porque contratar um seguro viagem nacional?” ou fazer cotação através do Seguros Promo.

#FicaAtivoNoCupom: até o dia 14/12/2020 o Seguros Promo está com uma promoção única de 15% de desconto em todos os planos de seguro viagem usando o cupom BRASIL. Ah! E pagando via boleto bancário você tem mais 5% de desconto.

Para evitar os famosos perrengue chique, eu prefiro fechar todos os meus passeios com antecedência, reservando eles pela nossa parceira Viator.

O aluguel de carro garante a experiência única e exclusiva, sua viagem dificilmente vai ser igual de outro viajante. Através da RentCars, você consegue comparar preços entre 146 locadoras ao redor do Brasil.

O momento em que vou bater o martelo da data da próxima viagem, utilizo o site que encontro os melhores preços e promoções de passagens áreas: Passagens Promo.

A Resolvvi te ajuda a solucionar problemas de voos atrasados, cancelados, overbooking ou perda de conexão. Você só precisa contratá-la quando de fato passar pelo perrengue e só paga se ganhar a ação.

Decidiu não ir pelos ares? Quando eu viajo de ônibus, pesquiso os horários, preços e as linhas de destino pelo ClickBus.

Daniel Gualberto
O desejo de poder sempre viajar e compartilhar minhas dicas com a maior quantidade de pessoas, me levou a entrar no mundo dos blogs e mídias sociais, e um dia ter o Fica Ativo e Viaja (#FAV) como um das mais respeitadas referência em blog de viagens do Brasil.

Post relacionados

Daniel Gualberto

O desejo de poder sempre viajar e compartilhar minhas dicas com a maior quantidade de pessoa!

10FansLike
176FollowersFollow
41FollowersFollow
- Propaganda - spot_img
- Propaganda - spot_img
- Propaganda - spot_img
- Propaganda -
- Propaganda -

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.