Pontos Turísticos de Goiânia: 16 principais lugares para visitar

DestinoBrasilPontos Turísticos de Goiânia: 16 principais lugares para visitar

Quer fazer uma viagem para um lugar repleto de natureza, mas sem deixar de lado as comodidades da vida moderna? Então leia esse artigo, que eu vou te apresentar os 16 principais pontos turísticos de Goiânia.

A primeira coisa que você deve pensar quando ouvir falar de Goiânia é em parque. A capital goiana é uma cidade onde a preservação ambiental é levada a sério.

Para você ter uma noção, Goiânia é a cidade mais arborizada do Brasil, e a segunda mais arborizada do mundo! Só perde para uma cidade canadense chamada Edmonton.

São mais de 30 parques espalhados pela cidade, sem contar as praças. Com tanta natureza, é claro que os principais pontos turísticos de Goiânia são parques.

É impossível ir à cidade e não visitar nem que seja apenas um. Na lista abaixo, coloquei os parques mais visitados de lá, aqueles que possuem maior interesse turístico.

Mas Goiânia é também uma cidade moderna, com uma infraestrutura excelente. Conta com uma boa rede hoteleira, bons restaurantes e ótimos bares.

A cidade é considerada uma das capitais com maior IDH do Brasil. É uma cidade que oferece muita qualidade de vida para seus moradores e conforto e segurança para seus turistas.

Além disso, apresenta atrações variadas. É uma cidade boa para fazer compras, tanto em shoppings, quanto nas tradicionais feiras.

E, é claro, você não pode se esquecer dos bares. Goiânia é a cidade do sertanejo, e conta com vários barzinhos com música ao vivo.

Então, sem mais delongas, vamos conhecer aqueles pontos turísticos de Goiânia que você não pode deixar de fora de seu roteiro.

 1. Praça Cívica

Praça Cívica

Se tem um lugar em Goiânia que pode ser chamado de centro é a Praça Cívica. Goiânia foi fundada em 1933, e a Praça Cívica é seu marco zero, o lugar onde sua construção se iniciou.

A praça possui um formato bastante regular, como aliás praticamente toda a cidade. Possui alguns monumentos e é rodeada por prédios de grande importância.

O principal dos monumentos da praça é o Monumento das Três Raças. Esse é considerado um dos pontos turísticos de Goiânia mais famosos, e merece ser fotografado.

Esse monumento possui 7 metros de altura, e representa um homem branco, um negro e um índio construindo a cidade. A capital goiana é uma cidade que junta várias culturas, e esse monumento é uma homenagem à sua multiculturalidade.

Das construções importantes que ficam na praça merece destaque o Palácio das Esmeraldas, sede do governo estadual.

Além desse palácio, ao redor da praça há diversos outros edifícios em estilo art déco, que dão um charme especial à região. Um ótimo exemplo é o prédio do Museu Zoroastro Artiaga, que merece uma visita.

Melhores ofertas: Hoteis e Pousadas em Goiânia

 2. Museu Pedro Ludovico

Museu Pedro Ludovico

Pedro Ludovico foi um senador de Goiás, importante por sua carreira política e por ter sido o criador de Goiânia. Até então, a capital do estado era a cidade de Goiás.

O Museu Pedro Ludovico é a casa onde ele viveu, após a criação da nova capital. A casa foi construída por volta de 1934, pouco tempo depois da cidade ter sido inaugurada.

Trata-se de uma linda construção em estilo art déco, cor de rosa, muito bonita. Essa construção é um dos mais belos patrimônios arquitetônicos do início de Goiânia.

Além de apreciar a beleza da casa, ao visitar o museu você vai poder conhecer mais sobre a vida de Pedro Ludovico. Vai, também, descobrir detalhes sobre a criação da cidade.

O interior da casa permanece intocado desde o tempo em que Pedro Ludovico viveu por lá. Os móveis, a decoração e os objetos são os originais.

O museu, que é considerado um dos mais legais pontos turísticos de Goiânia, fica na Rua 25, entre a Praça Cívica e o Bosque dos Buritis. A entrada é gratuita.

 3. Bosque dos Buritis

Bosque dos Buritis

Bem no centro da cidade, a poucos minutos da Praça Cívica, fica o Bosque dos Buritis.

Esse parque foi um dos primeiros a ser construídos na cidade. Depois dele, porém, a cidade ganhou um grande número de outros parques, como veremos ao longo de nosso passeio.

Apesar de estar cercado por importantes avenidas, no Bosque dos Buritis há uma grande tranquilidade. Esse é o lugar mais adequado para descansar na região central.

Além das muitas árvores, o espaço conta com três lagos. A abundância de verde e de água cria um ambiente bem fresco, ideal para escapar do sol intenso e do clima seco da cidade.

No Bosque dos Buritis fica o Monumento à Paz Mundial, um importante símbolo da cidade. Nesse monumento, há um recipiente contendo um pouco de terra dos cinco continentes, representando a união de todos os países.

Outra atração do Bosque dos Buritis é o Museu de Arte de Goiânia. O acervo é bem interessante e a entrada é gratuita.

 4. Praça Tamandaré

Praça Tamandaré

Considerada um dos principais pontos turísticos de Goiânia, a Praça Tamandaré merece uma visita. É uma das praças mais frequentadas e animadas da cidade.

Com uma área relativamente grande, a Praça Tamandaré possui um paisagismo muito bonito. Como em quase toda a cidade, possui algumas árvores, que dão um charme especial ao lugar.

É um bom lugar para descansar entre um passeio e outro, ou para levar as crianças ou o cachorro. Enfim, um lugar para relaxar e se divertir.

A Praça Tamandaré é conhecida pelos grandes eventos. Por exemplo, no fim de ano é nessa praça que acontece a maior parte da iluminação de Natal.

Se você visitar Goiânia nesse período, não deixe de dar uma voltinha pela praça à noite. Mas em outras épocas do ano também tem muito o que ver por lá.

Nas noites de sábado acontece na praça a Feira da Lua. Nessa feira, é possível encontrar os mais diversos produtos, como roupas, artesanatos e comida.

A feira começa por volta das 17h e vai até as 22h. É uma ótima opção para passeios à noite na cidade.

 5. Praça do Sol

Praça do Sol

A Praça do Sol é uma praça normal, não muito grande, mas possui a sua beleza. Ao seu redor, há vários prédios modernos e muito altos, o que confere um horizonte incrível para a região.

Mas o principal atrativo dessa praça é que é ali que fica o letreiro “eu amo Goiânia”. Esse letreiro é ponto obrigatório para todos os turistas que visitam a capital goiana.

Se você quiser tirar fotos ótimas, para provar que esteve na cidade, essa praça é o melhor lugar. Além do letreiro, a praça possui uma estrutura moderna, bem bonita, que sai bem em qualquer foto.

O melhor dia e a melhor hora para visitar a Praça do Sol é no domingo à tarde. É que nesse momento acontece na praça a Feira do Sol, uma das mais legais da cidade.

A Feira do Sol é bem menor e mais tranquila que a Feira da Lua, mas o estilo é bem parecido, e vende os mesmos produtos. E, como várias outras feiras da cidade, é um símbolo de Goiânia e um passeio imperdível.

 6. Parque Lago das Rosas

Parque Lago das Rosas

Não muito longe do Bosque dos Buritis fica outro importante parque, chamado Lago das Rosas. Esse é o parque mais antigo da cidade, tendo sido planejado juntamente com o traçado da área central de Goiânia.

Esse parque era, a princípio, um grande canteiro de rosas, de onde vem o seu nome. Hoje, abriga uma grande variedade de espécies da flora da região.

O parque possui um grande lago, alimentado por nascentes que ficam também dentro do parque.

Esse lago é a parte mais agradável do parque. Antigamente, era permitido nadar em suas águas, existindo até hoje um trampolim.

Porém, depois de um tempo, o nado foi proibido. Em compensação, no entanto, instalaram vários pedalinhos por lá, o que é uma boa opção para os dias quentes.

O passeio de pedalinho é um dos principais divertimentos do parque, e a vista que se tem do meio do lago é fantástica. O passeio de 15 minutos custa R$ 15.

O Parque Lago das Rosas é um dos mais representativos da cidade. É uma das principais áreas de lazer dos moradores, e também um dos principais pontos turísticos de Goiânia.

A visita é imperdível, seja para tirar fotos, para andar de pedalinho ou para fazer um piquenique.

O parque conta também com uma outra atração. O Zoológico de Goiânia fica dentro do parque, e também é uma boa opção de passeio.

A entrada no parque é gratuita; para o Zoológico, a taxa é de R$ 5.

 7. Beco da Codorna 

Beco da Codorna

Ainda no centro da cidade fica o beco mais descolado de Goiás. Considerado um dos pontos turísticos de Goiânia mais inconfundíveis, o Beco da Codorna é a nossa próxima parada.

Na verdade, o Beco da Codorna é muito mais do que um beco. Na entrada, há uma placa onde está escrito: “Museu de Arte Urbana”.

Esse beco é um verdadeiro museu a céu aberto. Suas paredes são totalmente ocupadas por grafites maravilhosos, super coloridos.

O Beco da Codorna foi inaugurado em 2014. Até então, era um espaço abandonado e violento.

Atualmente, as paredes do beco possuem obras de mais de 80 grafiteiros, do Brasil e do exterior.

O interessante desse espaço é observar a variedade de estilos que a arte urbana pode assumir. Isso sem falar no visual em si, que é simplesmente incrível.

É também uma forma de pensar como a arte pode mudar a cara de uma cidade. Através da arte urbana, um lugar abandonado se transformou num famoso ponto turístico.

A entrada para o Beco da Codorna fica na Avenida Anhanguera, um pouco ao norte da Praça Cívica. A entrada é gratuita.

 8. Mutirama

Se você está indo com as crianças, ou se você quer voltar a se sentir criança, a dica é visitar o Mutirama. Esse parque é diversão garantida para a família toda.

O Mutirama é um parque relativamente antigo, possuindo já uns 50 anos. É considerado um símbolo da cidade, e possui toda aquela estética meio vintage, da infância de antigamente.

O parque conta com diversas atrações. Desde brinquedos para crianças menores, como carrossel, até brinquedos mais radicais, como montanha russa.

A dica é andar na roda gigante, para ter uma boa vista da cidade lá do alto. Leve a câmera e aproveite para tirar fotos ou filmar.

Além dos brinquedos do parque em si, o espaço conta com o Parque dos Dinossauros. Nessa parte, há estátuas desses antigos animais em tamanho real.

Nas dependências do parque há ainda um planetário, ideal para quem gosta de astronomia. Esse planetário 

Com tantas atrações, o Mutirama é um dos maiores pontos turísticos de Goiânia. E, para ficar ainda melhor: o parque é completamente gratuito.

Não é cobrada nem taxa de entrada nem bilhete para os brinquedos. Para chegar, basta seguir na direção norte pela Avenida Araguaia, que sai da Praça Cívica.

 9. Bares do Setor Marista

Mutirama

Você se engana se pensa que Goiânia só tem coisas para fazer durante o dia. Isso porque, além de ser conhecida por seus parques, a cidade também é conhecida por seus bares.

Você encontra bons barzinhos por toda a cidade. Mas tem uma região que concentra boa parte deles, inclusive os mais famosos.

Essa região é o Setor Marista (em Goiânia não há bairros, e sim setores). Essa região compreende o sul do Bosque dos Buritis até o Parque do Areião.

É uma região bem grande, então para você não se perder procurando os bares, vou citar os mais famosos.

Um dos mais visitados é o Bahrem, que fica na Rua 144, nº 716. Apesar desse bar ser enorme, ele sempre fica cheio, e é muito frequentado por cantores sertanejos.

Para quem quer mais animação, o Villa Mix (Avenida 136) e o Coco Club (Rua 139) funcionam como uma mistura de bar e balada. Essas são boas opções para curtir música sertaneja.

Outros bares sertanejos são Alabama Choperia e Restaurante, Saccaria Choperia e Barzim.

Se você curte um ambiente mais alternativo, o Rocket07 é uma boa opção.

Além desses, no Setor Marista você encontra uma grande variedade de estabelecimentos. Desde ambientes mais familiares até os mais descolados e jovens, essa região da cidade é bastante diversificada.

Depois de curtir o dia nos parques, nada melhor que aproveitar um pouco da vida noturna da cidade. E haja disposição, porque a noite aqui não tem hora para acabar.

 10. Pit Dogs da Rua 10

E, quando o movimento nos bares termina, começa o movimento nos Pit Dogs. Pit Dog é uma gíria da cidade, que significa o que em outros lugares do país se chama de trailer, de carrinho de cachorro quente, enfim, de comida de rua.

Mas calma, os pit dogs se parecem com isso, mas vão muito além. Porque nos lanches de Goiânia cabe de tudo, com direito a hambúrguer, salsicha, presunto e abacaxi no mesmo sanduíche.

Os pit dogs são um símbolo de Goiânia, e você não pode visitar a cidade sem experimentar um deles. Com certeza os pit dogs estão entre os pontos turísticos de Goiânia mais saborosos.

Os carrinhos e trailers de pit dog podem ser encontrados por toda cidade. Mas uma boa região para encontrá-los é a Rua 10, pertinho da Praça Cívica e não muito longe do Setor Marista.

Os dois mais famosos pit dogs da Rua 10 são o Xodog Burger e a Smiley Sanduicheria. Tudo muito simples, são apenas trailers na calçada, mas o lanche compensa.

Os pit dogs abrem geralmente no início da noite, e só fecham ao amanhecer. Depois de você curtir a noite nos bares do Setor Marista, vale a pena matar a fome na Rua 10.

E, depois que o movimento da Rua 10 acaba, acaba também a noite goiana. Aí é dormir e esperar pelo dia seguinte, para continuar conhecendo a cidade.

 11. Parque Vaca Brava

Parque Vaca Brava

O Parque Vaca Brava é um dos principais parques da cidade. É considerado um dos pontos turísticos de Goiânia mais bonitos, bem como uma das principais áreas de lazer da cidade.

O nome tem uma história curiosa. Dizem que ali, antes da construção do parque, haviam algumas vacas quase selvagens, muito bravas.

O parque não é muito grande, mas é muito bonito. No centro, há um grande lago com chafarizes, que torna a paisagem ainda mais bonita.

Esse parque é muito frequentado por moradores, que o utilizam para fazer exercícios, praticar yoga e fazer piquenique.

Já os turistas vão sobretudo para fotografar, já que esse é um dos lugares mais instagramáveis da cidade.

Os prédios dos arredores são um espetáculo à parte. Do lado do parque fica o Goiânia Shopping, um dos maiores da cidade.

Ônibus – linhas 017, 019 e 035.

 12. Parque Areião

Parque Areião

Perto do Vaca Brava, fica o Parque Areião. Igualmente considerado um dos grandes pontos turísticos de Goiânia, é mais uma opção para você aproveitar a natureza.

O Parque Areião é uma área de proteção ambiental, que conta com um bosque e um lago. Esse lago é alimentado pelas águas de nascentes localizadas dentro do parque.

A orla do lago é muito utilizada pelos moradores para fazer caminhada. Além disso, o espaço fica sempre cheio de turistas tirando fotos.

Mas há uma parte no parque que é bem mais tranquila. No Parque Areião há um pequeno bosque, uma região muito arborizada.

Ao percorrer as trilhas dessa parte, você vai se sentir fora da cidade. O clima é tão agradável e a tranquilidade tão grande, que fica difícil acreditar que se está numa região bastante movimentada de Goiânia.

Durante essa caminhada, você terá companhias muito agradáveis. O parque hospeda diversas espécies de aves e, também, vários macacos.

Ônibus – linhas 002 e 035.

 13. Jardim Botânico

Jardim Botânico de Goiânia

O Jardim Botânico de Goiânia é um dos maiores parques da cidade, e também um dos mais bonitos.

A vegetação predominante do Jardim Botânico é tropical. O parque é uma linda área de preservação, com espécies típicas da Floresta Amazônica e do Cerrado.

Ao visitar o Jardim Botânico, você vai notar que ele mais se parece com uma floresta intocada. Mesmo estando dentro da cidade, a impressão é de que você está passeando em uma floresta.

O parque conta com lagos e riachos, que deixam o espaço ainda mais bonito e acolhedor. As trilhas no meio das árvores são o ambiente perfeito para você recarregar suas energias.

Além disso, há algumas atrações bem interessantes, como um borboletário e um anfiteatro a céu aberto, na beira de um dos lagos.

O Jardim Botânico é sem sombra de dúvidas um dos mais imperdíveis pontos turísticos de Goiânia. Fica no Setor Pedro Ludovico, ao sul do Parque Areião.

Ônibus – linha 002.

 14. Parque Flamboyant

Outro dos famosos parques da cidade é o Flamboyant. O parque tem esse nome por causa do Shopping Flamboyant, o maior da cidade, que fica ali perto.

Parque Flamboyant

Localizado em uma das regiões mais elegantes da cidade, esse parque é um lugar de descanso ideal. Seu visual é maravilhoso, e conta com diversas espécies de árvores e uma ótima estrutura.

Como a maior parte dos parques de Goiânia, o Flamboyant possui um pequeno lago. Com isso, o local fica ainda mais fresco e o ar, um pouco menos seco.

Muito frequentado por turistas e por moradores, o Flamboyant é um dos lugares mais visitados da cidade. Principalmente nos fins de semana, quando diversas pessoas vão até lá para aproveitar um pouco do ambiente.

Os prédios dos arredores são muito bonitos, e formam um lindo skyline. O Parque Flamboyant é, sem dúvida alguma, um dos pontos turísticos de Goiânia mais fotogênicos.

Ônibus – 018 e 193.

 15. Centro Cultural Oscar Niemeyer

Centro Cultural Oscar Niemeyer

Considerado um dos mais famosos pontos turísticos de Goiânia, o Centro Cultural Oscar Niemeyer não pode ficar de fora do seu roteiro.

O centro é composto por quatro edifícios. O prédio da biblioteca possui o formato quadrangular, e é o mais convencional dos quatro.

Em seguida, há o Palácio da Música, em formato redondo, côncavo. Esse edifício abriga uma sala de apresentações musicais.

O Monumento aos Direitos Humanos, outra construção do conjunto, possui a forma de um grande triângulo vermelho. 

Por fim, há o Museu de Arte Contemporânea, provavelmente a parte mais turística do conjunto. Com formato arredondado, a arquitetura desse museu já valeria a visita.

O museu oferece diversas exposições temporárias, com uma ótima curadoria. A estrutura do museu é impecável e projetada com muita criatividade.

Todos esses prédios, como é de se imaginar, foram desenhados por Niemeyer. A genialidade do arquiteto está presente nesse centro, que possui uma beleza imbatível.

Esses quatro prédios ficam em uma área plana bem grande, conhecida como Esplanada JK. Nessa área, é comum ver jovens andando de patins ou de skate.

Se você animar, pode alugar ali mesmo um skate ou patins, e entrar no meio deles. Mas, se prefere não se arriscar, a esplanada é um ótimo lugar para fotografar os prédios do complexo.

A entrada é gratuita. Ônibus – 018.

 16. Museu do Cerrado

Museu do Cerrado

Um dos pontos turísticos de Goiânia mais interessantes é o Museu do Cerrado. O espaço abriga um museu de história natural e um amplo parque, com algumas vilas cenográficas.

No museu de história natural você vai poder ver fósseis e rochas, que ajudam a contar o surgimento da Terra. Nessa parte, há também informações bem interessantes sobre o surgimento da vida no planeta.

Mas a parte que mais encanta os visitantes são os espaços cenográficos do Museu do Cerrado. Neles, é possível conhecer um pouco da cultura desse importante bioma.

Na vila cenográfica, você vai poder ver réplicas de várias casinhas, com arquitetura colonial. Além de fotografar as fachadas, é possível entrar nessas casas e conhecer como era por dentro uma casa típica dos séculos anteriores.

Há também um quilombo cenográfico, em que você vai poder ver de perto como era e é a vida dos povos quilombolas do estado.

Por fim, o museu conta também com uma aldeia indígena cenográfica, que mostra um pouco da cultura e dos costumes de tribos da região.

Tudo isso num cenário muito bonito, com gramados e árvores muito bem cuidados. Como o nome já indica, todas as plantas que compõem as áreas verdes do museu são típicas do cerrado.

Visitar esse espaço é bem interessante porque é uma forma de você conhecer várias regiões de Goiás sem sair da capital. As crianças vão adorar.

O Museu do Cerrado fica dentro do campus da PUC Goiás, ao sul do Centro Cultural Oscar Niemeyer.

A entrada custa R$ 12. Ônibus – 002.

 Dicas para os viajantes de Goiânia

Com a lista acima já deu para você conhecer um pouco do que Goiânia tem a oferecer. Além de ótimas atrações, a cidade tem algumas vantagens que devem ser levadas em conta.

Por exemplo, o preço. É uma cidade relativamente barata, e quase todos os pontos turísticos de Goiânia são gratuitos.

Na lista acima, apenas o Museu do Cerrado é pago, e mesmo assim tem meia entrada para crianças e idosos. Ou seja, é uma cidade que dá para curtir muito sem gastar muito.

Os bares e restaurantes da cidade também cobram um preço justo. Mesmo os estabelecimentos mais badalados não costumam ter preços muito elevados.

E para visitar esses lugares é possível ir de ônibus. Todas as linhas que eu especifiquei acima param nos pontos de ônibus que ficam ao redor da Praça Cívica.

Para evitar perder tempo, você pode consultar os horários dos ônibus aqui. Outra opção muito boa e barata para se deslocar na cidade é por meio dos aplicativos Uber e 99. 

A mistura de natureza e prédios, tranquilidade e agito, fazem de Goiânia uma cidade muito interessante para se visitar. Mas vale a pena lembrar também que a capital do estado é uma porta de entrada para visitar as belezas de Goiás.

Goiânia é uma cidade relativamente jovem, construída em 1933. Mas nas proximidades há cidades históricas de grande beleza e importância arquitetônica.

A cidade de Goiás Velho dista 140 km de Goiânia, e Pirenópolis fica a uns 125 km da capital. Ambas são cidades históricas, e contam com um importante conjunto arquitetônico do período colonial.

Goiás também é conhecida por suas águas medicinais. A 170 quilômetros de Goiânia fica Caldas Novas, o maior conjunto de águas termais do planeta.

Além disso, o estado é famoso por sua profunda religiosidade. Do lado de Goiânia, a apenas 20 quilômetros, fica a cidade de Trindade, um dos principais pólos de turismo religioso do país.

Quer mais? Goiás também é destaque em ecoturismo. A famosa Chapada dos Veadeiros, um dos destinos naturais mais procurados do Brasil fica no estado.

Todas essas cidades podem ser visitadas a partir de um bate-volta saindo da capital, ou com passeios de poucos dias. A melhor forma de visitá-las, principalmente se o tempo é curto, é alugando um carro.

Mas mesmo que você não pretenda esticar sua viagem para outros cantos do estado, em Goiânia você já vai ter muitas coisas para fazer.

Goiânia é uma cidade que precisa ser mais visitada. Com uma natureza deslumbrante, vida noturna agitada e boa gastronomia, a capital de Goiás é o destino perfeito para sua próxima viagem.

 Planeje  sua viagem para Goiânia

Após um turbilhão de informações no decorrer desse post, vou te dar a última dica: Em viagem, tempo é dinheiro. Para economizar seu tempo, agrupei todos os sites que sempre utilizo em minhas viagens.

Para planejar uma viagem, começo sempre pela hospedagem. Quando minha intenção é descanso e curtir o hotel vou de Zarpo. Se for um passeio onde quero aproveitar todas as experiências da cidade, prefiro o Booking.

É tão recomendável que chega a ser obrigatório. O seguro viagem tem muitos pontos positivos, mas o principal para mim são os cuidados relativos à saúde, você pode entender mais sobre o assunto no artigo “Porque contratar um seguro viagem nacional?” ou fazer cotação através do Seguros Promo.

#FicaAtivoNoCupom: até o dia 14/12/2020 o Seguros Promo está com uma promoção única de 15% de desconto em todos os planos de seguro viagem usando o cupom BRASIL. Ah! E pagando via boleto bancário você tem mais 5% de desconto.

O aluguel de carro garante a experiência única e exclusiva, sua viagem dificilmente vai ser igual de outro viajante. Através da RentCars, você consegue comparar preços entre 146 locadoras ao redor do Brasil.

O momento em que vou bater o martelo da data da próxima viagem, utilizo o site que encontro os melhores preços e promoções de passagens áreas: Passagens Promo.

A Resolvvi te ajuda a solucionar problemas de voos atrasados, cancelados, overbooking ou perda de conexão. Você só precisa contratá-la quando de fato passar pelo perrengue e só paga se ganhar a ação.

Decidiu não ir pelos ares? Quando eu viajo de ônibus, pesquiso os horários, preços e as linhas de destino pelo ClickBus.

Daniel Gualberto
O desejo de poder sempre viajar e compartilhar minhas dicas com a maior quantidade de pessoas, me levou a entrar no mundo dos blogs e mídias sociais, e um dia ter o Fica Ativo e Viaja (#FAV) como um das mais respeitadas referência em blog de viagens do Brasil.

Post relacionados

Daniel Gualberto

O desejo de poder sempre viajar e compartilhar minhas dicas com a maior quantidade de pessoa!

10FansLike
176FollowersFollow
41FollowersFollow
- Propaganda - spot_img
- Propaganda - spot_img
- Propaganda - spot_img
- Propaganda -
- Propaganda -

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.