Comidas Típicas de Minas Gerais: A culinária raiz mineira

BrasilMinas GeraisComidas Típicas de Minas Gerais: A culinária raiz mineira

Quem já visitou a querida Minas Gerais sabe que “fartura” é a palavra que define o estado. E quando falo em fartura, não estou só falando dos pratos e comidas típicas de Minas Gerais.

O estado tem fartura de natureza, cultura, história, hospitalidade e, claro, comida boa. 

Mas você sabia que nem sempre foi assim?

Hotéis em ofertas em Belo Horizonte »

A História das Comidas Típicas da Cozinha Mineira

Na verdade, a rica história da cozinha mineira começou há mais de trezentos anos, na época do Ciclo do Ouro, quando trabalhadores vindos de várias regiões do Brasil, trouxeram também sua culinária e seus costumes.

Além disso, havia os portugueses com seus escravos africanos, que também trouxeram seus próprios costumes e formas de cozinhar, e os indígenas nativos da região, que enriqueceram muito a formação da cozinha mineira.

Porém, apesar das inúmeras minas e das toneladas de ouro extraídas e levadas de Minas Gerais, o estado passava por tempos de escassez e fome.

Devido à dificuldade geográfica para chegar às minas e também aos altos tributos impostos na compra de produtos vindos de outros lugares, o acesso ao alimento era difícil e caro.

Foi então que o povo mineiro teve que improvisar com os ingredientes baratos e facilmente encontrados na região, e a partir disso, criar os vários pratos e comidas típicas de Minas Gerais que encantam qualquer pessoa que as prove.

A base da cozinha mineira se consolidou nos ingredientes simples como milho, mandioca, feijão, couve, taioba, frango e porco, que misturados com muito tempero, alho, cebola e o jeitinho mineiro de cozinhar, formaram uma das culinárias mais ricas e diversificadas do país.

O Pão de Queijo

Cafezim com um delicioso pão de queijo | Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais

Engana-se quem pensa que a única comida típica de Minas Gerais é o pão de queijo, apesar de ele ter se tornado a grande estrela, com sua receita preservada como patrimônio cultural. Claro que ir a Minas e não comer pão de queijo é como não ir a Minas!

Há várias histórias e lendas que contam como o pão de queijo surgiu, mas o que se sabe mesmo, é que sua receita é muito antiga, datada do século XVIII, e que ele foi resultado de improvisações das cozinheiras da época colonial.

A princípio, a farinha de trigo utilizada nos pães foi substituída pela farinha de mandioca – que posteriormente se transformaria no polvilho que conhecemos – já que o trigo trazido pelos portugueses era de péssima qualidade e impróprio para o consumo.

Com a chegada da pecuária, a produção abundante de leite possibilitou também o surgimento dos seus derivados, como a manteiga, a nata e o queijo.

Não se sabe exatamente qual a receita usada na época, mas foi a junção do polvilho, óleo (ou manteiga), leite (ou água), sal e sobras da produção de queijo que deram origem a esse pãozinho tão simples, porém único e cheio de sabor, que se tornou uma iguaria consumida no país inteiro, e uma das comidas típicas de Minas Gerais mais simbólicas do estado! 

O Queijo Mineiro

Queijos de Minas Gerais | Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais
Queijos de Minas Gerais | Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais

E falando em queijo, os derivados do leite fazem parte de muitos pratos e comidas típicas de Minas Gerais, devido a grande produção de leite nas fazendas do estado.

Os queijos mineiros estão entre os mais saborosos e premiados do país, e cada região apresenta características diferentes.

Entre os que mais gosto, estão o queijo da Serra da Canastra, o de Araxá e o do Serro, mas os estado oferece uma infinidade de tipos e sabores distintos de queijo.

O Doce de Leite

Doce de Leite com Queijo| Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais
Doce de Leite com Queijo | Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais

Outro derivado que é um verdadeiro manjar, é o doce de leite mineiro, sem dúvidas, o melhor da região sudeste e talvez do país, que vai bem com pão, frutas, sobremesas, bolos e até puro, com aquela colherada direta do pote!

Mas muito além do pão de queijo, vamos conhecer os intermináveis e deliciosos sabores dos pratos e comidas típicas de Minas Gerais?!

A Herança dos Tempos Coloniais

A fase do Ciclo do Ouro realmente foi uma época decisiva na formação do estado, já que trabalhadores e exploradores vieram de todos os lados atrás do ouro mineiro, e essa mistura influenciou a história, a cultura, os costumes e a culinária mineira. 

E os tropeiros, homens que guiavam as tropas formadas por burros de cargas, e que levavam tudo o que podia ser comercializado, também influenciaram na formação da cozinha mineira.

As trilhas que eles seguiam pelas serras e matas fechadas eram difíceis, e exigiam energia dos tropeiros. Assim, eles carregavam consigo alimentos com alto valor nutricional e calórico, mas que, ao mesmo tempo, não podiam ser perecíveis.

As carnes eram, ou salgadas ou imersas em uma lata com banha, o único jeito de conservá-las.

Além disso, levavam cereais duráveis, como feijão e milho, e também farinha de mandioca.

As verduras eram somente as que se encontrava pelo caminho.

Já a culinária encontrada nas grandes fazendas, principalmente de leite, era composta de muitos caldos, carnes frescas (principalmente frango e porco) e verduras plantadas ali mesmo.

Como as cozinheiras eram quase sempre escravas trazidas da África, vários pratos e comidas típicas de Minas Gerais também levavam ingredientes vindos do país.

O Feijão Tropeiro

Feijão Tropeiro | Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais
Feijão Tropeiro | Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais

Assim foram surgindo alguns dos pratos e comidas típicas mais famosas de Minas Gerais, como o feijão tropeiro.

Esse prato é um clássico mineiro, e quase não sofreu alterações na receita ao longo dos anos, ele leva feijão cozido, carnes (geralmente salgadas ou defumadas), ovos, couve picada e farinha de mandioca ou de milho.

Um prato nutritivo e perfeito para as longas jornadas dos tropeiros. 

O Frango com Quiabo

Frango com Quiabo | Foto: Recepedia
Frango com Quiabo | Foto: Recepedia

O frango com quiabo, mais mineiro impossível, é resultado do ensopado de galinha caipira com o quiabo, vindo do continente africano, e claro, muito alho, cebola e os mais variados condimentos.

O Frango ao Molho Pardo

Delicioso frango ao molhos pardo | Foto: TripAdvisor

Já o frango ao molho pardo, receita também muito antiga e tradicional no estado, é feito também com carne de galinha caipira, mas cozida no seu próprio sangue, servida com arroz e saladas.

A galinha é morta com um corte no pescoço para que o sangue seja totalmente escoado e, em seguida, misturado ao vinagre para não coagular. Lendo assim pode parecer um prato um pouco estranho, mas eu garanto, seu sabor é espetacular!

A Canjiquinha

A Canjiquinha | Foto: TripAdvisor

Não se sabe exatamente como se originou, mas também foi na época colonial, a canjiquinha é perfeita para os dias frios.

Trata-se da carne de porco (geralmente costelinha) cozida com milho triturado grosseiramente e, muito tempero!

Hoje em dia já foram acrescentados outros cortes de carne e também linguiças, e a canjiquinha pode ser servida com couve refogada e muita pimenta!

DICAS: O que fazer em Belo Horizonte »

O Tutu à Mineira

Tutu à Mineira | Foto: TripAdvisor

Também da época colonial e com toques africanos, o tutu à mineira é sucesso em todas as mesas.

O prato consiste basicamente em farinha de mandioca e feito preto cozinho e amassado com pouco de caldo.

Tudo isso refogado com muito alho e cebola, e servido com o clássico e saboroso torresmo mineiro.

A Vaca Atolada

Vaca Atolada | Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais | Foto: TripAdvisor
Vaca Atolada | Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais | Foto: TripAdvisor

Ainda falando da influência africana nos pratos e comidas típicas de Minas Gerais, temos a vaca atolada, onde os cortes de carne bovina mais simples e rejeitados pelas famílias ricas, eram cozidos por horas, até ficarem bem macias e formarem um caldo, quando então era acrescida a mandioca e mais algum tempo de cozimento, quando tudo formava praticamente uma coisa só, e a carne parecia atolada em meio à mandioca bem cozida.

Tanto as carnes de porco quanto a de galinha sempre foram muito presente nas mesas mineiras, desde o período colonial até os dias atuais.

O Galopé

Pratos como frango com ora-pro-nóbis – que consiste em frango refogado com folhas de ora-pro-nóbis, lombo ao chico mineiro – lombo frito, coberto com molho de manteiga e farofa de mandioca, são clássicos encontrados em praticamente em todo o estado, e suas receitas vem de séculos passados.

Mas existe uma receita que une essas duas carnes com maestria e muito sabor, e apesar de ter sido trazida por trabalhadores nordestinos, fixou suas raízes no estado, e é considerada hoje uma comida típica de Minas Gerais: o galopé.

Como o nome sugere, é um ensopado de carne de galo e pé de porco, picados e cozidos com muita cebola, alho tomate e pimenta. O galopé geralmente é servido com arroz, mandioca e couve refogada.

Arroz com Pequi

Arroz com Pequi | Foto:TripAdvisor

Aliás, o arroz é um dos acompanhamentos mais comuns, principalmente dos caldos e ensopados, e no norte mineiro, ele é incrementado com pequi, fruta encontrada no cerrado brasileiro.

Pode parecer estranho, mas a combinação de arroz com pequi é perfeita, já que a fruta traz aroma e cor marcante ao arroz!

A Cozinha do Fogão a Lenha e da Panela de Ferro

Assim como a maioria dos ingredientes utilizados, a cozinha mineira e seus utensílios são simples, porém com forte identidade.

Muitas casas e restaurantes mineiros preservam o fogão a lenha e a panela de ferro ou de barro, que aliados ao carinho que a comida é preparada, dão todo um sabor único e especial aos pratos.

Praticamente todos os pratos e comidas típicas de Minas Gerais têm aquele sabor de roça, de casa de vó, e levam muitos temperos e carinho no preparo.

A Panelada de Campanha

Panelada de Campanha | Foto: TripAdvisor

Um ótimo exemplo é a panelada de campanha, ou cozido mineiro, que leva banha, carne bovina, linguiça, legumes variados e farinha de mandioca, todos cozidos com temperos variados, que além dar um sabor especial ao prato, eram os substitutos do sal, ingrediente caro e difícil de ser encontrado na época colonial. 

A Galinhada Mineira

Galinhada Mineira | Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais | Foto: TripAdvisor
Galinhada Mineira | Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais | Foto: TripAdvisor

Outro prato típico de Minas Gerais que fica delicioso se feito na panela de ferro é a galinhada mineira.

O prato consiste basicamente em arroz e frango, refogados com cebola, alho, muito cheiro verde e pimentão, acrescidos de algum caldo (pode ser de legumes ou de galinha).

Há quem diga que a galinhada nasceu em Goiás e não em Minas, mas a verdade é que, apesar de muito parecidos, os temperos utilizados em cada estado é que diferem os pratos e trazem a identidade regional de cada um.

Você encontra mais facilmente a galinhada mineira na região do Triângulo Mineiro, que fica coladinho com o estado de Goiás.

O Arroz com Suã

O arroz com suã também é um prato facilmente encontrado nessa região.

Com esse nome que parece estrangeiro, o arroz com suã nada mais é do que arroz refogado e cozido com esse corte de porco popularmente chamado de suã, que consiste na coluna vertebral do animal, com um pouco de carne e alguns ossinhos das costelas.

Ele fica ainda mais delicioso e completo se servido com mandioca cozida e couve refogada.

Bambá de Couve

Bambá de Couve com Porco | Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais | Foto: Discovery Brasil
Bambá de Couve com Porco | Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais | Foto: Discovery Brasil

Falando em couve, ela é a verdura mais tradicional, amada e presente nos pratos e comidas típicas de Minas Gerais.

Na sua forma mais comum, é refogada com uma boa linguiça, e acompanha diversos pratos mineiros. Mas a couve também tem um prato só para chamar de seu, o bambá de couve.

Conta a história, que esse prato se originou em Ouro Preto, na época da escravidão, quando os escravos se alimentavam do resto de mingau de fubá dos patrões, e o incrementavam com couve e pés e orelhas de porco.

O prato foi sendo modificado ao longo do tempo, e hoje, pés e orelhas foram substituídos pela linguiça suína e o mingau pelo angu, ainda assim, seu sabor é inesquecível.

O Angu

Angu | Foto: TripAdvisor

O angu é o acompanhamento perfeito para todo e qualquer comida típica de Minas Gerais, pois o fubá cozido na água leva pouco ou nenhum tempero, no máximo algumas folhas de ora-pro-nóbis e pouco sal.

DICAS: O que fazer em Tiradentes »

As Sobremesas Mineiras

E para encerrar esse roteiro pelos pratos e comidas típicas de Minas Gerais, as sobremesas. Muito além do delicioso doce de leite, as sobremesas mineiras, assim como vários outros pratos, são reconfortantes e tem sabor de roça.

A Sericaia

Sericaia | Foto: TripAdvisor

Sericaia é um doce originalmente português, mas que ganhou as graças do povo mineiro.

O doce leva ovos, farinha e muito açúcar, misturados e cozidos lentamente em fogo baixo e logo em seguida, assado no forno e polvilhado com canela em pó, irresistível!

A Ambrosia

Ambrosia | Foto: TripAdvisor

Também trazida pelos portugueses, a ambrosia ganhou o coração do mineiro.

Em tradução livre do grego, ambrosia significa manjar dos deuses do Olimpo, e sua composição leva ovos, leite e açúcar que são cozidos por horas e horas, até chegar à consistência de “gruminhos”, característica principal dessa comida típica de Minas Gerais.

O Doce de Abóbora

Doce de Abóbora | Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais | Foto: TripAdvisor
Doce de Abóbora | Pratos e Comidas Típicas de Minas Gerais | Foto: TripAdvisor

E pra finalizar, o doce de abóbora mineiro!

O doce é feito apenas de abóbora cozida com açúcar, cravo e canela, geralmente acompanhado também de queijo branco ou de ricota, simples e muito saboroso!

E aí, gostou dessa nossa viagem pelos pratos e comidas típicas de Minas Gerais?! Nos diga os seus favoritos e quais as suas receitas caserias de sucesso!

Planeje sua viagem para Minas Gerais

Após um turbilhão de informações no decorrer desse post, vou te dar a última dica: Em viagem, tempo é dinheiro. Para economizar seu tempo, agrupei todos os sites que sempre utilizo em minhas viagens.

Para planejar uma viagem, começo sempre pela hospedagem. Quando minha intenção é descanso e curtir o hotel vou de Zarpo. Se for um passeio onde quero aproveitar todas as experiências da cidade prefiro o Booking.

É tão recomendável que chega a ser obrigatório. O seguro viagem tem muitos pontos positivos, mas o principal para mim são os cuidados relativos à saúde, você pode entender mais sobre o assunto no artigo “Porque contratar um seguro viagem nacional?” ou fazer cotação através do Seguros Promo.

#FicaAtivoNoCupom: até o dia 14/12/2020 o Seguros Promo está com uma promoção única de 15% de desconto em todos os planos de seguro viagem usando o cupom BRASIL. Ah! E pagando via boleto bancário você tem mais 5% de desconto.

Experiência única e exclusiva, sua viagem dificilmente vai ser igual de outro viajante. O aluguel de carro garante essa oportunidade incrível. Através da RentCars, você consegue comparar preços entre 146 locadoras ao redor do Brasil.

O momento em que vou bater o martelo da data da próxima viagem, utilizo o site que encontro os melhores preços e promoções de passagens áreas: Passagens Promo, comprove você mesmo através desse link.

A Resolvvi te ajuda a solucionar problemas de voos atrasados, cancelados, overbooking ou perda de conexão. Você só precisa contratá-la quando de fato passar pelo perrengue e só paga se ganhar a ação. Até o momento não tive problema em minhas viagens nesse sentido, mas é sempre bom Ficar Ativo caso isso aconteça.

Decidiu não ir pelos ares? Quando eu viajo de ônibus, pesquiso os horários, preços e as linhas de destino pelo ClickBus.

Daniel Gualberto
O desejo de poder sempre viajar e compartilhar minhas dicas com a maior quantidade de pessoas, me levou a entrar no mundo dos blogs e mídias sociais, e um dia ter o Fica Ativo e Viaja (#FAV) como um das mais respeitadas referência em blog de viagens do Brasil.

Post relacionados

Daniel Gualberto

O desejo de poder sempre viajar e compartilhar minhas dicas com a maior quantidade de pessoa!

10FansLike
176FollowersFollow
41FollowersFollow
- Propaganda - spot_img
- Propaganda - spot_img
- Propaganda - spot_img
- Propaganda -
- Propaganda -

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.