Pontos Turísticos de Pucón: 16 principais lugares para visitar

América do Sul Chile Pontos Turísticos de Pucón: 16 principais lugares para visitar


Pucón é um dos principais destinos do Chile quando se fala em ecoturismo. O Vulcão e o Lago Villarrica são dois pontos turísticos essências e mundialmente famosos que você tem que conhecer em Pucón.

Mas engana-se quem pensa que Pucón se resume a isso. A verdade é que a cidade possui uma grande quantidade de atrações, umas muito famosas, outras menos, mas todas igualmente incríveis.

Com ênfase no turismo de aventura, em Pucón você poderá se aventurar e aproveitar a natureza de todas as formas possíveis.

Há inúmeras opções de trilhas, para todos os níveis. Muitos lagos e rios, onde você poderá praticar rafting, andar de caiaque ou nadar. Pode optar por esqui aquático ou na neve.

Rapel, ciclismo e explorações em cavernas também não faltam. Mas também poderá relaxar em uma das muitas termas e descansar enquanto contempla a paisagem. Como você já deve ter percebido, opções não faltam.

Por isso, listei abaixo os 16 principais pontos turísticos de Pucón, para que você possa aproveitar de tudo um pouco. Então vamos logo, que há muita coisa para ver!

 1.  Vulcão Villarrica

Vulcão Villarrica - Pontos Turísticos de Pucón
Vulcão Villarrica

O vulcão Villarrica é certamente o mais famoso dentre os pontos turísticos de Pucón. Esse vulcão, considerado um dos mais ativos da América Latina, possui mais de 2.800 metros de altitude.

Além do absoluto protagonismo na paisagem de Pucón, o vulcão também é personagem principal das histórias e tradições locais. Os mapuches, povos nativos do Chile, desde o período pré-colombiano atribuem ao vulcão características sobrenaturais.

Ruka Pillañ, como os mapuches até hoje chamam o vulcão, é visto como a morada dos espíritos das montanhas.

Mas são espíritos benéficos, que fazem com que o vulcão seja uma fonte de boas energias.

O vulcão Villarrica, porém, não é apenas um enfeite na paisagem ou só um personagem de histórias.

É um dos mais famosos locais para a prática de trekking no Chile. Prepare-se para a subida: serão aproximadamente 5 horas de caminhada passando por paisagens deslumbrantes. A dificuldade não é muito elevada, mas a subida requer prática e um bom condicionamento físico, além, é claro, de guias e equipamentos especializados.

O guia (que é obrigatório) e os equipamentos você encontra facilmente em uma das muitas empresas do ramo, no centro de Pucón.

Se o trajeto já é incrível, prepare-se para quando chegar ao topo. De lá, você verá a linda paisagem do Parque Nacional Villarrica, com diversos lagos e vários outros vulcões menores.

Além disso, verá a enorme cratera do vulcão, de onde sobe uma discreta fumaça, nos dias em que a atividade vulcânica está mais ativa. Não se esqueça de levar a câmera para registrar belas imagens desse passeio inesquecível.

 2.  Centro de Ski

Além de trekking, nas estações frias o vulcão Villarrica se transforma num lugar perfeito para a prática de esqui. Numa de suas encostas fica o Centro de Ski Pucón, onde você poderá, além de esquiar, praticar outros esportes de inverno.

O Centro de Ski possui diversas pistas, de variados graus de dificuldade, além de oferecer aulas para os iniciantes.

Não importa se você já tem experiência com esportes de inverno ou se você nunca viu neve na vida: o Centro de Ski é uma atração para todos os públicos e sem dúvida alguma é um dos mais imperdíveis pontos turísticos de Pucón.

O Centro de Ski fica a 20 km do centro de Pucón. Os valores dependem da temporada, e podem ser consultados no site.

 3.  Parque Nacional Huerquehue

Parque Nacional Huerquehue

O Parque Huerquehue é o paraíso para os amantes de trekking. O gigantesco parque conta com diversos lagos, montanhas e paisagens lindíssimas. Mas o principal destaque são as trilhas. Há diversas opções, dos mais diferentes níveis de dificuldade.

A trilha mais famosa é a Los Lagos, em que você verá, além de diversos lagos, algumas cachoeiras e vários vulcões a distância.

Essa trilha tem 12 quilômetros e não é muito difícil, podendo ser concluída por qualquer pessoa com bom condicionamento físico.

Se quiser uma trilha mais leve, opte pela Nirrico, que possui menos de 1 quilômetro de extensão e pode ser feita tranquilamente por qualquer pessoa.

Agora, caso você tenha experiência em caminhadas difíceis, a mais adequada é a trilha San Sabastian, com mais de 10 quilômetros de caminho desafiador.

Além de trilhas, o parque, que é considerado um dos principais pontos turísticos de Pucón, oferece diversas outras opções, como lagos e cachoeiras.

Imperdíveis são os lagos Chico e Verde, além dos famosos Tinquilco e Huerquehue. As cachoeiras Trufulco e Ninho de Águias são igualmente imperdíveis.

O parque ainda possui mirantes com paisagens deslumbrantes e uma vegetação maravilhosa, da qual se destacam as araucárias. Para percorrer todo o parque, é necessário dois ou três dias. Felizmente, porém, o parque conta com áreas de camping. 

Há diversas empresas, no centro de Pucón, que oferecem esse passeio com guia. Mas você também pode ir por conta própria, de ônibus.

A empresa Buses Caburgua possui linhas que fazem o trajeto de aproximadamente 35 quilômetros entre o centro de Pucón e o Parque Huerquehue.

A entrada no parque custa 7.000 pesos chilenos.

 4.  Santuário El Cañi



Se você gosta de trekking e tem experiência, vai adorar El Cañi. Esse santuário é uma reserva florestal que surgiu na década de 90, a partir de uma ONG de proteção ambiental. Atualmente, o parque é administrado por uma associação comunitária.

O nome significa, na língua mapuche, algo como “outro olhar”, e é isso que o santuário propõe: educação ambiental e uma nova visão da natureza, a partir do ecoturismo. No parque, há uma belíssima trilha, que percorre o bosque até chegar a um mirante.

A trilha não é recomendada para pessoas sem experiência ou que não tenham um bom condicionamento físico, e dura aproximadamente 4 horas.

Se você está acostumado com atividades intensas, é mais que recomendado. Mas mesmo que você não tenha bom condicionamento físico, vale a pena visitar o santuário, nem que seja para apreciar a paisagem.

O Santuário fica a 21km de Pucón. Há ônibus saindo do centro da cidade. A entrada custa 4.000 pesos chilenos.

 5.  Cavernas Vulcânicas

Ainda para quem quer trilhas, recomendo o Parque Cuevas Volcánicas, nas proximidades do Vulcão Villarrica. Esse parque é o mais recomendado para explorações espeleológicas, para entender sobre a formação de cavernas e sobre o funcionamento de vulcões.

Aqui você terá uma verdadeira aula sobre a formação da terra, suas eras geológicas, sobre a Pangeia e as placas tectônicas. As cavernas que compõem esse parque são de origem vulcânica.

Foram perfuradas pela lava do Vulcão Villarrica, durante erupções antigas, na época em que sua atividade vulcânica era maior.

Além do passeio nas cavernas, o parque conta com trilhas no meio dos bosques e com uma bela ponte pênsil, que atravessa um buraco, que nada mais é que o leito por onde a lava do vulcão escorria.

O parque possui uma boa estrutura turística, e conta com uma lanchonete.

Esse parque fica a 18km do centro da cidade. A entrada custa 18.000 pesos chilenos.

 6.  Lago Villarrica

Os dois principais pontos turísticos de Pucón possuem o mesmo nome e são complementares. Impossível imaginar Pucón sem o vulcão, e a cidade não seria a mesma sem o lago.

De fato, a paisagem mais bela do local é a cidadezinha às margens do lago, com o enorme vulcão ao fundo.

O enorme lago se estende entre as cidades de Pucón e a vizinha Villarrica, de onde vem seu nome. Suas águas são de um colorido incrível e muito fotogênicas.

Experimente sentar na orla do lago para fazer um lanche, ou simplesmente contemplar a paisagem. Se você acha isso muito parado e prefere algo mais agitado, o lago, principalmente no verão, é perfeito para a prática de esportes aquáticos.

Passear de barco é uma das opções, mas se você quer se molhar, pode optar por esqui aquático ou caiaque.

Se você estiver muito animado e for um dia ensolarado, poderá se aventurar a nadar nas famosas águas geladas do lago.

 7.  Lago Caburgua

Esse é o segundo lago mais famoso de Pucón, e é muito procurado por turistas. O enorme lago fica cercado por bosques de araucárias e outras espécies nativas, e é um lugar perfeito para trilhas, além de banhos e esportes aquáticos.

Há duas praias principais, conhecidas como Praia Branca e Praia Negra. Essas praias recebem um grande número de turistas, sendo locais bastante animados.

Nas margens do lago, há um pequeno vilarejo, em que existem algumas opções de hospedagem e de restaurantes e lanchonetes.

Considerado um dos mais belos pontos turísticos de Pucón, o Lago Caburgua, que dista 30 quilômetros do centro da cidade, é uma das atrações imperdíveis da região.

O lago fica a aproximadamente 20km do centro da cidade. Ônibus.  linha Caburgua.

 8.  Ojos de Caburgua

Bem perto do lago que vimos acima, ficam os Ojos de Caburgua, duas cachoeiras muito bonitas, com uma incrível cor azul.

O nome vem do fato de serem duas quedas de água, uma ao lado da outra, como se fossem olhos. E o nome é adequado também porque só se pode olhar: o banho é proibido nessa cachoeira.

Um pouco mais abaixo, fica um pequeno lago, conhecido como Laguna Azul, em que a cor característica da água é ainda mais intensa.

Os Ojos de Caburgua e a Laguna Azul estão entre os mais procurados pontos turísticos de Pucón, e vale a pena visitá-los quando você for conhecer o Lago Caburgua.

 9.  Parque Kulatrayken

Continuando a falar sobre cachoeiras, vou te indicar agora outro dos imperdíveis pontos turísticos de Pucón.

Esse parque é um dos lugares mais bonitos da região, e guarda incríveis paisagens. Kulatrayken significa, na língua mapuche, “três cachoeiras”.

E, de fato, a maior atração do parque são três cachoeiras muito bonitas. Mas o restante do parque não deixa a desejar: possui jardins muito bem cuidados, trilhas para caminhada entre as árvores e mirantes com vistas incríveis.

Além disso, no parque há uma lanchonete, onde você poderá fazer suas refeições com uma vista impagável.

Esse parque é ótimo para recarregar as energias e desfrutar de algumas horas de paz, uma vez que o Kulatrayken é um parque pouco conhecido, e muitos turistas que visitam Pucón nem ficam sabendo de sua existência.

O parque fica a 28km de Pucón. A Buses Caburgua possui um ônibus que faz esse trajeto. A entrada custa 2.000 pesos chilenos.

 10.  Cascada El Claro

Continuando a falar sobre cachoeiras, não posso esquecer do Parque Salto del Claro. Como no caso do Kulatrayken, esse parque privado ainda é relativamente pouco conhecido por muitos turistas, sendo um dos tesouros mais bem escondidos da cidade.

Conta com uma grande área de bosques, diversas trilhas, mirantes e, é claro, uma grande cachoeira.

A cachoeira El Claro é sem dúvida um dos pontos turísticos de Pucón mais impressionantes. Para chegar até ela, já dentro do parque, é necessário percorrer uma trilha de dificuldade média.



O esforço, no entanto, é mais que recompensado pela vista incrível dos 90 metros de queda da cachoeira.

Além disso, o poço de El Claro é cercado por belos bosques valdivianos, típicos da região, que se caracterizam pela enorme biodiversidade e densidade da vegetação, além de uma grande quantidade de espécies animais.

A entrada no parque custa 5.000 pesos.

 11.  Rio Trancura

O Rio Trancura é com certeza um dos mais famosos pontos turísticos de Pucón. O rio nasce nas proximidades da Argentina, e desce as montanhas de Pucón com grandes corredeiras.

E isso, como você já deve ter imaginado, é um prato cheio para esportes mais radicais. O mais praticado aqui é o rafting, sendo um dos principais locais para a prática desse esporte na região.

Na classificação do nível de dificuldade do rafting, que vai de 1 a 6, o Rio Trancura possui o nível 4. É, portanto, um nível avançado, com muitas ondas e água agitada, mas sem grandes perigos.

A adrenalina é garantida e, feito junto com especialistas e com os devidos equipamentos, você vai terminar a descida querendo mais.

Se no meio da emoção da descida você conseguir se concentrar em alguma outra coisa, vai ver que as paisagens que acompanham o rio são maravilhosas.

 12.  Bosque Encantado

Depois de tanta agitação, vamos ver alguns locais mais tranquilos. O Bosque Encantado é um dos mais famosos pontos turísticos de Pucón, e é ideal para um descanso entre uma e outra aventura.

Aqui não há nada de adrenalina, e você poderá descansar suas pernas. Nada de trekking ou de escalada: a caminhada aqui é sobre passarelas de madeira.

O parque é um bosque com a típica flora da região, com diversas esculturas representando criaturas mitológicas e seres fantásticos, tanto do folclore chileno quanto de outras partes do mundo.

O Bosque Encantado é um mundo lúdico, ideal para visitar se você estiver com as crianças.

E, mesmo que não esteja com elas, aqui você voltará a ser criança.

Visitar o Bosque Encantado é como adentrar em um verdadeiro conto de fadas. Ou de bruxas, de gnomos e cogumelos, como preferir.

O ingresso custa 6.000 pesos chilenos.

 13.  Termas Geométricas

Termas Geométricas - Pontos Turísticos de Pucón
Termas Geométricas

Pucón é mundialmente conhecido pelos vulcões, pelos lagos, pelas trilhas e, também, pelas termas. São muitas as opções de termas na cidade, para que você possa relaxar depois de tantas aventuras.

A mais famosa, que não poderia ficar de fora da lista dos pontos turísticos de Pucón, é essa, as Termas Geométricas. É um dos locais mais procurados da cidade, e realmente vale muito a pena a visita.

Foi construída numa espécie de canyon, num riacho cercado por dois paredões de pedra. A passarela, que interliga as 14 piscinas termais, vai ziguezagueando por cima do riacho, formando os tais desenhos geométricos.

As 14 piscinas termais são aquecidas pelo vulcão, e suas águas chegam a até 45ºC. Além da temperatura agradável, essas águas possuem propriedades medicinais e relaxantes.

Por causa do vapor da água, essas termas estão sempre cobertas de névoa, fazendo com que o ambiente fique ainda mais exótico e aconchegante. Ideal para curtir após um esporte mais radical.

A entrada custa a partir de 20.000 pesos chilenos.

 14.  Avenida Bernardo O’Higgins

Ao visitar os pontos turísticos de Pucón, você não pode esquecer de prestar atenção na cidade em si.

Focada no ecoturismo, o que se destaca na região são as belezas naturais, mas não deixe de reservar um tempo para apreciar devidamente a beleza urbana da cidade.

Pucón é uma cidade bem pequena, com apenas 22 mil habitantes, mas possui o seu encanto. A principal via da cidade é a Avenida Bernardo O’Higgins, que você vai percorrer sem dúvida, pois ela concentra a maior parte do comércio da cidade, e lá ficam diversas empresas que oferecem passeios para os pontos turísticos de Pucón.

Não deixe, porém, que a ansiedade para visitar os vulcões e os parques impeçam você de se encantar com a simpática Avenida Bernardo O’Higgins. Tranquila e aconchegante, essa avenida possui diversas casas de madeira, típicas das regiões andinas.

A paisagem que se tem da avenida é incrível, com o vulcão de um lado e o lago Villarrica do outro. Além disso, na avenida há uma grande quantidade de bares e cafés, onde você pode fazer suas refeições com a paz das cidades pequenas.

E ainda, é claro, entrar nas lojas de souvenirs e comprar lembranças para a família e para os amigos.

No verão, Pucón tem uma vida noturna relativamente animada, e há bares e outras atrações noturnas nessa avenida e em seus arredores.

 15.  La Poza

Ao fim da Avenida Bernardo O’Higgins fica La Poza, uma parte da orla do lago Villarrica. De La Poza saem os passeios de barco pelo lago.

Não é permitido nadar nessa região do lago, mas vale a pena a visita. Além dos passeios de barco, você pode aproveitar essa parte da orla para apreciar a paisagem incrível.

Muito arborizada, essa parte da orla é um dos lugares mais bonitos de Pucón.

 16.  Playa Grande

A principal praia do Lago Villarrica, esse talvez seja o lugar mais movimentado da cidade. Essa praia possui areia escura e grossa, de origem vulcânica.

Mas as águas do lago Villarrica são cristalinas e de um azul incrível. Aqui é permitido nadar, mas a água é bastante fria.

Também possui uma linda vista, tanto do lago quanto das montanhas e do vulcão, o que faz dela um dos mais bonitos pontos turísticos de Pucón.

 Onde  ficar em Pucón

Booking.com

 Dicas  para os viajantes de Pucón

Os pontos turísticos de Pucón, em sua maioria, são bem distantes do centro. Eu especifiquei os que são acessíveis por ônibus.



Mas em alguns não é possível chegar dessa forma: ou os ônibus param muito longe, que nem compensa, ou simplesmente não tem nenhuma linha para a região.

Para chegar até eles, você terá que optar por algum outro meio de transporte. Você pode ir caminhando, se a distância não for muito grande, ou alugar uma bicicleta e ir pedalando. Ou, se preferir, pode ir de carro, que é a forma mais prática.

Como eu disse, no centro da cidade, principalmente na Avenida Bernardo O’Higgins, você encontra diversas empresas especializadas, que oferecem tours para todos esses lugares que eu citei acima.

Se você optar por comprar os passeios dessas empresas, não precisa se preocupar com o meio de transporte que eles oferecem.

A desvantagem é que comprar esses passeios fica muito mais caro do que ir por conta própria.

Outra dica que não pode faltar é sobre as taxas de visitação. Esses lugares que eu citei geralmente aceitam cartão. Mas, como ficam em locais afastados, a máquina de cartão pode estar fora de área.

Portanto, leve dinheiro para garantir. E, por falar em dinheiro, especifiquei os valores de pesos chilenos. Cabe lembrar que 1 real equivale a 141,05 pesos chilenos.

E basta de informações, que agora é agora de sentir e de viver as aventuras que Pucón reserva para você.

Separe roupas adequadas e tênis bem confortáveis, que os dias que você passará aqui serão muito movimentados.

Adrenalina e emoção não vão faltar. Não vão faltar também paisagens inesquecíveis e experiências únicas. Boa viagem!

 Planeje  sua viagem para Pucón

Após um turbilhão de informações no decorrer desse post, vou te dar a última dica: Em viagem, tempo é dinheiro. Esse ditado pode parecer comum, mas te garanto que nunca fez tanto sentido. Para economizar seu tempo, agrupei todos os sites que sempre utilizo em minhas viagens, Fica Ativo e Planeje-se.

Para planejar uma viagem, começo sempre pela hospedagem. Se for um passeio onde quero aproveitar todas as experiências da cidade, prefiro o Booking, mas quando é uma viagem em família já corro atrás mesmo é do AirBnb.

É tão recomendável que chega a ser obrigatório. O seguro viagem tem muitos pontos positivos, mas o principal para mim são os cuidados relativos à saúde assim como a cobertura em caso de acidentes, bagagem extraviada, entre outros. Para a cotação eu utilizo o Seguros Promo, ele tem a opção de forma de pagamento no cartão de crédito em até 12 vezes ou no boleto bancário.

#FicaAtivoNoCupom: até o dia 14/12/2020 o Seguros Promo está com uma promoção única de 15% de desconto em todos os planos de seguro viagem usando o cupom VERAO. Ah! E pagando via boleto bancário você tem mais 5% de desconto.

Tenho certeza que você não está lembrando de um detalhe, mas America Chip e eu temos a obrigação de te alertar. Ao chegar ao seu destino será necessário chamar um UBER, para isso a America Chip se faz presente com conexão de internet ilimitada em mais de 130 países pelo mundo. #FicaAtivoNoCupom: Utilizando o cupom FICAATIVO você ganha 5% OFF!

Experiência única e exclusiva, sua viagem dificilmente vai ser igual de outro viajante. O aluguel de carro garante essa oportunidade incrível. Através da RentCars, você consegue comparar preços entre as 18 locadoras ao redor do Chile.

Para evitar os famosos perrengue chique, eu prefiro fechar todos os meus passeios com antecedência, reservando eles pela nossa parceira GetYourGuide.

O momento em que vou bater o martelo da data da próxima viagem, utilizo o site que encontro os melhores preços e promoções de passagens áreas: Passagens Promo.

A Resolvvi te ajuda a solucionar problemas de voos atrasados, cancelados, overbooking ou perda de conexão. Você só precisa contratá-la quando de fato passar pelo perrengue e só paga se ganhar a ação. Até o momento não tive problema em minhas viagens nesse sentido, mas é sempre bom Ficar Ativo caso isso aconteça.

Daniel Gualberto
O desejo de poder sempre viajar e compartilhar minhas dicas com a maior quantidade de pessoas, me levou a entrar no mundo dos blogs e mídias sociais, e um dia ter o Fica Ativo e Viaja (#FAV) como um das mais respeitadas referência em blog de viagens do Brasil.

Post relacionados

Daniel Gualberto

O desejo de poder sempre viajar e compartilhar minhas dicas com a maior quantidade de pessoa!

16FansLike
176FollowersFollow
40FollowersFollow
- Propaganda -
- Propaganda -
- Propaganda -
- Propaganda -

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.