Pontos Turísticos de Macapá: 16 principais lugares para visitar

DestinoBrasilPontos Turísticos de Macapá: 16 principais lugares para visitar

A capital do Amapá é uma cidade cheia de curiosidades, de uma cultura muito diferente e de uma natureza deslumbrante. E para que você conheça o que a cidade tem a oferecer, eu vou apresentar abaixo os 16 pontos turísticos de Macapá que você não pode perder.

Macapá é cheia de recordes e de curiosidades. É considerada a cidade do centro do mundo, por ser a única capital brasileira cortada pela Linha do Equador. Lá, você pode estar em dois hemisférios ao mesmo tempo.

Além disso, fica no meio da Floresta Amazônica, a maior floresta tropical do mundo. É, ainda, a única capital banhada pelo Rio Amazonas, o maior rio do mundo.

Com uma natureza tão prodigiosa, é claro que na cidade não faltam coisas legais para fazer. E a maioria de suas atrações de uma forma ou de outra está ligada à natureza.

Mas o centro de Macapá também possui suas atrações. São museus, praças e outros pontos culturais, testemunhas de uma cultura muito rica e variada.

No entanto, Macapá não é uma cidade muito turística. Não espere uma infraestrutura excelente, como em algumas outras capitais do Brasil.

Infelizmente, muitos pontos interessantes da cidade estão abandonados e fechados ao público. Outros estão precisando de uma reforma e de modernização.

Mas que isso não desanime sua viagem: há também pontos positivos na cidade. Há alguns locais em bom estado de conservação, a cidade é barata e é bem tranquila.

E, é claro: o rio e a floresta, que são a alma da cidade, não decepcionam jamais. Por isso, vista uma roupa bem fresquinha, para aguentar o calor da cidade, calce um tênis bem confortável, e vamos logo conhecer os pontos turísticos de Macapá mais interessantes.

 1. Marco Zero

Marco Zero

Na parte sul de Macapá fica um de seus pontos mais interessantes. O Marco Zero marca o ponto exato por onde passa a Linha do Equador.

Nas proximidades do monumento, há uma linha que assinala a latitude 0 do planeta. Ou seja, de um lado da linha é o Hemisfério Sul e do outro, é o Hemisfério Norte.

O Marco Zero fica literalmente no centro do mundo. A tradição nesse lugar tão especial é tirar uma foto com um pé no sul e o outro no norte.

O monumento do Marco Zero é uma torre muito alta, com um furo no topo. Essa torre funciona como um tipo de relógio solar.

É muito interessante visitar a torre durante o equinócio, o fenômeno que marca o início do outono e da primavera. Durante o equinócio, o sol incide exatamente sobre a linha do Equador.

Por isso, nos dias de equinócio a sombra da torre fica exatamente alinhada com a linha no chão, que marca a latitude zero. Além disso, é possível ver o sol perfeitamente dentro do furo no alto da torre.

Os equinócios acontecem dia 20 ou 21 de março, e 22 ou 23 de setembro, podendo variar a cada ano. Se você estiver nessas datas em Macapá, consulte na internet qual o dia exato do fenômeno para não perder essa experiência no Marco Zero.

Ônibus – linha 116 (todos os ônibus dessa lista passam perto da Fortaleza São José).

Melhores ofertas: Hoteis e Pousadas em Macapá

 2. Estádio Zerão

Estádio Zerão

O Estádio Milton de Souza Correa, mais conhecido como Zerão, fica pertinho do Marco Zero. Além de ser o estádio mais importante do Amapá, é também um importante ponto turístico.

O Zerão não é um estádio muito grande. Tem capacidade para apenas 10 mil pessoas, e foi inaugurado por volta de 1990.

O que faz desse estádio um lugar tão interessante é sua localização geográfica. Como o monumento que vimos anteriormente, o estádio também fica na latitude zero, sendo atravessado pela Linha do Equador.

Mais precisamente, a linha do Equador coincide com a linha que divide o campo ao meio. Nos jogos que acontecem no estádio, um time joga no hemisfério norte e o outro, no hemisfério sul.

O Zerão é o único estádio do mundo atravessado pela Linha do Equador. O estádio fica a poucos metros do Marco Zero, e a entrada é gratuita.

 3. Fortaleza São José de Macapá

Fortaleza São José de Macapá

A Fortaleza São José é a mais famosa dentre todos os pontos turísticos de Macapá. É a maior fortaleza do Brasil e da América Latina.

Monumentos desse tamanho geralmente ficam afastados da cidade. No entanto, a Fortaleza de São José fica bem no centro de Macapá, às margens do Rio Amazonas.

A fortaleza foi construída no século XVIII, para proteger a região. Possui enormes paredes com dez metros de altura, o que fazia dela um espaço quase impenetrável pelas tropas inimigas.

Mas, apesar de seu tamanho e de sua segurança, a fortaleza nunca foi usada. Felizmente, nunca houve nenhum conflito na região.

A importância histórica da fortificação é gigantesca. Considerada um símbolo de Macapá, é uma das principais construções coloniais do país.

Além de conhecer a estrutura da antiga fortaleza, a visita é recompensada também pela beleza dos jardins do entorno. Nos arredores fica o Parque do Forte, com belos gramados, pistas para caminhada e banquinhos.

A maior fortaleza do Brasil fica às margens do Rio Amazonas, o maior rio do mundo. Da fortaleza e do parque ao redor é possível ter vistas maravilhosas da imensidão do rio.

A entrada é gratuita.

 4. Mercado Central

Mercado Central

O Mercado Central é um dos mais típicos pontos turísticos de Macapá, e fica bem pertinho da Fortaleza. O mercado possui mais de 60 anos, e já faz parte da história e da cultura da cidade.

Por lá você vai encontrar uma boa quantidade de produtos, especialmente comida. Aproveite a oportunidade para experimentar os produtos típicos da Amazônia, como frutas e temperos.

O Mercado Central conta também com um bom número de lanchonetes e restaurantes, nas quais você pode experimentar os pratos tradicionais do Amapá.

Não se pode esquecer, também, a arquitetura do mercado. Ele fica numa casa muito bonita, construída por volta de 1950, bem pertinho da Fortaleza.

O espaço recebe, de vez em quando, apresentações de música regional. O espaço é bem simples, mas muito bem organizado, principalmente por ter sido reformado recentemente.

 5. Casa do Artesão

Casa do Artesão

A Casa do Artesão é um dos pontos turísticos de Macapá mais interessantes. É o melhor lugar da cidade para fazer compras, especialmente se você quer comprar lembrancinhas de Macapá.

Na Casa do Artesão você vai poder adquirir peças de artesanato de artesãos de várias partes do Amapá. Uma das marcas de lá é a diversidade de estilos e de produtos.

O destaque fica por conta do artesanato indígena. Ao visitar o mercado você vai se encantar com as obras de diferentes povos indígenas do Estado.

O interessante dessas peças é ver como os materiais da floresta se transformam em arte. Nas mãos dos artistas da região, madeira, palha, galhos e outros materiais orgânicos ganham vida, e assumem as mais diversas formas.

A Casa do Artesão fica bem pertinho da Fortaleza São José e da Praça Beira Rio. A entrada é gratuita, e o preço das peças, em geral, é bem acessível.

 6. Praça Beira Rio

Perto da Casa do Artesão e da Fortaleza fica a Praça Beira Rio, um grande espaço aberto na orla da cidade. Esse é um dos lugares mais frequentados de Macapá, tanto por moradores quanto por turistas.

Da Praça Beira Rio é possível ter vistas maravilhosas do Amazonas. Dali, é possível contemplar toda a imensidão do rio e toda a sua beleza.

Isso faz da região uma ótima opção para passeios, caminhadas e exercícios físicos. Muitos macapaenses, utilizam o espaço para se exercitar.

Mas o que mais chama a atenção dos turistas são os quiosques. Pertinho da Casa do Artesão há vários, nos quais é possível comer ou beber alguma coisa com uma vista majestosa para o rio Amazonas.

Um pouco mais à frente fica a Praça do Coco, também dentro do complexo Beira Rio. Essa pracinha é considerada um dos melhores pontos para aproveitar a noite na cidade.

Além dos quiosques, a praça possui diversos outros espaços. É considerada um dos pontos turísticos de Macapá mais interessantes, e funciona como um ponto de lazer e de contemplação.

Ali pertinho ficam outros dois pontos turísticos de Macapá bem importantes: o Trapiche Eliezer Levy e a Pedra do Guindaste.

 7. Trapiche Eliezer Levy

Trapiche Eliezer Levy

O rio Amazonas é tão grande que é quase impossível ver a outra margem. Dizem que alguns turistas desavisados confundem o rio com o mar.

Um dos melhores pontos para contemplar a vastidão do Rio Amazonas é o Trapiche Eliezer Levy. O trapiche se estende por quatrocentos metros rio adentro, oferecendo vistas de tirar o fôlego.

O interessante do trapiche é que dentro dele há um bondinho. É possível percorrê-lo de uma ponta a outra pelo bondinho.

O trapiche é um dos pontos turísticos de Macapá de visita obrigatória. Algumas das melhores fotos da cidade você vai tirar lá.

A melhor hora para conhecê-lo é de tardinha. Assistir o pôr do sol de lá é uma experiência inesquecível.

Infelizmente, o trapiche está temporariamente fechado para reforma. É possível entrar nele e percorrer até uma certa distância, mas a maior parte está interditada.

 8. Pedra do Guindaste

Pedra do Guindaste

Perto do trapiche fica a Pedra do Guindaste, um dos símbolos da cidade. Envolto em lendas e mistérios, esse monumento é um dos pontos turísticos de Macapá mais interessantes.

A Pedra do Guindaste fica no meio do rio, perto do Trapiche Eliezer Levy, a aproximadamente 300 metros da orla.

Apesar do nome, o monumento não é uma pedra, e sim um pedestal de concreto. No alto do pedestal, fica uma imagem de São José.

Uma das coisas mais interessantes sobre esse monumento é que ele vive cercado por lendas. A Pedra do Guindaste já faz parte do imaginário dos macapaenses e é um elemento importante de sua cultura.

Uma das lendas diz que a pedra surgiu das lágrimas de uma índia, que chorava por causa de seu marido morto.

Outra lenda diz que ao redor da Pedra do Guindaste há uma enorme serpente. Essa serpente é tão grande que o rio só não sofre enchentes porque ela bebe parte de suas águas.

A Pedra do Guindaste fica dentro do rio, um pouco distante da orla. Com um bom zoom, é possível tirar fotos da pedra a partir da margem.

Mas uma ótima dica é esperar a maré baixa, quando o rio recua e é possível ir até a Pedra do Guindaste caminhando. Você pode consultar a tábua de marés de Macapá aqui.

A melhor forma de explorar um novo destino é com a liberdade total!

Faça um cotação na RentalCars, a maior empresa de comparação de Aluguel de Carro, além de você poder pagar em 12 vezes sem juros.

Reserve Agora!!

 9. Igreja de São José de Macapá

Igreja de São José de Macapá

Outro ponto que merece uma visita é a Igreja de São José. Um dos pontos turísticos de Macapá preferidos pelos visitantes, essa igreja fica bem pertinho da Fortaleza e da Casa do Artesão.

Essa igreja é a construção mais antiga da cidade. Foi inaugurada no século XVII, na época em que os primeiros colonizadores portugueses chegaram à região.

A arquitetura da igreja segue o estilo neoclássico, típico dos colonizadores portugueses da época. É bem simples e possui poucos detalhes, mas sua fachada é muito bonita.

É considerada a igreja mais importante da cidade, e sua história está intimamente ligada à história da cidade. O Santo ao qual ela é consagrada, São José, é hoje o padroeiro da cidade.

A festa de São José, o maior evento religioso da cidade, acontece principalmente nessa igreja. A festividade envolve diversas atividades, e ocorre geralmente no mês de março.

Entrada gratuita.

 10. Teatro das Bacabeiras

Teatro das Bacabeiras

Considerado um dos pontos turísticos de Macapá mais famosos, o Teatro das Bacabeiras é um lugar bem interessante para conhecer.

É um dos principais centros culturais da capital amapaense, e se destaca por sua arquitetura modernista. A fachada do teatro é uma das mais bonitas da cidade.

Trata-se de um teatro relativamente grande, com capacidade para aproximadamente 700 pessoas. Sua construção é bem recente, tendo sido inaugurado em 1987.

Mas é uma construção bem simples. Não espere ver uma obra monumental como os teatros de outras capitais do Norte, como o de Manaus ou o de Belém.

A melhor forma de conhecer teatros e casas de espetáculos é assistindo a um evento lá. Por isso, dê uma olhada na página do teatro no Facebook, para saber se vai rolar alguma coisa legal enquanto você estiver na cidade.

De qualquer forma, como o teatro fica pertinho da Igreja de São José, vale a pena dar uma voltinha por lá e conhecê-lo, nem que seja do lado de fora.

 11. Praça Floriano Peixoto

A Praça Floriano Peixoto, no centro, é considerada a praça mais bonita da cidade. É uma das principais áreas de lazer dos moradores e um dos pontos turísticos de Macapá mais visitados.

A praça compreende um grande espaço, com muitas árvores e vegetação típica. Mas o grande destaque fica por conta do lago.

Nesse lago, é possível andar de pedalinhos, o que é um ótimo passeio para as crianças. Para dar uma volta de pedalinho, paga-se o valor de R$ 5.

A praça é um lugar muito bonito e tranquilo, ideal para curtir durante longas horas. Por lá, é comum ver pessoas correndo, fazendo yoga, ou simplesmente relaxando na sombra.

As árvores e o lago são ótimas pedidas para aliviar um pouco o calor da cidade. A praça merece uma visita também caso você queira tirar fotos.

 12. Museu Sacaca

Museu Sacaca

Que Macapá é rodeada pela Floresta Amazônica todo mundo sabe. Mas você sabia que há um pedaço da floresta bem no meio da cidade?

Trata-se do Museu Sacaca, um verdadeiro manancial da floresta dentro da cidade. Apesar de ser um espaço relativamente pequeno, visitá-lo é como percorrer a floresta.

O nome Sacaca vem de um curandeiro da região, grande conhecedor dos segredos e das tradições da Amazônia.

A primeira coisa que se nota quando chega ao museu é a beleza do lugar. O espaço é muito arborizado, com árvores nativas da Floresta Amazônica.

Por lá, há diversas casinhas cenográficas bem interessantes. A casa da parteira, a casa do ribeirinho, a casa dos catadores de castanhas, casa de indígenas e muito mais.

Ao visitar essas casas você vai conhecer os modos de vida desses povos tradicionais, tão diferentes da nossa cultura.

Além de ver como eles vivem, é possível aprender também um pouco de suas crenças, de sua forma de ver o mundo e de sua cultura como um todo.

Outra coisa que chama muito a atenção no museu é um pequeno rio, onde tem um barco. É o Regatão, um tipo de barco comercial que vendia produtos para os povos da floresta, muito comum durante o ciclo da borracha.

O Museu Sacaca é um dos pontos turísticos de Macapá preferidos pelos visitantes. Além de ser um lugar muito interessante do ponto de vista cultural, é lindíssimo, e rende fotos maravilhosas.

A entrada é gratuita. Ônibus – 214.

Você vai viajar? Você sabe se seu plano de saúde tem cobertura nacional?

Diversos convênios médicos não oferecem cobertura fora da sua região! Não viaje preocupado! Contrate um Seguro Viagem Nacional para que tenha assistência médica e odontológica, seguro de bagagem extraviada, assistência jurídica e mais um tanto de benefícios.

Fazer Cotação

 13. Orla de Araxá

Orla de Araxá

A Orla de Araxá segue o mesmo estilo da Praça Beira Rio, mas fica na parte sul da cidade. É mais uma opção para quem quer curtir um pouco do contato com o rio na cidade.

O lugar é bem grande e oferece muitas atrações. Há algumas lanchonetes e restaurantes bem pertinho do rio, onde você pode sentar, comer ou beber alguma coisa e curtir a vista.

Para os que querem mais agito, a região é cheia de espaços para caminhada. Você pode aproveitar a grande extensão do lugar e sair caminhando pela orla afora, o que dá uma caminhada e tanto!

A Orla de Araxá é uma ótima opção de passeio para a tardinha. Nessa hora, o calor ameniza um pouco e dali dá pra ver o pôr do sol perto do rio.

Uma dica é procurar pela Praça da Samaúma, que fica ali pertinho da Orla do Araxá. A samaúma é a maior espécie de árvore do Brasil, podendo alcançar até 70 metros de altura, e tem uma nessa praça.

Mas atenção: evite visitar a Orla do Araxá durante a noite. Quando começar a escurecer, é melhor ir embora, pois o local não é muito seguro durante a noite.

Ônibus – linha 126.

 14. Bioparque

Bioparque

Na zona sul da cidade fica o Bioparque, um dos mais impressionantes pontos turísticos de Macapá. Apesar de ficar pertinho da cidade, o parque é um verdadeiro pedaço da floresta.

O parque possui o tamanho equivalente a 100 campos de futebol. Nessa grande extensão, é possível apreciar inúmeras espécies de árvores da Floresta Amazônica.

O espaço, que já foi um zoológico, hoje só mantém animais resgatados do tráfico e que estejam sendo submetidos a tratamentos veterinários.

O interessante do Bioparque é que, além de ser uma área de preservação ambiental, também funciona como um parque voltado para visitação e para o lazer.

O espaço conta com trilhas de caminhada e de trekking, com diferentes graus de dificuldade. Nessas trilhas, você vai se sentir dentro da floresta, e não em um parque próximo da capital.

Além das atrações mais tranquilas, o parque oferece também atividades mais radicais. Dentre elas, as mais interessantes são a tirolesa, a parede de escalada e a canoagem.

A entrada custa R$ 10 (com gratuidade para idosos e crianças menores de 5 anos). Ônibus – linha 139.

 15. Rio Curiaú

Tracajás fêmas tomando banho de sol no rio Aragauri no Macapá

A APA (Área de Proteção Ambiental) do Rio Curiaú fica a uns 20 quilômetros ao norte do centro. É considerada um dos pontos turísticos de Macapá indispensáveis.

O Rio Curiaú é um afluente do Rio Amazonas, e se destaca por suas paisagens maravilhosas. O rio passa por uma planície, que em determinadas épocas do ano se transformam numa grande área alagada.

Nessa região, é possível conhecer espécies da flora e da fauna amazônicas. A sensação é de estar numa área intocada, mesmo estando pertinho da capital.

No inverno, quando a planície está alagada, é possível ver as garças caminhando pelos charcos e voando.

Outra coisa muito interessante na APA Curiaú é conhecer os modos de vida tradicionais. Nessa região há um quilombo, cujos moradores mantém há séculos suas tradições.

A empresa Amapá Eco Camping oferece um passeio para o Curiaú, que inclui um passeio de canoa pelos rios da região.

Se você quer uma experiência menos roots, na região há o Balneário Curiaú. Nesse balneário, você pode tomar banho numa piscina natural, e contemplar as paisagens deslumbrantes da região.

O Balneário Curiaú é considerado um dos pontos turísticos de Macapá mais bonitos. A entrada é gratuita.

 16. Rio Amazonas

Rio Amazonas

Como todo mundo já sabe, o Rio Amazonas é o maior do mundo. O Amazonas possui mais de 6 mil quilômetros de extensão, e sua bacia hidrográfica concentra 20% da água doce do planeta!

A largura média do Rio Amazonas é de surpreendentes 15 quilômetros. Sua profundidade é, em média, de 50 metros, o equivalente a um prédio de 15 andares!

Por esses e outros motivos, esse rio é um dos mais grandiosos espetáculos da natureza. E Macapá é a única capital que tem o privilégio de estar às margens dele.

Com isso, é claro que um dos principais pontos turísticos de Macapá é o Rio Amazonas. Os passeios de barco pelo rio, saindo da cidade, estão entre os programas mais procurados pelos turistas.

Nesses passeios de barco, é possível conhecer toda a beleza e as riquezas desse rio. É possível, por exemplo, conhecer comunidades ribeirinhas, passar por igarapés, dar a volta por ilhas fluviais e muito mais.

Uma das principais atrações para quem decide fazer o passeio de barco é ver os botos, lindos animais aquáticos, semelhantes aos golfinhos, tão típicos da região que já fazem parte do folclore.

Além disso, vai poder contemplar as paisagens ímpares do maior rio do mundo atravessando a maior floresta do mundo. Um passeio pelo Amazonas é uma experiência simplesmente inesquecível.

Há várias empresas que fornecem esses passeios. Nas orlas da cidade, você vai encontrar barcos que fazem o trajeto.

Se você prefere planejar com antecedência, pode dar uma conferida no site da Amapá Eco Camping. Essa empresa aposta no turismo sustentável e social, e tem como um de seus objetivos a educação ambiental. 

 Dicas para os viajante do Macapá

Macapá é uma capital brasileira inacessível por terra. Para chegar lá, é preciso ir de barco ou de avião.

Se você estiver fazendo um tour pela região norte, ir de barco para Macapá é uma ótima oportunidade de conhecer os rios da região. Há um trajeto muito famoso saindo de Belém.

Um dos navios que oferece o trajeto Belém-Macapá é o Ana Beatriz. O trajeto custa a partir de R$ 200 por pessoa.

Os pontos turísticos de Macapá se concentram principalmente nas proximidades da Fortaleza São José. É possível visitar boa parte deles a pé.

Para os passeios mais distantes, a melhor opção é ir de táxi. Claro, a cidade conta com um sistema de transporte urbano, mas são poucas linhas e há poucas informações.

Como Macapá fica na Linha do Equador, a cidade é muito quente. O clima de lá é o equatoriano, em que faz calor praticamente o ano inteiro.

Por isso, coloque em sua mala roupas leves e frescas, para aguentar o calor da cidade. Caso você pretenda fazer as trilhas pela floresta, leve roupas adequadas, um chapéu e protetor solar.

Apesar de estar no centro do mundo, Macapá é distante dos principais centros urbanos do país. E, tão grande quanto a distância geográfica, é a distância cultural.

A cidade e seus arredores possui comunidades quilombolas, indígenas e ribeirinhas que nos apresentam uma outra forma de vida. Visitar Macapá e conhecer sua gente é, acima de tudo, uma lição de como preservar e viver em harmonia com a natureza.

 Planeje  sua viagem para Macapá

Após um turbilhão de informações no decorrer desse post, vou te dar a última dica: Em viagem, tempo é dinheiro. Para economizar seu tempo, agrupei todos os sites que sempre utilizo em minhas viagens.

Para planejar uma viagem, começo sempre pela hospedagem. Quando minha intenção é descanso e curtir o hotel vou de Zarpo. Se for um passeio onde quero aproveitar todas as experiências da cidade, prefiro o Booking.

É tão recomendável que chega a ser obrigatório. O seguro viagem tem muitos pontos positivos, mas o principal para mim são os cuidados relativos à saúde, você pode entender mais sobre o assunto no artigo “Porque contratar um seguro viagem nacional?” ou fazer cotação através do Seguros Promo.

#FicaAtivoNoCupom: até o dia 14/12/2020 o Seguros Promo está com uma promoção única de 15% de desconto em todos os planos de seguro viagem usando o cupom BRASIL. Ah! E pagando via boleto bancário você tem mais 5% de desconto.

O aluguel de carro garante a experiência única e exclusiva, sua viagem dificilmente vai ser igual de outro viajante. Através da RentCars, você consegue comparar preços entre 146 locadoras ao redor do Brasil.

O momento em que vou bater o martelo da data da próxima viagem, utilizo o site que encontro os melhores preços e promoções de passagens áreas: Passagens Promo.

A Resolvvi te ajuda a solucionar problemas de voos atrasados, cancelados, overbooking ou perda de conexão. Você só precisa contratá-la quando de fato passar pelo perrengue e só paga se ganhar a ação.

Decidiu não ir pelos ares? Quando eu viajo de ônibus, pesquiso os horários, preços e as linhas de destino pelo ClickBus.

Daniel Gualberto
O desejo de poder sempre viajar e compartilhar minhas dicas com a maior quantidade de pessoas, me levou a entrar no mundo dos blogs e mídias sociais, e um dia ter o Fica Ativo e Viaja (#FAV) como um das mais respeitadas referência em blog de viagens do Brasil.

Post relacionados

Daniel Gualberto

O desejo de poder sempre viajar e compartilhar minhas dicas com a maior quantidade de pessoa!

10FansLike
176FollowersFollow
41FollowersFollow
- Propaganda - spot_img
- Propaganda - spot_img
- Propaganda - spot_img
- Propaganda -
- Propaganda -

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.