Pontos Turísticos de Brasília: 23 principais lugares para visitar

Compartilhar

Descubra os 23 pontos turísticos de Brasília mais interessantes, para provar que essa é uma cidade múltipla e que, sob todos os aspectos, merece uma visita.

Como você pensa que Brasília é? Uma cidade sem graça, sem atrativos? Uma cidade pouco turística, que só se visita a negócios? A cidade dos políticos, séria e cheia de protocolos? Pois se você faz parte das pessoas que pensam assim, hoje eu vou te apresentar a cidade por um novo ângulo.

Mais do que uma cidade política, uma cidade de negócios, Brasília é a cidade dos artistas.

Em vez de uma cidade solene e protocolar, é uma cidade divertida, com vários pontos de lazer e paisagens naturais maravilhosas.

 Um pouco da História de Brasília

Brasília foi construída em apenas quatro anos (1956-60).

Sabe aquela história de que a pressa é inimiga da perfeição? Pois é, isso não vale para Brasília.

De fato, a cidade foi um marco no urbanismo e na arquitetura internacionais, e permanece até hoje como uma cidade modelo.

A nova capital federal foi construída a mando do presidente Juscelino Kubitschek, que reuniu os mais destacados artistas de todo o Brasil para realizar a obra.

O mais famoso é o arquiteto Oscar Niemeyer, que projetou grande parte dos edifícios e monumentos da cidade (para você ter uma ideia, dos 23 pontos abaixo, 14 foram construídos totalmente ou parcialmente por ele).

Mas não podemos nos esquecer de Joaquim Cardozo, o engenheiro que possibilitou que os projetos de Niemeyer saíssem do papel, do urbanista Lúcio Costa, do paisagista Roberto Burle Marx, do azulejista Athos Bulcão e da vitralista Marianne Peretti, entre outros.

Esses artistas transformaram a capital nacional numa espécie de capital das artes.

Ao contrário do que muita gente pensa, Brasília não foi projetado em forma de avião.

A ideia do projeto urbanístico da cidade, criado por Lúcio Costa, era em forma de cruz.

Um dos segmentos da cruz, no entanto, precisaria, por causa das características geográficas da região, ser um pouco arredondado.

Mas enfim, o fato é que a cidade se parece mesmo com um avião, e foi a partir de sua semelhança que surgiram alguns nomes populares na cidade.

13647 eixo monumental 1
Eixo monumental | pontos turísticos de brasília

A cidade é composta por dois eixos: o Eixo Monumental, em sentido leste-oeste, e o Eixo Rodoviário, no sentido norte-sul.

O Eixo Rodoviário divide a cidade em duas regiões: Asa Norte e Asa Sul, que veremos mais para frente.

Já o Eixo Monumental, que vamos conhecer primeiro, é uma longa avenida onde se encontram os principais prédios governamentais.

Espalhados ao redor desses dois eixos, ficam as cidades satélites, bem como vários pontos turísticos de Brasília.

Ou seja, Brasília é muito mais que o Plano Piloto e os palácios governamentais.

Tudo isso veremos abaixo.

Vamos começar logo o passeio porque o trajeto é longo.

 1. Palácio do Planalto

Palácio do planalto
Palácio do planalto

O ponto mais importante de Brasília é a Praça dos Poderes, onde estão os três principais prédios governamentais do Brasil: o prédio do Supremo Tribunal Federal, que representa o poder judiciário, o Congresso Nacional, que representa o poder legislativo, e o Palácio do Planalto, sede do poder executivo.

Não seria exagero dizer que essa praça é a mais importante do país e, sem dúvida, um dos grandes pontos turísticos de Brasília.

Se há um lugar ideal para começar um tour pela cidade, esse lugar é certamente essa praça.

Vamos começar o passeio pelo Palácio do Planalto, o local de trabalho do presidente do Brasil.

Como inúmeros prédios governamentais de Brasília, o projeto arquitetônico do Palácio do Planalto é de autoria de Oscar Niemeyer.

O palácio possui um desenho leve e horizontalizado, com oito colunas na fachada da frente e na de trás, que sustentam o teto.

Seus quatro andares são totalmente revestidos de vidraças.

No meio da fachada principal, a rampa de entrada é um dos principais símbolos do Palácio.

Essa rampa é o palco de importantes solenidades, como a posse do novo presidente e visitas de autoridades estrangeiras ao país.

Cercando o palácio, há um espelho d’água, um elemento muito comum nas principais construções de Brasília.

Essa pequena piscina tem uma função prática, pois serve para aclimatar o palácio e diminuir um pouco a secura do ar do Planalto Central, mas também possui uma função estética, deixando o palácio ainda mais bonito.

Por dentro, o Palácio possui uma decoração à altura de seu exterior.

Como é totalmente revestido por vidraças, suas acomodações são amplas, repletas de luz natural e muito bem ventiladas.

Sua decoração segue uma pegada minimalista, com poucos detalhes.

Dentre os espaços internos que podem ser visitados, os mais interessantes são o Saguão principal, com uma linda rampa em espiral que conduz ao andar superior, o Salão Nobre, usado para solenidades e grandes visitas, e o Gabinete Presidencial, onde a maior autoridade do país toma suas decisões.

Em todos esses espaços, é possível apreciar pinturas e esculturas de alguns dos maiores artistas do Brasil.

Outro elemento muito interessante do Palácio é o Rolls Royce, um carro da década de 50, usado pelos presidentes para desfiles pela cidade.

A visita ao Palácio do Planalto só pode ser feita aos domingos, das 9h30 às 14h.

É preciso fazer o agendamento com antecedência no link abaixo.

A visita é gratuita.

Mas não se esqueça do dress code: é proibido o uso de bermudas, saias, camisas sem mangas e chinelos.

O ideal é tênis, calças compridas e camisas com manga.

Essa regra vale para o Planalto e para a maioria dos edifícios públicos de Brasília.

 2. Supremo Tribunal Federal

Supremo tribunal federal
Supremo tribunal federal | pontos turísticos de brasília

O segundo dos prédios da Praça dos Três Poderes é o Palácio do Supremo Tribunal Federal.

Foi construído na mesma época do Palácio do Planalto, e possui uma aparência um pouco parecida.

Aqui também se vê um grande teto, maior que a área fechada do palácio, formando grandes varandas.

O teto é sustentado por colunas finas e leves, que parecem flutuar sobre o chão.

Como no Planalto, todo o edifício é revestido por grandes vidraças, o que dá uma impressão de limpeza e de minimalismo.

No interior, a parte mais famosa do STF é o Plenário, onde acontecem as reuniões e os julgamentos.

Além dessa sala, há diversos outros espaços muito interessantes e muito bonitos, que exibem uma decoração incrível.

Na frente do Palácio do STF fica a famosa escultura A Justiça, do escultor Alfredo Ceschiatti.

Essa escultura representa,o símbolo do Direito: uma mulher com os olhos vendados, tendo nas mãos uma espada.

A escultura de Ceschiatti é um dos monumentos mais famosos de Brasília, e um dos locais mais fotografados.

Para visitar o STF é preciso preencher com antecedência o formulário, disponível no link abaixo.

A visita é gratuita.

 3. Congresso Nacional

Congresso nacional - brasilia
Congresso nacional – brasilia

O terceiro prédio da Praça dos Três Poderes é o Congresso Nacional.

No entanto, a fachada principal do Congresso não dá para a Praça dos Três Poderes, e sim para o lado oposto, a Esplanada dos Ministérios.

É no gramado central da Esplanada que se tem as mais belas imagens do Palácio.

É lá também que acontecem as manifestações políticas e os grandes eventos públicos.

O Palácio do Congresso Nacional é provavelmente o mais famoso dos pontos turísticos de Brasília.

Quem nunca viu seus dois “pratos”, um virado para baixo e outro para cima, e as duas torres centrais? Essa é uma das imagens mais famosas do Brasil e presença constante no noticiário de TV.

Vamos conhecer mais a fundo o palácio.

O Congresso Nacional é composto por três partes: o prédio principal, as duas cúpulas, popularmente conhecidas como os “pratos”, e as duas torres ao fundo.

O prédio principal é aquela construção baixa e bem extensa, um pouco semelhante aos palácios do Planalto e do STF.

Nessa parte, ficam alguns salões usados para entrevistas e solenidades, e contam com diversas obras primas de artistas brasileiros.

É em cima do prédio principal que se assentam as duas cúpulas.

A cúpula da esquerda, côncava ou virada para baixo, é menor.

Dentro dessa cúpula fica o Senado.

A cúpula da direita, convexa ou virada para cima, é bem maior.

Dentro dela, fica a Câmara dos Deputados.

Por fim, atrás do prédio principal e das cúpulas, ficam duas torres de 28 andares.

Essas torres sediam escritórios e outros espaços administrativos do Senado (torre da esquerda) e da Câmara (torre da direita).

O Congresso é considerado uma obra prima da arquitetura e um dos símbolos nacionais.

Aproveite o cenário e capriche nas fotos.

A visita é imperdível, e pode ser realizada todos os dias da semana, exceto terças e quartas.

Não é necessário agendamento (exceto nas quintas).

O horário é de 09h às 17h30, e a visita é gratuita.

 4. Panteão da Pátria e da Liberdade

Panteão da pátria
Panteão da pátria | pontos turísticos de brasília

Além dos três palácios, a Praça dos Três Poderes é também o endereço de esculturas e monumentos de grande importância.

Talvez o mais famoso seja o Panteão da Pátria e da Liberdade, um museu que homenageia grandes personagens da história brasileira que contribuíram para o desenvolvimento da democracia e para a liberdade do país.

Os dois principais homenageados do Panteão são: Tiradentes, o líder da Inconfidência Mineira, que pretendia libertar o Brasil colônia do domínio de Portugal, e Tancredo Neves, símbolo do processo de redemocratização após 21 anos de ditadura militar.

Também recebem homenagem no Panteão personalidades históricas, como Zumbi dos Palmares, políticos, como Getúlio Vargas e Ulysses Guimarães, e artistas, como o escritor Machado de Assis e o compositor Villa-Lobos.

Além de ser importante como símbolo do país e de sua democracia, o Panteão também se destaca por sua beleza.

Sua estrutura foi projetada por Niemeyer, e conta com decoração do azulejista Athos Bulcão e da vitralista Marianne Peretti.

A entrada é gratuita.

 5. Espaço Lúcio Costa

12935 espaco lucio costa 1
Espaço lúcio costa

Antes de começar a desbravar o resto de Brasília, que tal saber um pouco mais sobre o processo de criação da cidade? O Espaço Lúcio Costa é um dos principais museus da cidade, e fica também na Praça dos Três Poderes, num espaço subterrâneo.

O museu foi criado para homenagear Lúcio Costa, autor do projeto urbanístico da cidade.

Foi ele quem projetou o traçado das ruas, o formato da cidade e o lugar onde cada construção deveria ficar.

O projeto ficou tão bom que a cidade é, ainda hoje, considerada modelo internacional de urbanismo.

No Espaço Lúcio Costa você vai poder ver os croquis originais, os desenhos feitos pelo urbanista enquanto ele desenvolvia seu grande projeto.

Além disso, há documentos e fotografias que relatam tanto o processo de criação do projeto, quanto o processo de execução.

Por fim, mas não menos importante, há uma grande maquete da cidade, em que você vai poder ver, em miniatura, os lugares que a seguir verá pessoalmente.

A entrada é gratuita.

 6. Palácio do Itamaraty

Palácio do itamaraty
Palácio do itamaraty | pontos turísticos de brasília

Depois de conhecer a Praça dos Três Poderes, é hora de continuar o passeio por Brasília.

O Eixo Monumental é a grande avenida que percorre a cidade de leste a oeste.

A Praça dos Três Poderes fica no extremo leste do Eixo.

Ao longo dessa avenida, ficam muitos dos pontos turísticos de Brasília, sobre os quais eu vou te falar a partir de agora.

Pertinho do Congresso Nacional, fica o Palácio do Itamaraty, que eu, particularmente, considero o mais bonito da cidade.

Esse palácio é sede do Ministério das Relações Exteriores, e serve para receber visitas de autoridades estrangeiras.

Funciona como uma espécie de sala de visitas do Brasil.

Foi construído em 1970, sendo considerado uma das principais obras de Niemeyer e um dos mais belos pontos turísticos de Brasília.

A principal característica do Itamaraty são as colunas que tomam conta de toda a fachada, dando um ar de verticalidade à construção.

Por trás das colunas, há um revestimento de vidraças.

Na frente do prédio, o que dá um charme a mais, há um lindo lago, cercado por jardins projetados por Burle Marx.

Sua fachada é uma das mais fotogênicas do Plano Piloto, e expressam muita leveza e elegância.

Por dentro, mais surpresas: obras de arte, painéis de azulejos, jardins internos e muito mais.

As atrações mais famosas são uma moderna escadaria, em formato de espiral, e o maior salão sem colunas do mundo.

Muito bom gosto e requinte fazem do Palácio do Itamaraty um lugar imperdível, tanto por fora quanto por dentro.

As visitas acontecem todos os dias, mediante agendamento, que pode ser feito pelo site.

A visita é gratuita.

 7. Catedral Metropolitana

A catedral de brasilia
A catedral de brasilia

Um dos maiores símbolos de Brasília é a sua Catedral Metropolitana.

Também projetada por Niemeyer, é considerada um de seus projetos mais arrojados, uma verdadeira prova de maestria técnica e de cálculo.

A Catedral é composta por dezesseis colunas, bem finas, que formam uma espécie de triângulo.

Alguns dizem que parece a forma de duas mãos unidas em oração.

A Catedral não tem paredes: todo o espaço entre as colunas é preenchido por vitrais.

Esses vitrais, de autoria de Marianne Peretti, são verdadeiras obras de arte abstrata, em tons de verde e azul.

A luz do sol, que passa através deles, forma no interior da catedral um espetáculo de luz e cor inigualável.

Outras obras de arte completam a obra.

Do lado de fora, há estátuas de Alfredo Ceschiatti, no interior, os belos azulejos de Athos Bulcão e os grandes painéis de Di Cavalcanti são um espetáculo à parte.

Uma particularidade que encanta os visitantes é que a estrutura visível por fora é apenas o telhado da catedral.

Ela é construída no subterrâneo.

Por isso, para entrar nela, o acesso é feito por um túnel subterrâneo, sem iluminação.

A experiência de andar pelo túnel escuro, até chegar na nave, com seu espetáculo de luz do sol e vitrais, é incrível.

A Catedral Metropolitana tem o traçado tão leve que, quem a vê apenas por fotos, imagina que ela tenha pequenas dimensões.

Pura ilusão: suas colunas possuem 40 metros de altura, que delimitam uma área de 70 metros de diâmetro.

A catedral tem capacidade para 4000 pessoas.

Entrada gratuita.

 8. Museu Nacional da República

12395 museu nacional da republica 1
Museu nacional da república | pontos turísticos de brasília

Pertinho da Catedral Metropolitana, fica outro dos grandes pontos turísticos de Brasília: o Museu Nacional da República.

Apesar de ser mais uma obra de Niemeyer, ele não foi construído no mesmo período dos outros.

Sua construção é relativamente bem recente, tendo sido inaugurado em 2006.

O Museu da República ocupa uma construção um tanto exótica, cuja forma lembra a muitos visitantes uma nave espacial.

O formato é o mesmo da cúpula do Senado, no Congresso Nacional, aquele prato virado para baixo que vimos lá no começo.

A grande diferença é que, no Museu Nacional, há uma grande rampa de acesso.

Esse museu não conta com um acervo fixo.

O espaço é usado exclusivamente para exposições temporárias, dos segmentos de arte, cultura e história.

Essas exposições são sempre muito boas, com um ótimo trabalho de curadoria.

Mas, independentemente das exposições que ele estiver recebendo durante a sua viagem, não deixe de dar uma conferida no museu.

Sua arquitetura e sua beleza merecem por si sós uma visita.

 9. Torre de TV

Torre de tv de brasília
Torre de tv

É de se pensar que, como Brasília é uma cidade muito plana, por lá não tenha nenhum mirante. Engano.

A Torre de TV de Brasília possui 224 metros de altura, sendo a construção mais alta da cidade e uma das mais altas do país.

Um elevador leva os visitantes até o deck de observação, a aproximadamente 75 metros de altura.

De lá, é possível avistar praticamente todo o Eixo Monumental, bem como grande parte dos pontos turísticos de Brasília.

Essa é, provavelmente, a vista mais bela da cidade.

Se essa altura não for o bastante para você, você pode continuar subindo a torre, pelas escadas, para conseguir vistas ainda mais vastas.

Depois de visitar a torre, voltando à terra firme, não deixe de visitar a tradicional Feira da Torre, que fica ali perto.

Essa é a mais famosa feira de artesanato de Brasília, onde você vai se encantar com as lembrancinhas da cidade.

Outro ponto importante nessa região é a Fonte da Torre, a maior fonte de água da América Latina.

Se possível, visite a fonte também à noite, pois a iluminação que ela recebe é espetacular.

Perto da fonte, fica o letreiro “Eu amo Brasília”, um ponto imperdível se você está a fim de tirar ótimas fotos.

O mirante da Torre de TV é gratuito.

 10. Parque da Cidade

13647 parque da cidade sarah kubitschek
Parque da cidade sarah kubitschek

O Parque da Cidade é o maior de Brasília.

Aliás, não só de Brasília: é um dos parques urbanos mais extensos do mundo, superando de longe até o Central Park, de Nova York.

Considerado uma das principais áreas de lazer da capital federal, é muito frequentado pelos moradores.

Mas nem por isso deixa de ser um espaço super turístico, principalmente para aqueles turistas que gostam de curtir a cidade como os moradores a curtem.

Se você estiver cansado de andar pelo Eixo Monumental e gostaria de sentar sob a sombra refrescante das árvores, fique de olho nas placas para não perder de vista o Parque da Cidade.

Uma das áreas mais arborizadas de Brasília, esse parque é um oásis de natureza no meio do concreto armado da cidade.

Possui quilômetros de pistas de caminhada e ciclovias, lago artificial, brinquedos para crianças, restaurantes e bares.

Mas não para por aí.

Dentro do parque fica o Nova Nicolândia, um parque de diversões com vários brinquedos, como carrossel e montanha russa.

Sua principal atração talvez seja a roda gigante, que oferece uma vista maravilhosa do parque e do Plano Piloto.

Quer mais emoção e adrenalina? Dentro do parque há também um kartódromo, o Carrera Kart, onde é possível alugar karts e apostar corrida na pista.

O Parque da Cidade ocupa uma grande área entre o Eixo Monumental e a Asa Sul.

Uma das entradas do parque fica pertinho da Torre de TV.

 11. Memorial dos Povos Indígenas

12395 memorial dos povos indigenas
Memorial dos povos indígenas | pontos turísticos de brasília

Saindo do Parque da Cidade, basta andar alguns minutos para chegar ao Memorial dos Povos Indígenas.

Esse memorial foi construído na década de 80, também por Niemeyer.

A construção foi inspirada em elementos da arte indígena e das construções típicas da etnia yanomami.

O prédio é muito bonito, com um formato inusitado, e com pintura inspirada no artesanato dos povos indígenas do Brasil.

O interior abriga uma importante coleção de objetos e obras de arte indígena, das mais diversas etnias presentes no país.

Você vai se encantar com objetos rituais, como máscaras e instrumentos musicais, adornos corporais e objetos do dia a dia confeccionados por grupos indígenas de várias regiões.

Além de conhecer a beleza dessas obras, você vai também conhecer um pouco mais da cultura indígena, sua riqueza e sua diversidade.

Entrada gratuita.

 12. Memorial JK

Memorial jk
Memorial jk

Um dos mais icônicos monumentos de Brasília, o Memorial JK foi inaugurado em 1981, alguns anos após a morte de Juscelino Kubitschek, que aconteceu em 1976.

O Memorial, desenhado por Niemeyer e encomendado pela esposa de Juscelino, Sarah Kubitschek, é frequentemente considerado um dos mais importantes pontos turísticos de Brasília.

A principal parte do memorial é a grande torre, de quase 30 metros de altura, no topo da qual há uma estátua de Juscelino.

Essa torre é a parte mais fotografada e mais conhecida do memorial.

Na frente, há um conjunto de espelhos d’água, que conferem ainda mais beleza ao monumento.

No interior do prédio, há diversas salas com exposições diversas.

Por lá, há documentos, fotografias e objetos pessoais que contam a história do ex-presidente.

Dentro do memorial, inclusive, há o mausoléu de Juscelino, o local onde ele está enterrado.

E, por fim, visitar o Memorial JK é aprender também sobre a história de Brasília e sua criação, uma vez que a história da cidade está intimamente ligada a esse importante ex-presidente.

A entrada custa R$ 10.

 13. Praça dos Cristais

13647 praca dos cristais
Praça dos cristais | pontos turísticos de brasília

Pertinho da parte final do Eixo Monumental está localizado outro dos grandes pontos turísticos de Brasília: a Praça dos Cristais, uma incrível obra do paisagista Burle Marx.

Essa praça é um grande jardim, onde há um lago artificial, comum nos jardins de Burle Marx.

Ele considerava o céu de Brasília muito bonito, e fazer um pequeno lago era uma forma de refletir o céu, de trazer um pouco do céu para o jardim.

O cenário é muito bonito, sem dúvida, mas o que mais chama a atenção são as estruturas de concreto, projetadas por Burle Marx, que se parecem cristais.

Para criar esses enormes cristais de concreto, Burle Marx se inspirou nos cristais que ele encontrou durante viagens pelo Planalto Central.

Se você quer fugir dos percursos óbvios, dos roteiros batidos, e quer desbravar um pouco a cidade, a Praça dos Cristais é um lugar imperdível.

Porque, apesar de ser um patrimônio da cidade, o fato dela ficar um pouco afastada das demais atrações do Eixo Monumental faz dela um lugar pouco frequentado por turistas.

A praça é muito fotogênica e ótima para um descanso.

Ônibus – linhas 158.5 e 108.5 (todos os ônibus dessa lista saem da rodoviária, que fica pertinho do Museu Nacional da República).

 14. Igreja Dom Bosco

Santuário dom bosco
Santuário dom bosco | pontos turísticos de brasília

Agora que você terminou seu passeio pelos principais pontos do Eixo Monumental, chegou a hora de explorar os outros cantos da cidade.

A partir de agora, as atrações deixam de ser prédios governamentais (com exceção do Palácio da Alvorada) e passam a ser espaços de lazer, centros culturais e paisagens naturais.

Nossa próxima parada é a Igreja de Dom Bosco.

Dizem que um santo italiano, Dom Bosco, profetizou a construção de Brasília.

Dom Bosco teve um sonho, em 1883, que revelava que uma grande cidade surgiria numa determinada latitude, dentro da América Latina.

Aproximadamente 70 anos após esse sonho profético, Brasília começou a ser construída.

Em que lugar? Dentro da latitude prevista por Dom Bosco.

Se é uma coincidência ou uma profecia, não posso dizer, mas por causa desse fato Dom Bosco é um santo muito cultuado em Brasília.

Há dois templos muito famosos dedicados a ele: a Ermida Dom Bosco, que veremos mais à frente, e a Igreja Dom Bosco, que veremos agora.

A Igreja Dom Bosco fica muito bem localizada num dos bairros mais luxuosos da cidade: a Asa Sul.

De fora, não se parece com uma igreja.

Possui um formato quadrado, com muitas aberturas na fachada, e não possui torre.

Mas, se do lado de fora a igreja é relativamente simples, quase minimalista, por dentro ela é surreal.

É que a igreja conta com inúmeros vitrais, de vários tons de azul.

Para ser mais exato, são mais de 2000 metros quadrados de vitrais.

A luz do sol que passa por eles cria um ambiente místico, fantástico e inesquecível.

Apesar de ser maravilhosa, essa igreja é relativamente pouco conhecida.

Como a Praça dos Cristais, ela é ideal para quem fugir do óbvio, ou descobrir lugares incríveis que, muitas vezes, passam despercebidos pelos turistas.

Apesar disso, essa igreja é sem sombra de dúvida um dos mais surpreendentes pontos turísticos de Brasília.

A entrada é gratuita.

Ônibus – linhas 0.156 e 108.5.

 15. Palácio da Alvorada

Palácio da alvorada
Palácio da alvorada

Residência oficial do presidente da república, o Alvorada é uma das mais belas construções da cidade.

Construído por Niemeyer, o Palácio segue uma arquitetura semelhante à do Planalto, com enormes vidraças e muitas colunas.

O Alvorada é maravilhoso por si só, mas sua beleza é realçada pela piscina na frente, com uma escultura de Alfredo Ceschiatti, e pelos jardins do entorno.

O Palácio é um dos pontos turísticos de Brasília mais bonitos.

Com certeza algumas das fotos mais incríveis que você vai tirar em Brasília serão do Alvorada.

O interior também é muito bem projetado, contendo inúmeros salões bem iluminados e bem ventilados.

A decoração fica por conta de obras de arte e móveis de design moderno, escolhidos a dedo pela equipe de Niemeyer para seguir as propostas de leveza e minimalismo do palácio.

Só é possível visitar as salas públicas do palácio, há uma parte privativa, ocupada pela família do presidente que não é aberta ao público.

Essas visitas acontecem nas quartas-feiras, a partir das 14h30, e são gratuitas.

Não é preciso agendamento, é só chegar no portão do Palácio e esperar.

Ônibus – linha 0.104.

 16. Centro Cultural Banco do Brasil

Centro cultural banco do brasil
Centro cultural banco do brasil | pontos turísticos de brasília

O Centro Cultural Banco do Brasil, ou CCBB, é um dos principais espaços do roteiro cultural da cidade.

É considerado um dos grandes pontos turísticos de Brasília, principalmente para os turistas que gostam de arte.

Conta com salas de exposição para artes plásticas, cinema, palcos para apresentações de música, teatro e dança.

O calendário do CCBB é bem movimentado, recebendo frequentemente exposições de artistas nacionais e internacionais, mostras de cinema, bem como diversos espetáculos como shows e peças teatrais.

Tudo isso a preços populares e, em alguns casos, gratuitos.

Você pode descobrir o que está acontecendo no CCBB durante sua estadia na cidade pelo Instagram da instituição.

Como se não bastasse, o prédio do CCBB é uma maravilhosa obra de arquitetura, que merece uma visita por si só.

Os arredores contam com um lindo projeto paisagístico, com belos jardins.

E, ali pertinho, fica o Lago Paranoá, que veremos a seguir, e que oferece vistas maravilhosas.

Ônibus – linha 0.103.

 17. Lago Paranoá

12395 lago paranoa 1
Lago paranoá

Agora, finalmente, chegou a hora de conhecer um dos mais famosos e mais bonitos cartões-postais da cidade: o Lago Paranoá.

Esse enorme lago é artificial foi construído a partir do represamento das águas de um rio, e tinha como função aumentar a umidade de Brasília, já que essa região do país é geralmente muito seca.

Mas o Paranoá é muito mais que um umidificador de ar: tornou-se, com o tempo, uma das paisagens mais bonitas da cidade, uma frequentada área de lazer e um dos mais incríveis pontos turísticos de Brasília.

Uma das coisas que você não pode deixar de fazer em Brasília é um passeio na orla do lago.

Ao longo de sua extensão, há diversas praças e áreas de lazer deliciosas, propícias para relaxar e praticar esportes.

Desses espaços, são recomendados o Parque das Garças, a Península Sul, o Parque Asa Delta e, também, o Pontão Lago Sul, sobre o qual vou falar mais daqui a pouco.

Mas, se você quer ainda mais proximidade com a água, uma ótima opção é a prática de esportes aquáticos.

É possível fazer um passeio de barco, ou ainda se aventurar em atividades como remo, stand up paddle e wind surf, por exemplo.

Há diversas empresas, na orla do lago, que oferecem equipamentos e instrutores, como por exemplo a Sherpa Tour, na Asa Norte, e a Katanka e o Clube do Vento, ambos próximas da Ponte Juscelino Kubitschek.

Dos passeios de barco, você terá vistas maravilhosas de alguns pontos famosos da cidade, de um ângulo bem diferente.

Além disso, o Lago Paranoá concentra em seus arredores vários dos pontos turísticos de Brasília mais importantes, que veremos a seguir.

Há também, na região, vários restaurantes famosos e parques incríveis.

Continue lendo o texto que eu vou te mostrar tudo isso.

 18. Ponte JK

Ponte jk
Ponte jk | pontos turísticos de brasília

Tendo como moldura o Lago Paranoá, a Ponte JK é um dos monumentos mais famosos e um dos pontos turísticos de Brasília mais visitados.

E não é para menos: essa ponte, construída em 2002, já foi considerada a ponte mais bonita do mundo.

Com mais de 1 quilômetro de extensão, a Ponte JK se destaca por três grandes arcos assimétricos, que sustentam a estrutura.

Seu desenho arrojado e super moderno parece de Niemeyer, mas não é dele.

O arquiteto autor do projeto é Alexandre Chan.

A ideia era que essa ponte estivesse à altura da grandiosidade arquitetônica de Brasília.

Além de render fotos muito bonitas e de deixar a paisagem do Paranoá ainda mais charmosa, se você for do tipo curioso e aventureiro, pode fazer uma caminhada pela ponte.

A ponte conta com faixa exclusiva para pedestres e uma ciclovia.

De lá, a vista do lago e da paisagem circundante é simplesmente deslumbrante.

 19. Pontão do Lago Sul

12395 pontao do lago sul 1
Pontão do lago sul

Além da Ponte JK, a região do Paranoá conta com outro dos imperdíveis pontos turísticos de Brasília , o Pontão do Lago Sul.

Trata-se de uma espécie de parque público, com lindos jardins, áreas para atividades físicas e muitas palmeiras, o que dá ao lugar um clima de praia.

Aliás, o Paranoá é considerado o mar de Brasília, e o Pontão a sua principal “praia”.

De lá, é possível ver o lago, algumas partes da cidade e a Ponte JK, ao fundo.

Aproveite essa paisagem deslumbrante para tirar várias fotos.

O Pontão é, também, um dos grandes centros gastronômicos da cidade.

Na região, há diversos restaurantes e bares bem famosos, com ambientes aconchegantes, refinados e com vistas para o lago.

Famosos são o restaurante Fausto &, Manoel, de gastronomia brasileira, e o Soho, que serve pratos japoneses e de outros países.

Por se tratar de uma das regiões mais refinadas de Brasília, os preços costumam ser elevados, mas não deixa de ser uma boa opção.

O Pontão do Lago Sul é um lugar perfeito para os dias ensolarados.

Nos fins de semana, costuma encher muito.

Se você quer mais tranquilidade, as manhãs dos dias de semana serão perfeitas para você.

Ônibus – linhas 147.3 e 147.4.

 20. Ermida Dom Bosco

12395 ermida dom bosco
Ermida dom bosco | pontos turísticos de brasília

Além da Igreja Dom Bosco, há outro templo em homenagem a esse santo: a Ermida.

Essa pequena capela foi construída em 1957 por Niemeyer, e apresenta alguns dos traços típicos do arquiteto.

Possui uma aparência bem incomum, principalmente para uma construção religiosa, o que a torna ainda mais interessante.

Mas se você já está um pouco cansado de ver arquitetura, fique calmo.

É que essa capela fica no meio de um parque, do outro lado do lago Paranoá.

Esse parque é uma das áreas verdes mais procuradas pelos moradores e, é claro, pelos turistas.

Por lá, é possível praticar exercícios físicos, relaxar um pouco e nadar no Paranoá.

Mas o que mais atrai os visitantes é paisagem belíssima.

De lá, é possível ver o lago e, ao fundo, avistar alguns dos prédios importantes da cidade.

O melhor horário para visitar a Ermida é de tardinha, para aproveitar o espetáculo do pôr do sol às margens do Paranoá.

A entrada é gratuita.

Ônibus – linhas 100.2, 780.1 e 764.2.

 21. Parque Olhos D’Água

Na Asa Norte, pertinho do Lago Paranoá, fica um parque que também vale a pena conhecer: o Parque Olhos D’Água.

Como os demais parques da cidade, também é um ótimo espaço para descansar, para se divertir em contato com a natureza, e para exercitar um pouco.

No entanto, por um motivo esse parque se distingue da maior parte dos outros parques da cidade: nele, há uma vegetação muito densa, um remanescente da Mata Atlântica em pleno Cerrado.

Com muitas árvores de grande porte, o parque é repleto de sombra, ideal para aproveitar nos dias mais quentes.

Passear pelas trilhas sob as árvores é uma atividade revigorante.

Sua principal atração é a Lagoa do Sapo, um pequeno lago cercado de árvores frondosas, que abriga diversos animais aquáticos.

Essa é a parte mais relaxante e fresca do parque, por isso, não deixe de se sentar por ali alguns minutos antes de ir para nossa próxima parada.

 22. Jardim Botânico

12395 jardim botanico 1
Jardim botânico

Do outro lado do Lago Paranoá fica o Jardim Botânico de Brasília, um lugar que não pode ficar de fora de sua viagem.

Considerado um dos mais importantes parques da cidade, o Jardim Botânico é uma área de estudo e de preservação.

Conta com plantas das mais variadas espécies, principalmente do cerrado.

Além de sua importância para a preservação de espécies endêmicas, o Jardim Botânico é também uma importante área de lazer da cidade.

O espaço, que é muito bonito, conta com diversas atrações.

Além das plantas típicas do cerrado, que ocupam a maior parte do espaço, há ainda áreas com plantas de outras espécies.

Há uma área com plantas que representam todos os biomas brasileiros, um jardim japonês, um orquidário, um jardim de plantas aromáticas e muito mais.

A entrada custa R$ 5.

Ônibus – linhas 132.3 e 0.195.

 23. Museu do Catetinho

12395 museu do catetinho 1
Museu do catetinho | pontos turísticos de brasília

Por fim, depois de ver a cidade como ela é hoje, nada melhor do que ver onde tudo começou.

O Museu do Catetinho fica a aproximadamente 30 quilômetros do centro de Brasília, mais uma visita recomendada se você tem um pouco mais de tempo na cidade.

O Catetinho foi a primeira construção da cidade.

Foi construído em madeira, em apenas 10 dias, para servir como residência provisória de Juscelino Kubitschek, enquanto a nova capital era construída.

Nessa casa, foram feitas várias reuniões com os responsáveis pela construção da cidade.

Alguns depois, o Catetinho foi tombado, por fazer parte da história da cidade.

Atualmente, funciona como um museu, onde é possível ver objetos pessoais de JK, os móveis e utensílios de cozinha originais e vários documentos sobre a construção de Brasília.

O Catetinho é um dos mais interessantes pontos turísticos de Brasília.

A visita a esse museu é ideal para os que gostam de história, e também para todos que querem saber onde e como nasceu essa grandiosa cidade.

A entrada é gratuita.

Ônibus – linhas 7086 e 0.256.

 Dicas para os viajantes de Brasília

Se você tem pouco tempo na cidade, ou se quer fazer um passeio diferente, uma super dica é o ônibus city tour, da Catedral Turismo.

Esse ônibus de dois andares, com visão panorâmica no segundo, percorre grande parte da cidade, passando pelos principais pontos turísticos de Brasília.

É tudo muito rápido, mas não deixa de ser interessante, por oferecer um outro ângulo da cidade.

O ônibus sai do Brasília Shopping, perto da Torre de TV, e a passagem custa R$ 50 (meia para crianças e idosos).

Brasília é um dos destaques nacionais em boa gastronomia.

A cidade conta com vários restaurantes sofisticados, muito frequentados pela elite e pelos políticos.

Se você quer se deliciar com a gastronomia nordestina, há o Xique Xique (na Asa Sul), e o Mangai (com duas unidades: uma no Shopping ID e outra perto da Ponte JK).

A cidade conta com restaurantes especializados em comida de diversos países: italiana é o forte da Trattoria da Rosário, peruana, no Taypá (já eleito o melhor restaurante de Brasília), e francesa ,no Saveur Bistrot.

Todos esses três localizam-se ao sul do Lago Paranoá.

Mas se você prefere um espaço menos sofisticado, mais despojado, você não pode deixar de visitar o Bar Beirute, provavelmente o mais famoso da cidade.

O bar conta com duas unidades, uma na Asa Sul e outra na Asa Norte.

Então é isso.

Não se esqueça do protetor solar, de roupas leves e de bastante água, porque a cidade é bastante quente e seca.

Se você puder escolher um período, prefira o inverno, quando as temperaturas estão um pouco mais amenas.

No entanto, independente da época do ano, a cidade é tão interessante que o clima não será um impedimento.

Por fim, pegue sua câmera, porque a cidade parece ter sido criada para ser fotografada.

E prepare-se para se divertir, pois a “cidade governamental”, a cidade “de negócios”, é também um verdadeiro destino de férias.

 Planeje  sua viagem para Brasília

Finalmente após um turbilhão de informações vou te dar a última dica: Em viagem, tempo é dinheiro. Para economizar seu tempo, agrupei todos os sites que sempre utilizo em minhas viagens.

Icone de hotel Começe a planejar a sua viagem reservando a hospedagem pelo Booking, quanto antes você reservar maior será sua economia.

Icone do seguro viagem É tão recomendável que chega a ser obrigatório. Com o seguro viagem você esta protegido com os cuidados à saúde assim como a cobertura em caso de acidentes e bagagem extraviada. Para a cotação eu utilizo e indico sempre o Real Seguro Viagem.

Icone do rentcars O aluguel de carro te garante uma experiência única e exclusiva, sua viagem dificilmente vai ser igual de outro viajante. Através da RentCars você consegue comparar preços entre as todas as locadoras da cidade.

Icone do avião Com o Skyscanner você encontra passagens áreas com até 35% de desconto para todos os destinos.

Icone da mala Nunca foi tão barato e simples viajar com malas premium! No GetMalas você aluga malas sem complicações e com muita segurança.

Icone do onibus Decidiu não ir pelos ares? Quando eu viajo de ônibus, pesquiso os horários, preços e as linhas de destino pelo ClickBus.

Daniel Gualberto
Daniel Gualbertohttps://ficaativoeviaja.com.br
Oi! Sou o Daniel. Sabe, lá em 2019, quando o mundo parecia um pouco louco, criei este blog. Por quê? Para “re-viajar”, mesmo estando parado no mesmo lugar. Maluquice, né? Mas acompanhe comigo. Já imaginou acordar com os pés na areia em uma praia isolada da Tailândia? Ou talvez tropeçar em uma pedra (e em sua própria história) enquanto se perde nas ruelas de Roma? Pois é, viajar não é só uma forma de matar o tempo. É um jeitão de viver, meu amigo! E adivinhe? Não é tão complicado quanto parece.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia Mais

Mais Noticias